conecte-se conosco


Esportes

Judô brasileiro volta a competir sexta-feira em Grand Slam, na Hungria

Publicado


O Circuito Mundial de Judô retorna na sexta-feira (23), com a realização do Grand Slam de Budapeste (Hungria), após mais de seis meses de paralisação, em razão da pandemia do novo coronavírus (covid-19). A delegação brasileira com 18 judocas – 12 homens e seis mulheres – desembarcou ontem (20) na capital húngara, que vai reunir mais de 400 atletas de 69 países, entre eles o Brasil. 

A competição distribui mil pontos aos campeões que valem para o ranking classificatório para os Jogos Olímpicos de Tóquio (Japão). Devido ao adiamento do evento esportivo para 2021, a corrida pela vaga olímpica foi estendida até 29 de junho do ano que vem. Apenas os 18 mais bem colocados no ranking – em cada categoria, e por gênero –  terão presença garantida nos Jogos de Tóquio.

Para assegurar a saúde do atletas e profissionais, em meio à pandemia de covid-19,  a Federação Internacional de Judô (FIJ) reforçou a testagem – atletas e comissão técnica farão quatro testes – e determinou o confinamento dos participantes em um hotel, em Budapeste. 

A  equipe masculina do Brasil conta com Eric Takabatake (categoria até 60 quilos), Eduardo Katsuhiro (até 73 kg), João Pedro Macedo (até 81kg), Rafael Macedo (até 90kg), Rafael Buzacarini (até 100kg), Leonardo Gonçalves (até 100kg), Rafael Silva “Baby” (mais de 100 kg) e David Moura (mais de 100 kg), além de quatro judocas convocados das categorias de base que estão em processo de transição do Júnior para o Sênior: Renan Torres (até 60kg), Willian Lima (até 66kg), Guilherme Schimidt (até 81kg) e Marcelo Gomes (até 90kg).  

Entre as mulheres, o país será representado por Larissa Pimenta (até 52kg), Jéssica Pereira (até 57kg), Ketleyn Quadros (até 63kg), Maria Portela (até 70kg), Maria Suelen Altheman (mais de 78kg) e Beatriz Souza (mais de 78kg). 

“Acredito que vá ser uma competição totalmente imprevisível. Nossos atletas conseguiram treinar nos últimos quatro meses graças ao período em Portugal, na Missão Europa, do COB, e agora, no treinamento que realizamos em Pindamonhangaba. Para essa primeira competição, estamos levando aqueles que estão melhor treinados. Mas, não sabemos em qual nível estarão os outros países, quem conseguiu treinar e quem não. Podemos ver favoritos caindo e surpresas surgindo”, aposta o gestor de Alto Rendimento da Confederação Brasileira de Judô (CBJ), Ney Wilson Pereira, em depoimento no site da entidade. 

Nos únicos Grand Slams realizados este ano – Paris e Dusseldorf – que ocorreram em fevereiro, o Brasil subiu ao pódio quatro vezes, apenas com mulheres: Larissa Pimenta (medalha de bronze) e Beatriz Souza (bronze), na França; e  Mayra Aguiar (prata) e Rafael Silva “Baby” (bronze) na Alemanha.  

Confira abaixo a programação do Grand Slam de Budapeste: 

Quinta-feira (22)

9h – Sorteio das Chaves (online) 

Sexta-feira (23)

10h – Bloco Final (medalhas)

Lutam: Larissa Pimenta (52kg), Jéssica Pereira (57kg), Eric Takabatake (60kg), Renan Torres (60kg) e Willian Lima (66kg). 

Sábado (24)

10h – Bloco Final (medalhas)

Lutam: Ketleyn Quadros (63kg), Maria Portela (70kg), Eduardo Katsuhiro (73kg), João Pedro Macedo (81kg) e Guilherme Schimidt (81kg). 

Domingo (25)

10h – Bloco Final (medalhas)

Lutam: Maria Suelen Altheman (+78kg), Beatriz Souza (+78kg), Rafael Macedo (90kg), Marcelo Gomes (90kg), Rafael Buzacarini (100kg), Leonardo Gonçalves (100kg), Rafael Silva “Baby” (+100kg) e David Moura (+100kg).

Edição: Cláudia Soars Rodrigues

Comentários Facebook

Esportes

Mais três pontos! Ju vence o Náutico e segue no G4 da Série B

Publicado


O Verdão lutou muito para conquistar a 11ª vitória na Série B. A equipe do técnico Pintado recebeu o Náutico e com gol de Capixaba no comecinho do segundo tempo, venceu por 1×0. Com os três pontos conquistados, o Juventude chega aos 40 e se mantém no G4, na quarta colocação. A partida ocorreu na noite deste sábado (28/11), no estádio Alfredo Jaconi.

O jogo

O primeiro tempo foi truncado e de poucas oportunidades de gol para os dois lados. O Náutico até tentou propor o jogo nos primeiros minutos, mas o Juventude soube adminsitrar as investidas do adversário. Quando foi para o ataque, o time Alvivetde mostrou força. Aos 15, Cajá cobrou escanteio e Odivan subiu na segunda trave para mandar de cabeça. Anderson apareceu para tirar no ângulo.

O Juventude voltou a assustar e quase abriu o placar aos 27. Capixaba recebeu na entrada da área, limpou o marcador e soltou a bomba. Anderson, mais uma vez, fez milagre. O Náutico ainda assustou com Erick, em chute colocado, mas Carné, bem posicionado, fez a defesa.

Se o Verdão não conseguiu balançar as redes no primeiro tempo, precisou de menos de dois minutos para inaugurar o marcador na etapa complementar. Aos dois, Capixaba recebeu de Grampola na entrada da área e soltou o pé. A bola  desviou na zaga e estufou as redes. 1×0. A partir daí o jogo voltou a ficar truncado e com poucas oportunidades.

Os visitantes tiveram duas chances com Kieza. Aos onze, o camisa nove finalizou de dentro da área, mas parou em boa defesa de Carné. Aos 28, Kieza aproveitou sobra na pequena área e tentou a bicicleta. A queima-roupa, Marcelo Carné mostrou segurança mais uma vez e operou um milagre! Com o placar na mão, o Juventude segurou bem o jogo, controlou as ações e garantiu mais uma importante vitória na Série B.

O próximo compromisso Alviverde é longe de casa. Na próxima quarta-feira (02), às 19h, o Juventude viaja até Ribeirão Preto para enfrentar o Botafogo (SP).

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Santos goleia o Sport por 4 a 2 e avança na tabela

Publicado


Na tarde de sábado (28), o Santos goleou por 4 a 2 o Sport na Vila Belmiro com gols de Marinho, Lucas Braga, Bruno Marques e Soteldo. Com o triunfo, o Peixe avançou na tabela e assumiu a 5ª colocação.

Em ótimo momento na temporada, foi a primeira vez no ano em que o time santista marcou quatro gols em uma partida.

O Alvinegro teve o retorno do técnico Cuca, após ficar afastado pelo Covid-19. E o seu retorno foi coroado com uma substituição fundamental para a vitória santista. Ele promoveu a estreia nos profissionais do atacante Bruno Marques, de 1,94m. E com poucos minutos em campo, a sua estrela brilhou.

Agora, o próximo compromisso do Peixe será o jogo da volta diante da LDU, pela Taça Libertadores, também na Vila Belmiro, na terça-feira (1), as 19h15. O Santos pode empatar ou até perder por um gol de diferença que estará classificado para as quartas de finais.

O jogo

O Santos iniciou a partida pressionando, e logo aos três minutos em falta cobrada por Marinho, surgiu a primeira oportunidade de gol. A zaga do Sport desviou a bola para escanteio, e o árbitro Wilton Pereira foi chamado pelo VAR para visualizar o lance com mais precisão. Ao analisar a jogada, o árbitro assinalou pênalti para o Santos, constatando que o desvio da zaga do Sport foi com a mão. Marinho foi para a cobrança, e marcou seu 13º gol no Campeonato Brasileiro, mantendo a vice-artilharia na competição. No ano, foi o seu 19º tento.

Sete minutos depois, Diego Pituca lançou Lucas Braga na entrada da grande área, e o atacante santista finalizou com categoria para marcar o segundo gol do Peixe, e mais uma vez ,o VAR entrou em ação. O árbitro anulou o gol alegando impedimento do zagueiro Lucas Veríssimo, que estava participando do lance. Após a checagem do VAR, o gol foi validado, e Lucas Braga pôde comemorar seu 2º gol com a camisa do time santista, e o primeiro no Campeonato Brasileiro.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana