conecte-se conosco


Atletismo

Cuidados para quem pratica atividade física ao ar livre durante as chuvas

Publicado

Os corredores devem ficar atentos ao melhor tipo de tênis para a chuva — Foto: Getty Images

Os corredores devem ficar atentos ao melhor tipo de tênis para a chuva — Foto: Getty Images

Choveu, e agora? As chuvas de verão, especialmente no sudeste do país, provocam o caos nas cidades despreparadas e atrasam os treinos de quem se exercita ao ar livre. Mas a chuva não precisa ser necessariamente um obstáculo para a atividade física, como ensina o educador físico Alisson Lopes. A ideia é encarar a meteorologia como mais um desafio do treinamento. Se não houver raios nem risco de alagamento, o negócio é malhar debaixo d’água. Mas é importante ressaltar que todo cuidado é pouco. Por isso, Lopes listou para o Eu Atleta dez dicas de cuidados e precauções que pessoas que praticam atividade ao ar livre devem ter sob a previsão de chuva.

– Não vejo nenhum problema quanto aos praticantes de atividades em outdoor se exercitarem na chuva, desde que tenham atenção a esses cuidados – comenta.

  1. Abrigo contra raios e relâmpagos – Se o temporal tiver raios, não permaneça em áreas abertas como campos de futebol e quadras de tênis e nunca se abrigue debaixo de árvores isoladas. Hora de abandonar os treinos. Assim como nos relâmpagos, já que o clarão é a luminosidade provocada por descargas elétricas; ou seja, é um sinal de alerta que recebemos e o praticante deve sim buscar proteção imediatamente.
  2. Tênis com solado adequado – Para corredores, é fundamental a escolha de tênis com solado apropriado para o asfalto liso. Sobretudo nos dias de chuva, para que não haja o encharcamento e cause desconforto na prática. Os tênis devem ser impermeáveis, com tratamento de aderência (DWR – Durable Water Repellent), ou possuir engenharia pensada para os dias de chuva. Use estas referências na hora da compra.
  3. Tipo de tecido – É importante ficar atento ao tipo de roupa. O ideal é vestir peças leves, feitas de material sintético (poliamida, poliéster), estilo dry fit perfurado, por exemplo, e evitar o algodão, pois molhado ele pesa demais. Utilizar bonés ou viseiras podem ser uma excelente estratégia também para evitar que a água toque nos olhos.
  4. Na piscina – Para os praticantes de atividades aquáticas, os cuidados devem ser redobrados em caso de tempestades com raios, pois em geral as águas utilizadas nas piscinas são cheias de íons, sais e componentes químicos que a tornam um potencial condutor de energia. Sendo assim, a recomendação é sair imediatamente da piscina e procurar abrigo seguro;
  5. Na trilha e na montanha – Praticantes de trilhas, trekking, escalada ou rapel devem, antes de tudo, acompanhar a previsão do tempo. Além disso, o ideal é marcar o horário de partida da aventura para o mais cedo possível. Se estiver em situação de risco e exposição a raios durante a trilha, procure se agachar e ficar em posição fetal, mas não deite no chão: nesta posição, agachado, apenas as pontas dos pés devem tocar o solo. Neste momento é importante não ficar em grupos grudados, mantenham-se afastados e tentem sair do cume o mais rapidamente possível. Os cuidados de quem escala são os mesmos de quem faz trilha, apesar de o nível de exigência da escalada ser maior.
  6. Na bike – Se estiverem pedalando em lugares de maior altitude, os ciclistas devem ir rapidamente para lugares mais baixos. Não é indicado que fiquem muito próximos uns dos outros. É importante usar roupas impermeáveis, e se possível sempre levar outras peças para manter a temperatura corporal. Uma jaqueta impermeável com capuz é sempre indicada.
  7. Na praia – Em dias de chuva, você pode correr na areia normalmente, exceto se houver relâmpagos e raios. Se vai nadar no mar aberto, precisa ficar atento às condições do mar e das marés. Se ela subir demais ou o mar ficar agitado, não de deve mergulhar ou nadar. Já os esportes de areia devem ser realizados após uma boa preparação dos músculos estabilizadores, principalmente das articulações dos tornozelos e joelhos. Em areias que são inclinadas, a coluna vertebral será demasiadamente exigida, o que não aconselhado para praticantes que buscam saúde.
  8. Banho quente ou frio? – Nos dias de atividade ao ar livre, se o praticante tomou aquele banho inesperado de chuva, trocando a temperatura quente do corpo pela da água fria, o ideal é chegar em casa e o quanto antes tomar um banho morno, para equilibrar a temperatura corporal;
  9. Vitamina para já! – A alimentação saudável é fundamental para os praticantes, sobretudo as vitaminas que reforçam o sistema imunológico, tais como: vitaminas A, B2/B6, a famosa vitamina C, entre outras;
  10. Em casa – Em dias de tempestades, com raios e alagamentos, até mesmo ir para a academia pode ser uma aventura. A prática mais segura, nesse caso, é a atividade física em casa. Lembre-se apenas de colocar um tênis, roupas leves e confortáveis e sempre contar com orientação profissional. Os praticantes em residência, que a cada dia tem seu número aumentado, devem procurar um profissional de Educação Física formado e que tenha experiência em atendimento personalizado presencial e online, que possa tirar dúvidas, acompanhar e monitorar mesmo que à distância. Evitar aplicativos mecânicos, robotizados.

Da redação com Eu Atleta

Comentários Facebook

Atletismo

Corrida Viva Saúde marcou o aniversário de 67 anos de Rondonópolis

Publicado

 

Foto: Ilcimar Aranhas

Rondonópolis completou 67 anos de emancipação politica e administrativa nesta quinta-feira (10), mas quem fez a festa foi os 300 atletas que invadiram as ruas da cidade para participarem da ‘1ª Corrida Viva Saúde’.

O evento foi organizado pela  JJ Esportes LTDA.

A corrida teve grande adesão de atletas e simpatizantes do esporte, tanto o ponto de partida quanto o de término das disputas ocorreu na Avenida Lions Internacional esquina com Fernando Correia da Costa.

O evento contou com trajeto de 5 e 10 km de distância, com muita disputa na reta final, onde os corredores elogiaram muito a organização do evento, pois não teve nenhum problema, com largada no horário, medalhas, água, frutas, cronometragem e premiação, tudo que os atletas esperavam de uma corrida bem organizada.

Para abrilhantar a festa o atleta olímpico, Giovani dos Santos, deu um passeio no evento competindo de forma simbólica nos 10km.

O campeão na geral masculina 5km foi Ricardo Lourenço e no feminino foi a atleta Luzinete Andrade. Já nos 10km o campeão geral masculino foi Antônio de Souza (Maranhão) e no feminino foi Juscileide Nogueira.

Click aqui e Veja Classificação completa 

Comentários Facebook
Continue lendo

Atletismo

Abertas as inscrições para a Corrida Solidária em Rondonópolis

Publicado

Foto: Assessoria

Os amantes de corrida rua já podem preparar o tênis, vem aí mais desafio em Rondonópolis. A Corrida e Caminha Solidária está com inscrições abertas e será realizada no dia 20 de dezembro.

A iniciativa é de voluntários do projeto Transbordar, uma organização que conta com apoiadores de Rondonópolis, Pará, São Paulo, EUA e tem objetivo de estimular a prática esportiva e a solidariedade.

A ficha de inscrição está disponível no site https://rogeriocustela.com.br/new/. O participante pode escolher o percurso de 5 km ou 10 km e a modalidade (corrida ou caminhada). A taxa de inscrição tem custo de R$ 50,00 e 1 quilo de alimento não perecível. A renda será revertida para compra de cestas básicas para famílias carentes.

O participante tem direito a um kit com camiseta, medalha, viseira que deve ser retirado no mesmo dia do evento, das 05h30 até às 09h30. O percurso será entre a ponte Otaviano Muniz e toda a extensão do calçadão da Avenida dos Estudantes.

Informações pelo telefone: 66 99986-3116.

Regulamento

1 – Dia 20 de Dezembro no GRUPO ECHER – Av. Lions Internacional – Vila Aurora, das 05h30 até às 09h30, retire o kit e já realize sua corrida ou caminhada de 5km ou 10km pela região da ponte nova e calçadão da avenida dos estudantes.
2 – Após conclusão retorne ao GRUPO ECHER onde será entregue a medalha.
3 – O atleta terá que apresentar por meio de relógio ou celular, a conclusão do percurso escolhido para retirada da medalha.
4 – Ao participar corrida, o atleta assume total responsabilidade pela as informações fornecidas no ato da inscrição. O atleta declara gozar de boa saúde e estar apto para praticar atividade física. Assume quaisquer outras despesas necessárias ou provenientes da sua participação.
5 – Não haverá reembolso por parte da organização bem como seus patrocinadores, apoiadores e realizadores, de nenhum valor correspondente a equipamentos e/ou acessórios utilizados pelos atletas no desafio, independente de qual for o motivo, nem por qualquer extravio de materiais ou prejuízos que por ventura o atleta venha sofrer durante a participação da corrida.
6 – A organização não se responsabiliza pelo local onde o participante escolhe para correr, cabe ao participante a escolha de um local condizente com a situação governamentais, assim como resguardo de sua saúde.
7 – A organização recomenda rigorosa avaliação médica, inclusive a realização de teste ergométrico prévio para todos os atletas participantes.
8 – Poderão os organizadores/realizadores suspender a corrida, por questões de segurança pública, atos públicos, vandalismos e/ou motivos de força maior.
9 – Cada atleta é responsável pelo seu sistema de hidratação.
10 – Compras de kits fora da cidade de Rondonópolis-MT, frete por conta do atleta.
11 – kit composto de camiseta, medalha, viseira.
12 – Camisetas tamanhos P, M, G, GG e BABY LOOK P, M, G, GG.
13 – NÃO HAVERÁ TROCA DE CAMISETAS NA RETIRADA DE KIT.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana