conecte-se conosco


Atletismo

Secel busca incluir COT UFMT em políticas públicas de incentivo ao esporte

Publicado

Com uma pista de atletismo de padrão internacional, o Centro Olímpico de Treinamento da Universidade Federal de Mato Grosso (COT UFMT) foi entregue pelo Governo do Estado há menos de um mês e, como era de se esperar, já traz boas expectativas para o desenvolvimento do esporte mato-grossense.

O investimento do Governo do Estado no complexo esportivo – remanescente da Copa do Mundo de 2014 e concluída pela atual gestão – foi de R$ 17,1 milhões.  Além da pista de atletismo, o COT UFMT possui um campo de futebol e uma arquibancada com capacidade para receber até 1.500 pessoas. O equipamento é composto ainda por vestiários climatizados – com espaços para aquecimento dos atletas, comissão técnica e apoio médico, banheiros, auditório e salas para aula e suporte às atividades.

Para garantir que o complexo esportivo faça parte de políticas públicas de melhorias do cenário esportivo em Mato Grosso, a Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel) busca formas de contribuir com a gestão do espaço que hoje é feita pelo Departamento de Educação Física da UFMT.

“O COT conta com a estrutura adequada para a formação e consolidação de várias modalidades esportivas, especialmente do atletismo. Cabe à Secel ajudar a encontrar formas de que esse investimento público ajude a fortalecer o esporte de rendimento melhorando os resultados de nossos atletas e paratletas, a promover eventos esportivos e a fomentar o esporte educacional”, esclarece o secretário da Secel, Allan Kardec.

Veja Mais:  Samu realiza atualização para servidores que atuam no trânsito

Atualmente, o termo de uso da pista prevê sua utilização por atletas federados a um clube mato-grossense e que esteja classificado até a 20ª colocação no ranking Centro-Oeste de Atletismo. Também é necessário que o clube informe antecipadamente os nomes dos atletas e o cronograma de treinos contendo dias e horários à Faculdade de Educação Física da instituição federal.

Dentre as normas de utilização foram ainda determinadas condições que visam a preservação da pista, como uso de calçados apropriados para a prática de atletismo, limitações de exercícios com sapatilhas, rodízio diário das raias e necessidade de acompanhamento técnico durante os treinos.

De acordo com o secretário adjunto de Esportes e Lazer da Secel, Jefferson Carvalho Neves, há tratativas em andamento com a UFMT e com a Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra), pasta responsável pela retomada da obra, para definições sobre o papel do Estado no gerenciamento das atividades no local.

“Estamos em fase de diálogo, ajustando as determinações para atender melhor a comunidade esportiva. Entendemos que o investimento feito pelo Estado precisa retornar para a população, nesse caso, facilitando e assegurando o direito aos benefícios trazidos pelo esporte”,  relata Jefferson.

Enquanto aguarda as decisões conjuntas, a atuação da Secel obteve junto à UFMT algumas liberações para treinamento no espaço, como a do atleta paralímpico Joenil Rosa de Barros. Ele utiliza a pista do COT UFMT para treinamento às terças, quartas e quintas-feiras e, segundo ele, a estrutura é fundamental para os resultados em esportes de alto rendimento.

Veja Mais:  Governo anuncia que salário será pago a partir deste mês em parcela única no dia 10

Joenil Barros – tricampeão no Circuito Brasil de Atletismo realizado no início do mês

“Treinar ali melhorou 100% no meu rendimento pelo fato de treinar em uma excelente pista e quando chego em uma competição consigo competir de igual com os outros atletas”, avalia Joenil. Competindo em cadeira de rodas, o paratleta foi recentemente campeão nas provas de 100, 200 e 400m na Etapa Rio-Sul do Circuito Brasil Loterias Caixa organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB).

Além das liberações específicas, a equipe da Secel considera importante que os atletas com registros na Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt)  possam utilizar o complexo esportivo para treinos. “Sabemos que é um anseio dos atletas mato-grossenses, afinal treinos em centros de excelência são fundamentais para garantir bons resultados em competições. Partindo do princípio de que as normas para preservar a pista e todo o patrimônio serão seguidas, queremos que o COT UFMT cumpra sua missão de propiciar condições para o desenvolvimento de talentos e do esporte em geral”, finaliza o adjunto da Secel.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook

Atletismo

Corrida Viva Saúde marcou o aniversário de 67 anos de Rondonópolis

Publicado

 

Foto: Ilcimar Aranhas

Rondonópolis completou 67 anos de emancipação politica e administrativa nesta quinta-feira (10), mas quem fez a festa foi os 300 atletas que invadiram as ruas da cidade para participarem da ‘1ª Corrida Viva Saúde’.

O evento foi organizado pela  JJ Esportes LTDA.

A corrida teve grande adesão de atletas e simpatizantes do esporte, tanto o ponto de partida quanto o de término das disputas ocorreu na Avenida Lions Internacional esquina com Fernando Correia da Costa.

O evento contou com trajeto de 5 e 10 km de distância, com muita disputa na reta final, onde os corredores elogiaram muito a organização do evento, pois não teve nenhum problema, com largada no horário, medalhas, água, frutas, cronometragem e premiação, tudo que os atletas esperavam de uma corrida bem organizada.

Para abrilhantar a festa o atleta olímpico, Giovani dos Santos, deu um passeio no evento competindo de forma simbólica nos 10km.

O campeão na geral masculina 5km foi Ricardo Lourenço e no feminino foi a atleta Luzinete Andrade. Já nos 10km o campeão geral masculino foi Antônio de Souza (Maranhão) e no feminino foi Juscileide Nogueira.

Click aqui e Veja Classificação completa 

Comentários Facebook
Continue lendo

Atletismo

Abertas as inscrições para a Corrida Solidária em Rondonópolis

Publicado

Foto: Assessoria

Os amantes de corrida rua já podem preparar o tênis, vem aí mais desafio em Rondonópolis. A Corrida e Caminha Solidária está com inscrições abertas e será realizada no dia 20 de dezembro.

A iniciativa é de voluntários do projeto Transbordar, uma organização que conta com apoiadores de Rondonópolis, Pará, São Paulo, EUA e tem objetivo de estimular a prática esportiva e a solidariedade.

A ficha de inscrição está disponível no site https://rogeriocustela.com.br/new/. O participante pode escolher o percurso de 5 km ou 10 km e a modalidade (corrida ou caminhada). A taxa de inscrição tem custo de R$ 50,00 e 1 quilo de alimento não perecível. A renda será revertida para compra de cestas básicas para famílias carentes.

O participante tem direito a um kit com camiseta, medalha, viseira que deve ser retirado no mesmo dia do evento, das 05h30 até às 09h30. O percurso será entre a ponte Otaviano Muniz e toda a extensão do calçadão da Avenida dos Estudantes.

Informações pelo telefone: 66 99986-3116.

Regulamento

1 – Dia 20 de Dezembro no GRUPO ECHER – Av. Lions Internacional – Vila Aurora, das 05h30 até às 09h30, retire o kit e já realize sua corrida ou caminhada de 5km ou 10km pela região da ponte nova e calçadão da avenida dos estudantes.
2 – Após conclusão retorne ao GRUPO ECHER onde será entregue a medalha.
3 – O atleta terá que apresentar por meio de relógio ou celular, a conclusão do percurso escolhido para retirada da medalha.
4 – Ao participar corrida, o atleta assume total responsabilidade pela as informações fornecidas no ato da inscrição. O atleta declara gozar de boa saúde e estar apto para praticar atividade física. Assume quaisquer outras despesas necessárias ou provenientes da sua participação.
5 – Não haverá reembolso por parte da organização bem como seus patrocinadores, apoiadores e realizadores, de nenhum valor correspondente a equipamentos e/ou acessórios utilizados pelos atletas no desafio, independente de qual for o motivo, nem por qualquer extravio de materiais ou prejuízos que por ventura o atleta venha sofrer durante a participação da corrida.
6 – A organização não se responsabiliza pelo local onde o participante escolhe para correr, cabe ao participante a escolha de um local condizente com a situação governamentais, assim como resguardo de sua saúde.
7 – A organização recomenda rigorosa avaliação médica, inclusive a realização de teste ergométrico prévio para todos os atletas participantes.
8 – Poderão os organizadores/realizadores suspender a corrida, por questões de segurança pública, atos públicos, vandalismos e/ou motivos de força maior.
9 – Cada atleta é responsável pelo seu sistema de hidratação.
10 – Compras de kits fora da cidade de Rondonópolis-MT, frete por conta do atleta.
11 – kit composto de camiseta, medalha, viseira.
12 – Camisetas tamanhos P, M, G, GG e BABY LOOK P, M, G, GG.
13 – NÃO HAVERÁ TROCA DE CAMISETAS NA RETIRADA DE KIT.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana