conecte-se conosco


Esportes

Bruno Soares: “Nova Iorque é um lugar especial na minha carreira”

Publicado


.

A história do mineiro Bruno Soares nas quadras de Flushing Meadows, no Queens, em Nova Iorque, começou em 2012. Naquele ano, junto com a russa Ekaterina Makarova, o brasileiro foi campeão das duplas mistas. Dois anos depois, em 2014, veio o bicampeonato, mas desta vez ao lado da indiana Sania Mirza. Em 2016 chegou a primeira conquista nas duplas masculinas, jogando com o britânico Jamie Murray. E agora, na tarde desta quinta (10), veio a consagração com a conquista da quarta taça, o bicampeonato nas duplas masculinas. O parceiro, agora, foi o croata Mate Pavić.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

US Open Champs ? #PureJoy #PureLove #Endlessfeelings #ForeverGrateful

Uma publicação compartilhada por Bruno Soares (@brunosoares82) em 10 de Set, 2020 às 3:55 PDT

“Nova York sempre foi um lugar que me proporcionou grandes vitórias, grandes resultados. Poder voltar a segurar um troféu desses depois de quatro anos é uma sensação muito especial. Aos 38 anos, começo a sentir que o final da minha carreira pode estar chegando. Mas foram dias incríveis esses que vivemos aqui nesse ano”, disse o tenista na entrevista coletiva após a final.

Apesar dos 38 anos, Soares garante que a dupla segue focada nos próximos desafios da temporada: “A motivação vai seguir gigante para os próximos torneios até o final dessa temporada”.

Com o troféu do US Open na bagagem, a dupla já parte nesta sexta-feira (11) para Roma. O próximo compromisso é o Master da Itália, entre 14 e 21 de setembro. “Já tínhamos definido esse compromisso. Antes, a nossa ideia era participar de todos os torneios possíveis até o final do ano. Porém, agora a situação já mudou. O título daqui praticamente nos classifica para o finals de novembro. Então, é bem provável que a gente ajuste algumas coisas. Só não abrimos mão dos torneios de Grand Slam e dos Masters 1000″, diz o brasileiro.

Título com Pavic

Após encerrar a parceria com o britânico Jamie Murray, em maio de 2019, o brasileiro definiu a parceria com o croata Mate Pavic. Os dois começaram a participar em parceira do circuito internacional no segundo semestre do ano passado. Em outubro de 2019, eles já haviam vencido o Master 1000 de Xangai em uma final com brasileiros (contra Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot). O placar foi 2 sets a 0 (parciais de 6/4 e 6/2). A partir dali, Soares e Pavic partiram para vários campeonatos com boas campanhas, mas sem conquistas.

O jejum terminou nesta quinta. “A gente fazia bons jogos. Tivemos campanhas muito boas em muito torneios, mas sempre perdíamos em pequenos detalhes. Acho que até foi bom aquela eliminação na estreia do Masters 1000 de Cincinnati. Pude me focar mais. Sabia que a questão não era ritmo de jogo. Nesse US Open fizemos um torneio muito bom. As três últimas partidas foram excelentes. É difícil dizer qual foi a melhor”, disse.

Soares também avaliou a final contra Nikola Mektic e Wesley Koolhof: “Sacamos muito bem. Eles não tiveram chances de quebrar nosso serviço. Acho que foi meu melhor dia no saque. Porém, os últimos três jogos nossos foram muito bons. Não tem como escolher uma partida como a melhor nesse US Open. Fomos muito bem nesse torneio. Meu ponto forte é a consistência na parte psicológica e na parte do volume do jogo. O ponto forte do Mate é partir para os pontos vencedores, ele é um cara que cresceu muito aqui”. O jogo acabou com a vitória da dupla do brasileiro por 2 sets a 0 (parciais de 7/5 e 6/3) em uma hora e meia de confronto.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook

Esportes

Série B: Botafogo-SP recebe Brasil de Pelotas no fechamento da rodada

Publicado


.

Com jejum de cinco jogos sem vencer, o Botafogo-SP encara nesta segunda-feira (21) o Brasil de Pelotas, pela Série B do Campeonato Brasileiro. A partida começa às 20h (horário de Brasília), no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP), fechando a décima rodada.  A equipe paulista entra em campo com o objetivo de se distanciar da zona de rebaixamento. No momento, os botafoguenses em 16º lugar, uma posição acima do Z4,com oito pontos conquistados. A mesma pontuação do Guarani, que é o 17°.

Para subir na tabela, o Botafogo-SP precisa melhorar o aproveitamento em casa. Nos quatro jogos realizados como mandante, conquistou apenas uma vitória: empatou um e perdeu dois. Nas últimas cinco rodadas, os botafoguenses empataram duas vezes e perderam três, somando apenas dois pontos.  

Já o Brasil de Pelotas, 13º colocado, vem crescendo na Série B. A equipe gaúcha chega à cidade de Ribeirão Preto com invencibilidade nos últimos três jogos: ganhou dois e empatou um. Apesar da fase positiva, o Xavante ainda não venceu fora de casa: em quatro partidas como visitante, foram duas derrotas e dois empates.

Resultados da rodada

O Cuiabá assumiu liderança da Série B após vitória sobre o Oeste-SP, no último sábado (19), na Arena Pantanal, por 3 a 0. No mesmo dia tivemos dois treinadores passando por experiências distintas. No Cruzeiro, o técnico Ney Franco amargou a sua primeira derrota no comando da equipe. A Raposa perdeu para o CSA por 3 a 1, em  Maceió (AL). Por outro lado, tivemos a primeira vitória do treinador Elano Blumer à frente do Figueirense. Os catarinenses bateram o América-MG por 1 a 0, em Belo Horizonte (MG). Ainda no sábado (19), a Ponte Preta empatou em 1 a 1 com o Operário-PR, em Campinas (SP).

Neste domingo (20). o Sampaio Corrêa venceu sua primeira partida fora de casa: 5 a 2 sobre o Avaí, em Florianópolis (SC). Apesar dos três pontos conquistados, os maranhenses permanecem na zona de rebaixamento, na 18ª posição na tabela, com sete pontos.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

LNF 2020: Brasília busca primeira vitória contra embalada Intelli

Publicado


.

Dois jogos movimentam hoje (21) a Liga Nacional de Futsal (LNF). Às 17h (horário de Brasília), a Intelli Tempersul recebe o Brasília, em Dracena (SP), pelo Grupo A. Depois, às 20h15, o Atlântico visita o Foz Cataratas em confronto do Grupo B.

Intelli e Brasília se reencontram dez dias após o duelo na capital federal. Na ocasião, os alas Tatinho e Felipe Reis e pivô Vitinho garantiram aos paulistas a primeira vitória na edição 2020 da LNF – o fixo Luan Leite descontou. O time de Dracena, em terceiro na chave, com sete pontos em quatro jogos, quer o terceiro resultado positivo seguido, embalado pelo triunfo sobre o Corinthians, por 3 a 2, na última terça-feira (15).

O Brasília, que ainda não venceu após seis partidas, está em penúltimo no grupo, com dois pontos. Nos últimos dois jogos, a equipe encarou o Magnus Sorocaba, líder da chave e único time com 100% de aproveitamento até o momento. Em casa, na quarta-feira passada (16), perdeu por 3 a 1. No sábado (19), jogando no interior paulista, foi superado por 2 a 0.

Já o duelo em Foz do Iguaçu (PR) coloca frente a frente o time da casa, que vem da primeira vitória na LNF 2020 após seis jogos, e o líder do Grupo B. O Atlântico acumula 11 pontos e encabeça a chave com três triunfos, uma derrota e dois empates, um deles fora de casa – no último sábado (19), por 0 a 0, com o Cascavel -, e outro com o próprio Foz, em Erechim (RS), por 2 a 2, no último dia 5.

O ponto somado pelo empate em Erechim era o único dos paranaenses na competição até sábado (19). Na ocasião, o Azulão das Três Fronteiras recebeu o Blumenau e venceu por 2 a 1, chegando à sexta colocação no Grupo B, com quatro pontos.

Domingo de gols

Em Francisco Beltrão (PR), o Carlos Barbosa superou o Marreco por 4 a 3, em jogo com transmissão ao vivo da TV Brasil. Os gaúchos abriram 3 a 0 no primeiro tempo, com gols do pivô Vini e dos alas Pedro Rei e Douglinhas.

Na etapa final, o fixo Amadeu e o ala Lolatto diminuíram para os donos da casa, mas o ala Fellipe Mello marcou o quarto dos visitantes. Amadeu ainda fez o terceiro do Marreco, mas a reação parou aí. A vitória levou o Carlos Barbosa a dez pontos, e à terceira posição do Grupo B, ultrapassando o próprio time beltronense, que caiu para quarto lugar, com nove pontos.

Em Campo Mourão (PR), a equipe da casa assumiu o quinto lugar do Grupo C ao obter a primeira vitória na temporada. O time bateu o Jaraguá, de virada, por 4 a 3. O pivô Sinoê, com dois gols, foi o destaque dos mourãoenses, que também balançaram as redes com o ala Ernandes e o fixo Bruninho. Os alas Ygor e Ruan e o pivó Jé marcaram para os catarinenses, que estão em sexto na chave, com três pontos.

Já o Umuarama, também atuando em seus domínios, derrotou a Assoeva por 2 a 1 e se manteve na liderança do Grupo A, agora com 14 pontos. Os alas Caio Jotinha e Augusto fizeram os gols do time paranaense, com o ala Vini Scola descontando para os gaúchos, que sofreram o primeiro tropeço na temporada. O time de Venâncio Aires (RS) é o terceiro do grupo, com sete pontos.

Confira AQUI a classificação completa da Liga Nacional de Futsal.

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana