conecte-se conosco


Esportes

De olho na liderança, Flamengo abre maratona pela Série A contra Goiás

Publicado


O Flamengo disputará três jogos pela Série A do Campeonato Brasileiro nos próximos seis dias. A maratona começa hoje (13), às 18h (horário de Brasília), contra o Goiás, no Maracanã, em partida adiada da 11ª rodada. O confronto teve de ser postergado devido aos compromissos do Rubro-Negro contra os equatorianos do Independiente del Valle e do Barcelona de Guayaquil,  pela quarta e quinta rodadas da fase de grupos da Libertadores.

Com 27 pontos, o Flamengo tem uma oportunidade de encostar no líder Atlético Mineiro. Em caso de vitória, a equipe carioca pode igualar os 30 pontos do Galo, ainda que fique atrás pelo número de triunfos, já que os mineiros ganharam 10 vezes. O Rubro-Negro dirigido pelo catalão Domenèc Torrent pode alcançar o nono resultado positivo. O time ocupa a terceira posição na tabela e não perde há quatro jogos no Brasileirão. 

O treinador tem vários problemas para escalar a equipe. O lateral Maurício Isla, o zagueiro Rodrigo Caio e o meia Everton Ribeiro estão defendendo suas respectivas seleções nacionais. O lateral João Lucas, o meia Giorgian De Arrascaeta e o atacante Gabriel estão contundidos. Já o meia Diego Ribas está suspenso. No gol, Diego Alves já se recuperou  de uma lesão no ombro, mas a participação dele no jogo desta terça-feira (13) ainda não está confirmada.

Com tantas ausências, Dome deverá iniciar a maratona rubro-negra com Hugo Souza; Matheuzinho, Gustavo Henrique, Natan e Filipe Luis; William Arão, Thiago Maia e Gerson; Bruno Henrique, Vitinho e Pedro. Alguns dos prováveis titulares podem ser poupados, de olho nos jogos contra Red Bull Bragantino, na quinta-feira (15), e Corinthians, no domingo (17).

Já o Goiás é o último colocado da Série A, com nove pontos, mas tem três compromissos a menos que a maioria dos times. Além do jogo contra o Flamengo, o Esmeraldino teve adiadas as partidas contra São Paulo (1ª rodada) e Grêmio (6ª). Se ganhar, o Verdão deixa a lanterna: chegará a 12 pontos, mesmo total do Bragantino, ficando à frente do time paulista pelo número de vitórias (três a dois).

 

O técnico Enderson Moreira busca a primeira vitória no comando do Goiás, após três derrotas. Ele não contará esta noite com o volante Gilberto, contundido. Também estão fora por lesão o volante Sandro e os atacantes Mike e Victor Andrade. Em contrapartida, retornam o lateral Edilson, que cumpriu suspensão, e o atacante Douglas Baggio, recuperado do novo coronavírus (covid-19).

O Esmeraldino deve alinhar com Tadeu; Edilson, David Duarte, Fábio Sanches e Caju (Jefferson); Breno, Daniel Bessa e Shaylon; Douglas Baggio, Vinícius e Rafael Moura. Este último, aliás, completou 100 jogos pelo time goiano. O centroavante de 37 anos tem 46 gols e 17 assistências vestindo a camisa do Verdão.

Confira a classificação da Série A do Campeonato Brasileiro.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Comentários Facebook

Esportes

Vasco perde pênalti, mas bate Caracas no fim pela Sul-Americana

Publicado


Foi sofrido, com direito a gol nos minutos finais, marcado por um prata-da-casa com histórico goleador na base, mas pouco aproveitado no time principal. Nesta quarta-feira (28), em São Januário, o atacante Tiago Reis, 21 anos, garantiu a suada vitória por 1 a 0 do Vasco sobre o Caracas, da Venezuela, no jogo de ida do confronto pela segunda fase da Copa Sul-Americana.

O triunfo foi o primeiro do técnico português Ricardo Sá Pinto no comando vascaíno e encerrou um jejum de nove partidas sem vitórias da equipe carioca, que pecou na construção de jogadas ao longo dos 90 minutos e ainda desperdiçou um pênalti no segundo tempo. O resultado dá ao Cruzmaltino a vantagem do empate no duelo de volta, na quarta-feira (4), às 21h30 (horário de Brasília), na capital venezuelana. Se balançar as redes fora de casa, o time brasileiro poderá até perder por um gol de diferença.

O ganhador do confronto pega quem avançar entre Defensa y Justicia, da Argentina, e Sportivo Luqueño, do Paraguai. No primeiro jogo, também nesta quarta, em Luque (Paraguai), os argentinos venceram por 2 a 1. O segundo duelo também será na quarta-feira que vem.

O Vasco tomou conta do campo defensivo do Caracas, com a posse de bola beirando os 70%, mas apresentou dificuldades no último passe e na finalização, escancarando a falta que o meia Martín Benitez e o atacante German Cano – ambos contundidos – fazem. Aos 18 minutos, na melhor oportunidade da primeira etapa, o meia Leonardo Gil cruzou e o atacante Ribamar, livre, cabeceou por cima. Aos 41, os vascaínos ainda pediram pênalti do lateral Luis Casiani no meia Carlinhos, mas o árbitro peruano Michael Espinoza nada assinalou.

Os cariocas mantiveram a postura ofensiva na etapa final. Aos 12 minutos, Casiani derrubou o lateral Henrique na área. Carlinhos, porém, bateu mal demais a penalidade, fraco e a meia altura, facilitando a defesa do goleiro Beycker Velázquez. Para complicar, o atacante Ygor Catatau – que entrou em campo aos 26 minutos – levou o cartão vermelho 10 minutos depois, após uma sequência de faltas.

Se a opção por Ygor não deu resultado, as entradas do meia Guilherme Parede e do atacante Tiago Reis funcionaram melhor do que a encomenda. Aos 42 minutos, quando o duelo caminhava para o empate, Parede recebeu do também meia Andrey e cruzou para Tiago Reis. O artilheiro da Copa São Paulo de Juniores do ano passado, apenas três minutos depois de ir a campo, aproveitou a assistência para garantir a vitória vascaína.

O Cruzmaltino volta as atenções para a Série A do Campeonato Brasileiro. A equipe carioca visita o Goiás neste domingo (1), às 20h30, pela 19ª rodada da competição. O Vasco é o 17º colocado, primeiro time na zona de rebaixamento, com 18 pontos.

Confira a tabela da Copa Sul-Americana.

Edição: Fábio Massalli

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Flamengo visita o Athletico, vence e larga bem na Copa do Brasil

Publicado


Na Arena da Baixada, a noite desta quarta (28) foi de reencontro de rubro-negros. Athletico Paranaense e Flamengo fizeram a partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil desta temporada. O confronto foi uma reedição das quartas de final do torneio de 2019, que teve a classificação do Furacão, e da final da Supercopa de 2020, com o título da equipe carioca. 

Dessa vez o Flamengo saiu na frente mesmo sem forçar muito o ritmo. Até os 19 minutos, quando marcou o gol, o jogo era todo do time do Rio de Janeiro. Quem abriu o placar foi Bruno Henrique, que alcançou a marca de 50 gols com a camisa do Flamengo e fez o décimo quinto na temporada. 

A jogada começou com um cruzamento do lateral-direito Isla. A bola foi na cabeça do centroavante Pedro. Ele dividiu com o goleiro Santos, a bola foi na trave e caiu no pé do Bruno Henrique que só empurrou para o gol vazio. À frente no placar, o Flamengo administrou a partida. A primeira chegada relativamente perigosa dos donos da casa aconteceu aos 42 minutos. O centrovante Walter cobrou forte uma falta. E o goleiro Hugo Souza fez boa defesa. No rebote, Reinaldo bateu perto do gol adversário.

Na etapa final, o goleiro Hugo foi a estrela. Aos 10, Nikão ganhou do zagueiro Léo Pereira e rolou para Walter. O centroavante finalizou e o goleiro flamenguista fez uma grande defesa. Aos 18, mais uma grande defesa depois do Reinaldo invadir a área carioca e finalizar rasteiro. Depois, ele pegou um pênalti. A infração do lateral-esquerdo Renê sobre Léo Cittadini foi confirmada pelo árbitro Ricardo Marques Ribeiro após chamar o auxílio do VAR. Hugo pulou no canto direito e fez uma bela defesa. Foi o primeiro pênalti defendido pelo garoto no time profissional do Flamengo.

As duas equipes voltam a se enfrentar na quarta-feira (4), às 21h30, no Maracanã. O Furacão precisa vencer para ter chances. Qualquer vitória por um gol dos paranaenses leva a decisão aos pênaltis.

Corinthians perde

Na Neo Química Arena, a noite de quarta teve outro duelo de abertura das oitavas de final. O jogo envolveu o Corinthians, que vive uma temporada de muita instabilidade, e o América Mineiro, embalado pela vice-liderança na Série B. E quem se deu bem foi a equipe que busca retornar à elite do futebol brasileiro.

Nos primeiros 45 minutos, os dois times apresentaram muita vontade, mas ficaram devendo inspiração. Os paulistas tiveram mais posse de bola, só que a primeira boa oportunidade do Timão só veio aos 22 minutos. Depois do escanteio batido por Cazares, a bola bateu no zagueiro Messias do América e ia em direção ao gol. Mas, Diego Ferreira, bem posicionado, afastou quase sobre a linha. 

Aos 26, foi a vez do América chegar. Em boa jogada, Ademir foi no fundo e cruzou. Só que o lateral alvinegro Fagner acompanhou bem a jogada e evitou a conclusão de Felipe Azevedo.

Na etapa final, o cenário do jogo mudou pouco. O América reclamou pênalti quando Ademir invadiu a área, dividiu com Marllon e caiu na área aos 8 minutos. O árbitro Rodrigo Dalonso Ferreira mandou seguir. 

O próximo lance digno de registro veio só aos 43 minutos de jogo e foi o gol dos visitantes. O atacante Marcelo Toscano aproveitou a falha do goleiro Cássio, que saiu jogando errado. O artilheiro recebeu um bom passe de Neto Berola e não desperdiçou a oportunidade. Fez o único gol da noite de futebol em São Paulo.

A partida de volta acontece na quarta-feira (4), às 21h30, na Arena Independência, em Belo Horizonte. Com o gol fora não é critério de desempate na Copa do Brasil, para avançar nos 90 minutos, o Corinthians precisa vencer por dois gols de diferença. Qualquer vitória mínima do Timão leva o jogo aos pênaltis.

Veja aqui a tabela da Copa do Brasil

Edição: Fábio Massalli

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana