conecte-se conosco


Atletismo

STJD intima Ana Cláudia Lemos para audiência nesta sexta, em São Paulo

Publicado

Flagrada no exame antidoping em março, durante testes fora do período de competição, velocista tem seu futuro indefinido e precisará se defender

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva intimou nesta segunda-feira a velocista brasileira Ana Cláudia Lemos. A atleta foi convocada para participar da audiência que acontece nesta sexta-feira, dia 15, às 17h30, em São Paulo, para se defender do resultado adverso em seus exames de controle antidoping. No mês de março, Ana Cláudia foi flagrada com a substância proibida Oxandrolona em testes fora de competição. Desde então, está preventivamente suspensa e não participou do Mundial Indoor, no mesmo mês, em Portland, nos Estados Unidos.

A Oxandrolona tem ação anabolizante. Após a divulgação do resultado do teste em 8 de março, a Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) demorou, mas tomou a decisão de suspendê-la desde 29 de março. Ao saber o resultado negativo, Ana Cláudia solicitou a abertura de uma amostra B do seu exame no dia 9 de março. A abertura do frasco aconteceu no dia 24 no Laboratório Brasileiro de Controle de Dopagem (LBCD), no Rio, quando foi confirmada a presença da Oxandrolona no organismo da corredora.  O processo foi encaminhado ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Atletismo para as providências cabíveis, uma vez que o Tribunal Único para julgamento de processos de dopagem encontra-se em fase de instalação.

Ana Cláudia Lemos é dona do recorde brasileiro dos 200m (22s48, que também é recorde sul-americano). Ela optou por não participar de nenhuma competição indoor neste primeiro semestre. Mesmo com índice, preferiu não competir no Mundial Indoor, que aconteceu de 16 a 21 de março, em Portland. A previsão era que ela começasse a competir em pista aberta em abril.

edital stjd ana cláudia lemos julgamento (Foto: Reprodução)

 

 

Comentários Facebook

Atletismo

Corrida de obstáculos 4Bravo Rustic Run será adiada

Publicado

A corrida de obstáculos 4Bravo Rustic Run, edição 2020, do 4º Batalhão de Polícia Militar, será adiada. Prevista para ocorrer no próximo fim de semana, em Várzea Grande. O adiamento é uma medida preventiva e tem como base o Decreto no 407, de 16 de março de 2020, do Governo do Estado de Mato Grosso, para conter a propagação do coronavírus (COVID-19).  Veja abaixo a nota dos organizadores.

4BRAVO RUSTIC RUN – Edição 2020

A Associação de Praças da Polícia e Bombeiro Militar – ASPRAMAT, em parceria com o 4° Batalhão de Polícia Militar- CRII, em Várzea Grande-MT, vem a público informar o ADIAMENTO da 3ª edição da corrida com obstáculos 4BRAVO RUSTIC RUN – Edição 2020.

Tal decisão está pautado no Decreto no 407, de 16 de março de 2020, do Governo do Estado de Mato Grosso; Decisão 02/2020/PR/FAMT/2020, da Federação de Atletismo de Mato Grosso, que orienta e regulamenta as medidas de prevenção ao COVID-19 pelo Poder Executivo, reforçando tal prevenção FAMT adia o calendário de corridas em razão de saúde pública.

A organização da corrida irá agendar na FAMT novas datas que serão divulgadas pelas redes sociais @4bravo, morro-mt e pelos canais criados para veiculação dos informativos da corrida.

Queremos reforçar nosso compromisso com os atletas e apoiadores, que investiram para participar dessa corrida com obstáculos, nossos apoiadores, que investiram no projeto de prevenção primária que depende desse evento desportivo, a saber 4BRAVO LUTAS.

Desta feita, editaremos novo calendário de RETIRADA DOS KITS, a véspera da próxima data a ser definida pela Federação e ASPRAMAT/4BRAVO.

Reafirmamos nosso compromisso de proporcionar o melhor ambiente de prova desportiva, com muita alegria, desafios, entretenimento e satisfação a todos vocês, pois nosso compromisso é Servir e Proteger nossa sociedade.

AGUARDEM, será melhor ainda!

ASPRAMAT-4BRAVO

Comentários Facebook
Continue lendo

Atletismo

Terceira Corrida Maria da Penha em Barra do Garças é suspensa por recomendação da Saúde Municipal

Publicado

A Comissão Organizadora da “3ª Corrida Maria da Penha pelo Fim da Violência Doméstica” informa que a prova foi suspensa, por tempo indeterminado, por orientação da Secretaria Municipal de Saúde (SES), em decorrência da pandemia de coronavírus. O evento estava marcado para o dia 21 de março, em Barra do Garças, 530 km de Cuiabá.

A defensora pública que preside a comissão, Lindalva de Fátima Ramos, informa que uma nova data para o evento será definida em reunião, no dia 13 de abril, às 9h, na sede da Rede de Enfrentamento à Violência Doméstica Contra a Mulher de Barra do Garças e Pontal do Araguaia.

“O que pedimos agora é a compreensão de todos que se inscreveram para que mantenham suas inscrições. A 3ª Corrida será realizada em data oportuna e foi cancelada para evitar aglomerações durante o período de maior risco de contágio. A nova data observará o calendário de Corridas de Rua da Federação Mato-Grossense de atletismo”, explica.

Porém, caso o atleta queira o valor da inscrição de volta, poderá solicitar pelo e-mail: [email protected]. Todos os que se inscreveram para a prova receberão a informação da suspensão por e-mail e também poderão tirar dúvidas ligando: (66) 3401-1388 ou indo diretamente na sede da Rede de Frente.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana