conecte-se conosco


Esportes

No Allianz Parque, Tricolor derrota o Palmeiras pelo Brasileirão

Publicado


Com gols de Gabriel Sara e Luciano, o Tricolor venceu o Palmeiras por 2 a 0 nesta quarta-feira (17), no Allianz Parque, e se recuperou no Campeonato Brasileiro de 2021.

                                        Foto Rubens Chiri / saopaulofc.net 

Com o importante triunfo no clássico, válido pela 33ª rodada, o São Paulo subiu para a 14ª colocação, agora com 41 pontos.

Após o Choque-Rei, a equipe são-paulina entrará em campo novamente apenas na próxima semana, no dia 24 (quarta-feira), às 21h30, no Morumbi, diante do Athletico Paranaense.

Para encarar o arquirrival, o time não contou com William (artroscopia no joelho direito), Luan (transição após avulsão tendínea de adutor da coxa esquerda) e Galeano (cirurgia no tornozelo direito), além de Calleri (suspenso).

Apesar dos desfalques, o Tricolor teve as voltas de Rodrigo Nestor e Gabriel Sara, que cumpriram suspensão automática, e Arboleda (defendeu a seleção equatoriana nas Eliminatórias para a Copa do Mundo).

Então, o técnico Rogério Ceni escalou a equipe com Tiago Volpi; Igor Vinícius, Arboleda, Miranda e Reinaldo; Rodrigo Nestor, Igor Gomes e Gabriel Sara; Vitor Bueno, Luciano e Rigoni.

O São Paulo fez um bom primeiro tempo, arriscou algumas vezes de longe e ate carimbou a trave com Vitor Bueno antes de abrir o placar aos 26 minutos, com Gabriel Sara, que acertou um lindo chute da intermediária para balançar as redes! Golaço! 1 a 0.

Na etapa complementar, o Tricolor seguiu com a proposta ofensiva, criou mais oportunidades e ampliou aos 15 minutos com Luciano: o camisa 11 recuperou a bola do adversário, avançou e bateu colocado para anotar o segundo gol são-paulino! 2 a 0!

E quando foi atacado, o São Paulo soube conter o ímpeto dos anfitriões para conquistar a importante vitória e se recuperar nesta reta final de Brasileirão.

PALMEIRAS 0 x 2 SÃO PAULO
Local: Allianz Parque, em São Paulo (SP)
Data: 17/11/2021 (quarta-feira)
Horário: 20h30

SPFC: Volpi; Igor Vinícius, Arboleda, Miranda e Reinaldo (Léo, 32/2); Rodrigo Nestor (Gabriel, 27/2), Igor Gomes e Gabriel Sara; Vitor Bueno (Marquinhos, 12/2), Luciano (Benitez, 32/2) e Rigoni (Eder, 32/2). Técnico: Rogério Ceni

Gols: Gabriel Sara, 23/1; Luciano, 15/2

SEP: Weverton; Marcos Rocha, Kuscevic, Renan e Jorge; Matheus Fernandes (Raphael Veiga, 22/2), Patrick de Paula (Zé Rafael, 30/2) e Danilo; Breno Lopes (Gustavo Scarpa, 22/2), Luiz Adriano (Rony, 22/2) e Willian (Wesley, 18/2). Técnico: Abel Ferreira

Cartões amarelos: Patrick de Paula, 41/1; Vitor Bueno, 11/2; Eder, 36/2

Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Eduardo Goncalves da Cruz (MS) e Márcia Bezerra Lopes Caetano (RO)
Quarto Árbitro: Matheus Delgado Candançan (SP)
Analista de Campo: Jose Henrique de Carvalho (SP)
Árbitro de Vídeo: Rodrigo Carvalhaes de Miranda (RJ)
AVAR: Diogo Carvalho Silva (RJ)
Observador de VAR: Ana Paula da Silva Oliveira (SP)

fonte: http://www.saopaulofc.net/noticias/noticias/campeonato-brasileiro/2021/11/17/no-allianz-parque,-tricolor-derrota-o-palmeiras-pelo-brasileirao

COMENTE ABAIXO:

Comentários Facebook

Esportes

Com apoio da Nação, Flamengo vence o Ceará por 2 a 1 no Maraca

Publicado


Foto: Gilvan de Souza / CRF
Foto: Gilvan de Souza / CRF

Pela 36ª rodada do Brasileirão, o Flamengo venceu o Ceará por 2 a 1 na noite desta terça-feira (30), no Maracanã. Os gols do Rubro-Negro foram marcados por Gabi e Matheuzinho. Vale destacar que a Nação Rubro-Negra deu um show, comparecendo em peso e apoiando o time durante os 90 minutos.

O jogo
O Flamengo começou a partida com tudo, e logo aos dois minutos, já abriu o marcador do Maraca! Diego desarmou Fabinho, a bola sobrou para Gabigol, que ajeitou o corpo e bateu sem chances para João Ricardo: 1 a 0. O Mais Querido continuou pressionando o Ceará em busca de mais gols. Aos 12’, após escanteio cobrado por Andreas, Gabi pegou de primeira e a bola passou com perigo.

Aos 21’, o Mengão encaixou um contra-ataque de almanaque. Andreas tabelou com Gabi e tocou para Bruno Henrique, que empurrou para as redes. Após consulta ao VAR, o árbitro assinalou impedimento do camisa 27 e anulou o gol. Na reta final da primeira etapa, Matheuzinho desceu em velocidade pela direita e cruzou na área. Gabi cabeceou firme e a bola explodiu no travessão.

Já nos acréscimos, novamente Gabriel “tabelou” com o adversário e bateu forte da entrada da área. A bola passou com muito perigo, rente à trave esquerda do goleiro. O Rubro-Negro foi dominante na etapa inicial e por pouco não foi para o intervalo com uma vantagem maior no placar.

No início do segundo tempo, o Flamengo continuou pressionando a saída de bola do time cearense, que encontrava dificuldades para sair pro ataque. Aos 25’, Rick aproveitou o rebote de Hugo e deixou tudo igual no marcador: 1 a 1.

O Rubro-Negro não se abalou com o empate sofrido, seguiu no ataque e foi contemplado com o segundo gol. Aos 33’, Michael segurou a bola na direita e cruzou. Bruno Henrique dividiu com a zaga e a bola sobrou para Matheuzinho soltar a bomba e recolocar o Mengão na frente: 2 a 1. Nos acréscimos, Michael partiu em contra-ataque, tocou para o meio, Gabi fez o corta-luz e Andreas bateu forte. João Ricardo conseguiu fazer a defesa.

Após o apito final, a Nação seguiu no estádio e demonstrou todo o seu apoio ao time rubro-negro, fazendo um belo espetáculo no Maraca. Que torcida é essa!

Próximo compromisso
O Mais Querido volta a campo na próxima sexta-feira (3) para enfrentar o Sport, às 20h, na Arena de Pernambuco.

Ficha técnica
Flamengo 2×1 Ceará – 36ª Rodada do Campeonato Brasileiro
Local: Maracanã, RJ
Público: 47.862
Data: 30/11/2021
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Jean Marcio dos Santos (RN) e Lorival Candido das Flores (RN)
Cartões amarelos: Gabi (FLA), Lima (CEA), Everton Ribeiro (FLA), Gustavo Henrique (FLA), Thiago Maia (FLA), Ramon (FLA), Bruno Henrique (FLA)
Gols: Gabi (2’1ºT), Rick (25’2ºT) e Matheuzinho (33’2º).

Escalação do Fla
Diego Alves (Hugo); Matheuzinho, Gustavo Henrique, Léo Pereira (Bruno Viana) e Ramon (Renê); Thiago Maia, Diego (Michael), Andreas e Everton Ribeiro (Arrascaeta); Bruno Henrique e Gabi.
Técnico: Maurício Souza.

Escalação do Ceará
João Ricardo; Igor (Airton), Messias, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Fernando Sobral (Cléber), Fabinho (Marlon), Kelvyn (Rick) e Lima (Jorginho); Mendoza e Yony González.
Técnico: Tiago Nunes.

Fonte: https://www.flamengo.com.br/noticias/futebol/com-apoio-da-nacao–flamengo-vence-o-ceara-por-2-a-1-no-maraca

COMENTE ABAIXO:

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Atlético-GO marca no fim e vence o Bahia em confronto direto da parte baixa da tabela

Publicado


Em jogo válido pela 35ª rodada, Dragão faz 2 a 1 no Tricolor, com o gol da vitória marcado por Janderson aos 48 da segunda etapa, e volta a vencer na Série A após sete jogos

foto: flickr atetico

O fim do jejum do Atlético-GO no Brasileirão Assaí foi com muita emoção. O Dragão bateu o Bahia por 2 a 1, nesta segunda-feira (29), jogando no Estádio Antônio Accioly, em Goiânia. Marlon Freitas e Janderson – esse nos acréscimos – marcaram os gols do Rubro-Negro, enquanto Rodallega assinalou para o Tricolor em jogo válido pela 35ª rodada.

A vitória no confronto direto faz com que o Atlético-GO chegue aos 44 pontos e assuma a 13ª colocação. Já o Bahia fica em 16º, somando 40 pontos.

+Confira a tabela do Brasileirão Assaí!

O jogo

O primeiro tempo em Goiânia foi de muita intensidade física, com as duas equipes lutando pelos espaços, mas sem muitas oportunidades de gol. Os dois times dividiram a posse de bola e o número de finalizações.

A melhor chance do Dragão foi aos 15 minutos, quando João Paulo serviu André Luís pelo lado direito, o meia finalizou duas vezes e o goleiro Danilo Fernandes apareceu para fazer uma grande defesa e evitar o gol. Já o Tricolor teve seu melhor lance no primeiro tempo com Gilberto: aos 32, o centroavante foi lançado em profundidade, chutou forte, mas a bola foi por cima.

O ritmo no segundo tempo se manteve, porém, com melhor aproveitamento nas finalizações. Logo nos primeiros segundos, Ronald acertou a rede do Bahia pelo lado de fora. E quando o relógio marcava 13 minutos, Marlon Freitas, de pênalti, abriu o placar para o time rubro-negro.

O Tricolor, em desvantagem, aumentou seu volume ofensivo e aos 25, após um cruzamento desviado na defesa, Rossi lutou pela posse na área e a bola sobrou limpa para Rodallega, que chutou firme e deixou o placar empatado.

As duas equipes seguiram atacando e criando oportunidades de gol. Até que aos 48, em transição rápida, Lucão ajeitou para Janderson pelo lado direito, o atacante avançou e soltou um foguete para estufar as redes do Bahia e definir o placar. No fim, o Tricolor ainda perdeu Juninho Capixaba, expulso.

Fonte: https://www.cbf.com.br/futebol-brasileiro/competicoes/campeonato-brasileiro-serie-a-jogos/2021-42-1-350