conecte-se conosco


Esportes

Neymar é suspenso por dois jogos após briga no Campeonato Francês

Publicado


.

O atacante Neymar foi punido com dois jogos de suspensão pela expulsão na derrota de 1 a 0 do PSG para o Olympique de Marselha, no último domingo (13), pela segunda rodada do Campeonato Francês. O brasileiro recebeu o cartão vermelho após o árbitro de vídeo (VAR) identificar um tapa do jogador no zagueiro espanhol Álvaro González durante confusão que marcou os minutos finais do clássico.

Os dois se desentenderam já no primeiro tempo, quando Neymar acusou González de racismo. O atacante disse ter sido chamado de “macaco filho da p…”. A comissão disciplinar da Liga de Futebol Profissional da França (LFP), na mesma nota em que confirmou a punição ao camisa 10 do PSG, informou que investigará o caso envolvendo o zagueiro.

Ainda segundo o comunicado, Neymar será suspenso por mais um jogo se tiver algum problema disciplinar nas próximas 10 partidas na França. O volante Leandro Paredes, também do PSG, recebeu a mesma pena. Já o atacante Ángel Di Maria, outro companheiro de time do brasileiro, foi convocado para a próxima reunião da comissão disciplinar, em 23 de setembro. Ele é investigado por ter cuspido em direção a González.

A punição mais pesada foi dada ao lateral Laywin Kurzawa, mais um do PSG, pela briga com o também lateral Jordan Amavi, que gerou a confusão generalizada da etapa final. Kurzawa recebeu seis jogos de suspensão, três a mais que Amavi, do Olympique. Ao atacante Dario Benedetto, do time de Marselha, também envolvido na discussão, a penalidade foi de uma partida.

Apesar dos desfalques, o atual vice da Liga dos Campeões conquistou a primeira vitória na edição 2020/2021 do Campeonato Francês. Nesta quarta-feira (16), com Neymar na torcida, o PSG derrotou o Metz por 1 a 0, no Parque dos Príncipes, com gol do meia Julian Draxler nos acréscimos da etapa final.

Revolta pelas redes

Não foi só em campo que Neymar esbravejou contra González. “Único arrependimento que tenho é por não ter dado na cara desse babaca”, escreveu o camisa 10, no Twitter, logo após a partida. O brasileiro também desabafou contra a arbitragem, que teria sido conivente com o zagueiro.

“[O] VAR pegar a minha ‘agressão’ é mole. Agora eu quero ver pegar a imagem do racista me chamando de ‘mono hijo de p… [macaco filho da p…, em espanhol]. Isso eu quero ver! E aí? Carretilha você me pune. [Por] cascudo, sou expulso. E eles? E aí?”, disse o atacante em referência a um cartão amarelo que levou em fevereiro após reclamar de ser repreendido por tentar uma jogada de efeito. O árbitro daquele jogo foi o mesmo de domingo: Jérôme Brisard.

González se defendeu, também pelo Twitter. “Não há lugar para racismo. [Tenho uma] carreira limpa e com muitos colegas e amigos no dia a dia. Às vezes, você tem que aprender a perder e assumir isso em campo. Incríveis três pontos hoje”, escreveu o espanhol, que foi rebatido por Neymar: “Você não é homem de assumir teu erro, perder faz parte do esporte. Agora insultar e trazer o racismo pra nossas vidas não. Eu não estou de acordo. Eu não te respeito. Você não tem caráter. Assume o que tu fala, mermão. Seja homem, rapá! Racista!”.

Já na segunda-feira (14), o PSG divulgou um comunicado dando apoio a Neymar, afirmando que “não há lugar para o racismo na sociedade, no futebol ou nas nossas vidas e apela a todos para que se manifestem contra todas as manifestações [de racismo] em todo o mundo”.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook

Esportes

Luisa Stefani e Hayley Carter estão na final em Estrasburgo

Publicado


.

Ao lado da norte-americana Hayley Carter, a brasileira Luisa Stefani, 23 anos, garantiu, nesta quinta-feira (24), uma vaga na decisão do WTA International de Estrasburgo, na França.

A vaga na grande final, que será a quarta decisão de WTA Internacional da carreira da dupla, veio com a vitória sobre a canadense Gabriela Dabrowski e a letã Jelena Ostapenko. A conquista em sets diretos (6/4, 6/3) foi uma revanche já que as rivais desta quinta haviam eliminado a brasileira e a norte-americana no Aberto da Austrália deste ano.

As rivais da final, prevista para sábado, saem do duelo entre a americana Nicole Melichar e a holandesa Demi Schuurs, e a cabeça de chave 3, as japonesas Shuko Aoyama e Ena Shibahara.

Esta é a quarta final de WTA International da carreira de Luisa. Ao lado da americana Carter, ela tem dois títulos, em Tashkent e em Lexington. A brasileira já atinge a posição 32 no ranking de duplas.

 

 

Edição: Lílian Beraldo

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Libertadores: Líder do Grupo G, Santos enfrenta o Delfín no Equador

Publicado


.

O Santos fecha nesta quinta-feira (24) a participação dos clubes brasileiros na quarta rodada da Fase de Grupos da Copa Libertadores. O Peixe vai encarar o Delfín (EQU) fora de casa, no Estádio Jocay, na cidade de Manta, no Equador, às 23h (horário de Brasília). O time brasileiro é o primeiro colocado do Grupo G, com sete pontos conquistados. Enquanto os equatorianos são o quarto, com um ponto na tabela de classificação.

Se a equipe da Vila Belmiro vencer na noite de hoje (24), nas duas rodadas restantes da Fase de Grupos, basta somar um ponto para assegurar a vaga para as oitavas de final. 

O outro confronto do Grupo G válido pela quarta rodada, aconteceu ontem (23). O Defensa y Justicia (ARG) venceu o Olimpia (PAR) por 2 a 1 na capital Buenos Aires, na Argentina. Com esse resultado, os argentinos alcançaram a vice-colocação, com seis pontos conquistados. Já os paraguaios, com cinco, ocupam a terceira posição. 

A equipe da Vila Belmiro permanece invicta na competição. Nos três primeiros confrontos disputados até o momento, foram duas vitórias e um empate. No Campeonato Brasileiro, os santistas aparecem na oitava colocação. Do outro lado, o Delfín busca a sua primeira vitória na Libertadores, em três jogos, empatou um e perdeu dois. No Campeonato Equatoriano, o adversário dos paulistas é o nono colocado.

Na terceira participação na Libertadores, o Delfín busca avançar pela primeira vez às oitavas de final. Em 2018 foi eliminado na Fase de Grupos, terminando a participação na lanterna do grupo. Já em 2019 parou na Segunda Fase, que é classificatória para a Fase Grupos.

Edição: Fernando Fraga

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana