conecte-se conosco


Esportes

Pilotos da Fórmula 1 se manifestam contra o racismo

Publicado

source

Após as críticas de Lewis Hamilton a colegas de Fórmula 1 que ainda não tinham se posicionado em relação à morte de George Floyd, outros pilotos também utilizaram as redes sociais para manifestações contra o racismo.

Sergio Pérez (Racing Point), Charles Leclerc (Ferrari), Nicholas Latifi (Williams), Carlos Sainz (McLaren), George Russell (Williams), Daniel Ricciardo (Renault), Alexander Albon (Red Bull), Lando Norris (McLaren) e Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo Racing) também se manifestaram.

O mexicano Sergio Pérez compartilhou em seu perfil de Twitter um vídeo de um policial norte-americano apoiando as manifestações contra o racismo.

Já o monegasco Charles Leclerc, explicou o motivo de não ter tocado no assunto até então: “Para ser completamente honesto, me senti fora do meu lugar de fala e desconfortável para compartilhar meus pensamentos nas redes sociais sobre toda a situação e é por isso que não havia me expressado antes de hoje. Estava completamente errado. Ainda luto para encontrar palavras para descrever a atrocidade de alguns vídeos que vi na internet. O racismo precisa ser enfrentado com ações, não com silêncio. Por favor, participe ativamente, envolva e incentive outras pessoas a espalhar a conscientização. É nossa responsabilidade nos manifestar contra a injustiça. Não fique calado”.

O britânico George Russell seguiu a linha de Charles Leclerc. Ele lembrou que sentia que não era o lugar para compartilhar seus pensamentos publicamente, mas que não importa o quão desconfortável possa ser falar, o silêncio não alcança nada. Ele termina afirmando que é hora de todos ficarem juntos para expulsar o racismo da sociedade para sempre.

Alex Albon e Daniel Ricciardo manifestaram suas posições pelo Instagram. Albon publicou um grande texto também explicando que hesitava em escrever, uma vez que não era seu lugar de fala. Já o australiano utilizou uma imagem de rostos desenhados com diversas cores ao lado da frase: já chega.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

https://blacklivesmatters.carrd.co/#

Uma publicação compartilhada por Alex Albon (@alex_albon) em 1 de Jun, 2020 às 2:42 PDT

 

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook

Esportes

Barcelona vence Leganés e se distancia na liderança do Espanhol

Publicado

source

O líder do Campeonato Espanhol não foi brilhante, mas na volta ao Camp Nou, venceu. No confronto desta terça-feira (16) contra o último colocado da tabela, o Leganés, o Barcelona fez 2 a 0, em partida válida pela 29ª rodada da La Liga. Ansu Fati e Lionel Messi marcaram os gols da vitória, que levou o time catalão aos 64 pontos, cinco a mais do que o segundo colocado, Real Madrid, que vai jogar quinta-feira (18) contra o Valencia.

O placar foi aberto aos 42 minutos do primeiro pelo jovem africano Ansu Fati, de 17 anos. Nascido em Guiné-Bissau, ele é naturalizado espanhol. No segundo tempo, coube ao artilheiro da La Liga, o argentino Messi, ampliar o marcador. O camisa 10 do Barça, de pênalti, chegou ao gol de número 21 na competição pelo 12º ano consecutivo. Foi o gol de número 699 na carreira do argentino.

Esta foi a segunda rodada do Espanhol após três meses de paralisação por conta do novo coronavírus (covid-19). No início da partida, no estádio Camp Nou, houve um minuto de silêncio em homenagem às 27.136 vítimas fatais da pandemia no país.

Edição: Sergio du Bocage

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Bayern de Munique vence Werder Bremen e conquista o octacampeonato

Publicado

source

Com duas rodadas de antecedência e emoção no fim da partida, o Bayern de Munique conquistou na tarde hoje (16) seu oitavo título alemão consecutivo. Os bávaros precisavam de uma vitória simples fora de casa contra o Werder Bremen para levantar a taça, e não decepcionaram: 1 a 0 com gol do artilheiro Robert Lewandowski.

Os visitantes partiram pra cima logo no início do jogo. Aos três minutos, Davies cruzou na área, mas Gnabry acabou não alcançando a bola. O Werder Bremen melhorou e conseguiu controlar as ações adversárias, pelo menos até os 20 minutos do primeiro tempo. Foi quando um temporal desabou sobre o vazio Werestadion, empolgando o líder da Bundelisga, que começou a massacrar a equipe adversária. Aos 22 minutos, Coman teve oportunidade de cabeça após cruzamento de Müller. Três minutos depois, Kimmich chutou na trave. A pressão não parou até o gol sair.

Como não era incomodado, o Bayern passou a ser só ataque, até que o zagueiro Boateng encontrou Lewandowski sozinho na área. O polonês dominou e tocou na saída do goleiro para abrir o placar.

Na segunda etapa, o Bayern continuou muito superior e controlou a partida até os 33 minutos, quando o lateral-direito Davies recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Lutando contra o rebaixamento, o Werder Bremen precisava atacar. O dono da casa pressionou, acuou o adversário e só não empatou devido a uma defesa milagrosa de Manuel Neuer aos 44 minutos. Bartels cruzou pela direita e Osako desviou de cabeça no canto direito. O goleiro voou para garantir o octacampeonato do Bayern de Munique e começar a festa no estádio adversário.

Apesar da conquista, o título alemão não foi fácil. O Bayern começou mal a temporada com o técnico Niko Kovac. Após sofrer uma goleada de 5 a 1 para o Eintracht Frankfurt, o treinador croata foi demitido. Hans-Dieter Flick assumiu interinamente e oscilou no início. Com o tempo, o time encaixou e chegou ao título com 17 vitórias e um empate nas últimas 18 rodadas da Bundesliga. No próximo sábado (20), às 10h30 (horário de Brasília) o agora octacampeão recebe o Freiburg, na Allianz Arena.

 

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana