conecte-se conosco


Atletismo

Brasileiro desbanca bicampeão da São Silvestre e vence meia maratona

Publicado

Após dois anos, o Brasil retornou ao topo do pódio da Meia Maratona Internacional de São Paulo, que neste ano teve transmissão ao vivo da TV Brasil. O paulista Daniel Nascimento, de 21 anos, foi o vencedor da prova masculina, com tempo de 1 hora, 4 minutos e 34 segundos. A marca rendeu ao atleta de Bauru (SP) — que já havia sido o melhor brasileiro da última edição da Corrida de São Silvestre (11º lugar) e conquistado a etapa nacional de Cross Country — índice para representar o país no Mundial de Meia Maratona, que será em 29 de março na cidade de Gydnia, na Polônia.

Daniel manteve-se o tempo todo entre os primeiros colocados e conseguiu se aproveitar do desgaste do queniano Edwin Rotich, bicampeão da São Silvestre e principal favorito, para concluir os 21 quilômetros de prova à frente dos rivais. O também queniano Nicolas Kosgei chegou em segundo, seguido pelo brasileiro Gilmar Lopes, vice-campeão em 2019. Rotich concluiu a corrida na quarta posição, com Giovani dos Santos — que havia sido o último homem brasileiro a ganhar a Meia Maratona, em 2016 — completando o pódio.

O resultado de Daniel igualou o histórico no masculino entre brasileiros e quenianos na Meia Maratona de São Paulo, com sete vitórias para cada país em 14 edições. No feminino, porém, as africanas estenderam o domínio (agora, são nove triunfos quenianos, contra quatro de corredoras do Brasil) com a vitória, de ponta a ponta, de Janet Cheruto. A queniana — que é treinada por um ex-atleta brasileiro, Moacir Marconi, o Coquinho — concluiu a prova com 1 hora, 16 minutos e 55 segundos, quase dois minutos a frente da carioca Rejane Ester da Silva, que nos quilômetros finais superou a ugandense Emily Chebet para terminar em segundo. Chebet ficou em terceiro, seguida por duas brasileiras: Viviane Amorim Figueiredo (4ª) e Maria Silvania da Silva (5ª).

A 14ª edição da Meia Maratona de São Paulo reuniu cerca de 7,5 mil atletas de várias partes do país. A largada e a chegada foram na Praça Charles Miller, em frente ao Estádio Paulo Machado de Carvalho, o Pacaembu. O percurso teve como destaques a descida e — no retorno — a subida da Avenida Pacaembu. O trajeto também contemplou pontos marcantes da cidade de São Paulo, como o Elevado João Goulart (conhecido como “Minhocão, que liga as regiões oeste e central da capital paulista) e a esquina entre as avenidas Ipiranga e São João, popular na música “Sampa”, da Caetano Veloso.

Edição: Liliane Farias
Comentários Facebook

Atletismo

Corrida Viva Saúde marcou o aniversário de 67 anos de Rondonópolis

Publicado

 

Foto: Ilcimar Aranhas

Rondonópolis completou 67 anos de emancipação politica e administrativa nesta quinta-feira (10), mas quem fez a festa foi os 300 atletas que invadiram as ruas da cidade para participarem da ‘1ª Corrida Viva Saúde’.

O evento foi organizado pela  JJ Esportes LTDA.

A corrida teve grande adesão de atletas e simpatizantes do esporte, tanto o ponto de partida quanto o de término das disputas ocorreu na Avenida Lions Internacional esquina com Fernando Correia da Costa.

O evento contou com trajeto de 5 e 10 km de distância, com muita disputa na reta final, onde os corredores elogiaram muito a organização do evento, pois não teve nenhum problema, com largada no horário, medalhas, água, frutas, cronometragem e premiação, tudo que os atletas esperavam de uma corrida bem organizada.

Para abrilhantar a festa o atleta olímpico, Giovani dos Santos, deu um passeio no evento competindo de forma simbólica nos 10km.

O campeão na geral masculina 5km foi Ricardo Lourenço e no feminino foi a atleta Luzinete Andrade. Já nos 10km o campeão geral masculino foi Antônio de Souza (Maranhão) e no feminino foi Juscileide Nogueira.

Click aqui e Veja Classificação completa 

Comentários Facebook
Continue lendo

Atletismo

Abertas as inscrições para a Corrida Solidária em Rondonópolis

Publicado

Foto: Assessoria

Os amantes de corrida rua já podem preparar o tênis, vem aí mais desafio em Rondonópolis. A Corrida e Caminha Solidária está com inscrições abertas e será realizada no dia 20 de dezembro.

A iniciativa é de voluntários do projeto Transbordar, uma organização que conta com apoiadores de Rondonópolis, Pará, São Paulo, EUA e tem objetivo de estimular a prática esportiva e a solidariedade.

A ficha de inscrição está disponível no site https://rogeriocustela.com.br/new/. O participante pode escolher o percurso de 5 km ou 10 km e a modalidade (corrida ou caminhada). A taxa de inscrição tem custo de R$ 50,00 e 1 quilo de alimento não perecível. A renda será revertida para compra de cestas básicas para famílias carentes.

O participante tem direito a um kit com camiseta, medalha, viseira que deve ser retirado no mesmo dia do evento, das 05h30 até às 09h30. O percurso será entre a ponte Otaviano Muniz e toda a extensão do calçadão da Avenida dos Estudantes.

Informações pelo telefone: 66 99986-3116.

Regulamento

1 – Dia 20 de Dezembro no GRUPO ECHER – Av. Lions Internacional – Vila Aurora, das 05h30 até às 09h30, retire o kit e já realize sua corrida ou caminhada de 5km ou 10km pela região da ponte nova e calçadão da avenida dos estudantes.
2 – Após conclusão retorne ao GRUPO ECHER onde será entregue a medalha.
3 – O atleta terá que apresentar por meio de relógio ou celular, a conclusão do percurso escolhido para retirada da medalha.
4 – Ao participar corrida, o atleta assume total responsabilidade pela as informações fornecidas no ato da inscrição. O atleta declara gozar de boa saúde e estar apto para praticar atividade física. Assume quaisquer outras despesas necessárias ou provenientes da sua participação.
5 – Não haverá reembolso por parte da organização bem como seus patrocinadores, apoiadores e realizadores, de nenhum valor correspondente a equipamentos e/ou acessórios utilizados pelos atletas no desafio, independente de qual for o motivo, nem por qualquer extravio de materiais ou prejuízos que por ventura o atleta venha sofrer durante a participação da corrida.
6 – A organização não se responsabiliza pelo local onde o participante escolhe para correr, cabe ao participante a escolha de um local condizente com a situação governamentais, assim como resguardo de sua saúde.
7 – A organização recomenda rigorosa avaliação médica, inclusive a realização de teste ergométrico prévio para todos os atletas participantes.
8 – Poderão os organizadores/realizadores suspender a corrida, por questões de segurança pública, atos públicos, vandalismos e/ou motivos de força maior.
9 – Cada atleta é responsável pelo seu sistema de hidratação.
10 – Compras de kits fora da cidade de Rondonópolis-MT, frete por conta do atleta.
11 – kit composto de camiseta, medalha, viseira.
12 – Camisetas tamanhos P, M, G, GG e BABY LOOK P, M, G, GG.
13 – NÃO HAVERÁ TROCA DE CAMISETAS NA RETIRADA DE KIT.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana