conecte-se conosco


Esporte e Saúde

Cuiabano emagrece 56kg sem cirurgia e dá dicas em Instablog fitness

Publicado

 

Antes e depois de Breno

Foto: Arquivo Pessoal

Antes e depois de Breno

Há oito anos, o cuiabano Breno Zamar tomou uma decisão que mudaria sua vida para sempre: pesando 126 quilos, ele percebeu que não queria mais viver daquela forma, e decidiu mudar a alimentação e o estilo de vida. Hoje, 56 quilos mais magro, ele se tornou um ‘blogueiro fitness’, e tem mais de 30 mil seguidores.

 
 Breno contou ao Olhar Conceito que começou a engordar aos dez anos de idade, e desde então não parou mais. “Minha alimentação sempre foi a “porcariada”, lanches, refrigerantes, doces e salgadinhos. Não me alimentava de comida de verdade, e sim de lanches e doces”, lembra.
 
As coisas começaram a mudar quando ele entrou na faculdade de direito, em 2009. “Tocou algo em mim que eu deveria emagrecer, até porque meus pais eram hipertensos e tinham diabetes, então deveria tomar cuidado, como tomo até hoje”.
 
Os pais de Breno faleceram em decorrência das complicações de saúde, o que lhe deu ainda mais forças para buscar uma vida saudável. Como vivia em Alta Floresta, a 800km de Cuiabá, ele não tinha condições de buscar ajuda profissional. Por isso, todas as suas dietas e exercícios foram feitos ‘por conta própria’.
 
O cuiabano não tomou remédios nem fez cirurgias para alcançar seu objetivo. “Minha dieta, de primeira, foi cortar tudo que fazia mal. Comecei cortando um pouco dos carboidratos, e cortei doces e refrigerantes. Hoje em dia como um doce ali outro aqui, mas com equilíbrio, e não tomo mais refrigerante”.
 
Para além da alimentação, ele também mudou o estilo de vida. A academia se tornou obrigatória diariamente, e aos finais de semana ele ainda corre pelas ruas da cidade.
 
Todas as dicas do que fez para perder 56kg em um ano e dois meses, ele posta em suas redes sociais. “Na verdade meu Instagram era pessoal, publicava meus pratos, meus treinos e comecei a ver que cada dia ganhava seguidores, e varias pessoas mandavam perguntas e dúvidas”, lembra. “Não sou da área da saúde, porém conto minha experiência, e gosto de incentivar e ajudar as pessoas a terem um estilo de vida mais saudável, mostrando que não precisa gastar muito para ter uma saúde melhor, e uma disposição ideal para viver no dia a dia”.
 
Para manter o corpo que conseguiu alcançar, Breno continua malhando, correndo e comendo de forma regrada. A única coisa que ele ‘cortou de vez’ foi o refrigerante. “Às vezes como doce, salgado, mas aí compenso correndo em dobro no outro dia, cortando os carboidratos. Tudo é equilíbrio”.
 
Hoje, ele lembra da dificuldade do início da dieta. “[O mais difícil] foi a disposição, mas logo que comecei a ver alguns resultados, calças ficando mais soltas e camisa também… isso foi me animando, e fui cada dia querendo mais”.
 
Apesar de já ter chegado longe, Breno ainda quer mais. “Ainda estou na luta para emagrecer um pouco mais, e ganhar mais massa magra, a luta é diária. Um dia de cada vez, porém o resultado vem, basta querer e se dedicar”, finaliza.
 
Quem quiser acompanhar o dia-a-dia de Breno pode acessar seu Instagram AQUI.

Fonte: www.olhardireto.com.br
Comentários Facebook

Esporte e Saúde

Homem é detido por tentativa de furto de fiação elétrica no Mini Estádio Monte Líbano

Publicado

Mini estádio Monte Líbano- Foto: Ilcimar Aranhas/ Cidade Nos Esportes

Policiais militares de Rondonópolis (a 212 km de Cuiabá) prenderam na madrugada desta terça-feira (31.03), um homem por tentativa de furto, no bairro Monte Líbano.

Conforme o boletim de ocorrência, a denúncia via 190 relatava que um homem estaria tentando furtar a fiação elétrica do estádio.

No local, os policiais encontraram o homem escondido entre as arquibancadas. Ele alegou que estava no estádio para dormir, porém, os policiais perceberam que o suspeito carregava uma alavanca de ferro.

Na vistoria, os agentes encontraram as caixas de eletricidade dos postes dos refletores danificadas e os fios de energia e a tela de proteção cortadas.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte e Saúde

Britânico passa por reconstrução facial após confundir tumor na pele com espinha

Publicado


Britânico Colin Davies passou por reconstrução facial após  câncer de pele
Reprodução/Daily Mail

Britânico Colin Davies passou por reconstrução facial após câncer de pele

Um homem foi submetido a uma reconstrução facial após confundir um tumor cancerígeno com uma simples espinha em sua cabeça. De acordo com o Daily Mail
, Colin Davies, de 66 anos, procurou ajuda médica após perceber que o caroço em sua testa estava crescendo com o passar do tempo, descobrindo, assim, que tinha câncer de pele
já em estágio avançado.

Leia também: Conhece a harmonização facial? Conheça todos os detalhes

Davies relatou que, no início, não se preocupou com a pequena ‘bolinha’ vermelha que se alojou em sua testa, e que só procurou por um especialista ao notar um crescimento fora do comum no caroço, que ficou do tamanho de uma uva. Em pouco tempo, o câncer de Colin tomou conta de seu corpo, espalhando-se pelo pescoço, mandíbula, orelha e ombro direito, fazendo com que realizasse um procedimento de reconstrução facial
que durou 13 horas em uma clínica de Hartlepool, na Inglaterra

Reconstrução facial e o período de recuperação de Colin

O britânico explicou que, devido ao avanço do câncer de pele, teve grande parte de seu rosto removido. Ele também sofreu a perda do couro cabeludo, que foi substituído por uma placa de acrílico e um enxerto de pele retirado da perna, passando ainda por dois meses de radioterapia intensiva para erradicar o câncer.

Leia também: Pela primeira vez, EUA aprovam uso de medicamento à base de maconha

Depois de lutar contra 21 tumores durante 25 anos, o idoso decidiu compartilhar sua experiência a fim de motivar e encorajar pessoas que estão passando pela mesma situação que viveu. Atualmente, livre do câncer, Colin se descreveu otimista e muito animado para o futuro.


Colin, de 66 anos, retirou 21 tumores de seu corpo
Reprodução/Daily Mail

Colin, de 66 anos, retirou 21 tumores de seu corpo

“Se o caroço não tivesse crescido, talvez passasse despercebido. Eu poderia ter morrido aos 41 anos se não fosse um bom observador. Lutei contra o câncer de pele por mais de 25 anos, passei por muitos momentos complicados, e finalmente posso afirmar que estou livre disso. Agora, quero contar a minha história para que as pessoas se cuidem e tenham em mente que não são invencíveis”, disse.

Davies alegou que apesar de ter conseguido reverter o quadro de câncer de pele, continuará com os cuidados e evitará ao máximo a exposição ao sol
, já que isso pode fazer os tumores retornarem.  

Leia também: Britânico sem órgão sexual ganha ‘pênis biônico’ após passar por 15 cirurgias

“Meu médico suspeita que meus anos de juventude, quando pescava abaixo do sol forte, podem ter influenciado na propagação da doença. Demorei dois anos para ser diagnosticado de fato, só sentia meu rosto dolorido e coçando. Depois desse período, perdi grande parte dele, e por isso tive que passar por uma reconstrução facial
e por implantes de próteses do meu canal auditivo. No momento, estou bem, e quero conscientizar as pessoas sobre os riscos e os cuidados que devemos ter com o câncer de pele”, concluiu.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana