conecte-se conosco


Esportes

UEFA avança na investigação e City pode ser excluído da Champions

Publicado


Guardiola ajoelhado
Reprodução

UEFA avança na investigação sobre fair play financeiro e Manchester City pode ficar de fora da próxima edição da Champions.

A UEFA comunicou nesta quinta-feira (16) que o Comitê de Controle Financeiro encaminhou a investigação sobre possível violação do fair play financeiro  cometida pelo Manchester City para a Câmara de Resolução. Caso a infração seja confirmada, o clube inglês será punido e pode ser excluído da próxima edição da Champions. 

Leia também: Manchester City pode perder Champions por irregularidades financeiras

Em nota, a UEFA não deu grandes detalhes, mas confirmou o motivo da investigação. Segundo a publicação, o  City teria fraudado declarações de valores dos contratos de patrocínio. Documentos que estão sendo utilizados seriam os mesmos vazados pelo Football Leaks no final de 2018. 

Em nota, oclube disse estar desapontado, mas não surpreso. Os Citizens também afirmam que o processo é “insatisfatório, reduzido e hóstil”. Confira a nota abaixo: 

“O Manchester City está inteiramente confiante em um resultado positivo quando o assunto é considerado por um órgão judicial independente. A acusação de irregularidades financeiras continua a ser totalmente falsa e a CFCB IC ignora um conjunto abrangente de provas irrefutáveis fornecidas pelo Manchester City FC à câmara. A decisão contém erros, interpretações erradas e confusões resultantes fundamentalmente de uma falta básica do devido processo”

A regra do  fair play financeiro foi criada pela UEFA com o intuito de melhorar a saúde financeira dos clubes, proibindo as equipes de gastarem mais do que arrecadam. Com a falsificação dos documentos, o City estaria violando a regra. Isso pode levar a equipe a ser excluída da próxima edição da Champions .

Visualizar esta foto no Instagram.

Still feels just as good ?? #mancity

Uma publicação compartilhada por Manchester City (@mancity) em 14 de Mai, 2019 às 3:11 PDT

Leia também: Manchester City nega acusações que poderiam tirar time da Champions League

Porém, caso seja punido, o  City só deverá cumprir a punição na próxima Champions, na temporada 2020-21. Isso porque, caso o clube seja condenado, ele tem direito de recorrer à Corte Arbitral do Esporte. Logo, uma punição para a edição 2019-20 deve ser improvável. 

Comentários Facebook

Esportes

Flexibilização na capital do Rio prevê volta do esporte

Publicado

source

Os centros de treinamento das equipes de futebol podem voltar a funcionar na cidade do Rio de Janeiro. Por decreto, que será publicado na próxima terça (2), a Prefeitura começa plano de seis fases para reabrir as atividades no Rio. Na primeira etapa, os CTs já estão autorizados a retomar as atividades, mas sem a presença de público e da imprensa. Além disso, atividades esportivas no calçadão das praias estão liberadas. No mar, o surfe e qualquer outra prática individual também pode recomeçar.

A ideia do prefeito Marcelo Crivella é avançar de fase a cada 15 dias, após avaliar os leitos hospitalares diante dos próximos números de casos do novo coronavírus (covid-19). Na segunda etapa deste processo está prevista a volta dos jogos, mas com portões fechados. Em julho, na terceira etapa, o público até pode voltar aos estádios, mas ocupando apenas 33% dos lugares disponíveis nas praças esportivas.

O Maracanã, por exemplo, poderia receber 22 mil torcedores para acompanhar uma partida. O Campeonato Carioca está parado desde meados de março e os clubes divergem quanto à volta da competição. O Ministério Público também fez uma recomendação contrária à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) e à própria Prefeitura quanto ao retorno do futebol neste momento.

A Secretaria de Estado de Saúde divulgou, no fim da tarde desta segunda (1), que o Rio registra 54.530 casos de coronavírus, com 5.462 mortes. A capital lidera o número de infectados pela doença, com 30.014 casos e 3.671 óbitos.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Dois brasileiros estão no top 5 de estrangeiros da Champions masculina

Publicado

source

O levantador Bruninho e o líbero Serginho estão entre os cinco melhores estrangeiros que atuaram na Champions League masculina de vôlei, divulgou a Confederação Europeia de Vôlei.

Atual jogador do Taubaté, Bruninho, que ficou na quinta posição, participou do torneio por dois times da Itália, Modena e Civitanova. Ele foi campeão com o segundo, em 2019. Já o líbero, recém-aposentado e que ficou em terceiro na relação, disputou cinco temporadas no Velho Continente, todas defendendo o Piacenza, também da Itália. O brasileiro foi vice-campeão europeu na temporada 2007/2008.

Contatado pela Agência Brasil, Serginho expressou sua alegria com a escolha: “Fico honrado com essa homenagem. Ainda mais depois do anúncio da minha aposentadoria, ser lembrado assim, entre os melhores do mundo, melhores da Champions, que reúne grandes atletas do voleibol mundial, é uma alegria muito grande. Ver outros brasileiros ao meu lado nesta lista também é uma satisfação. O Bruno, a cada dia confirma que é um dos melhores jogadores do mundo na atualidade, por isso faz parte desta lista também”.

O levantador também falou à Agência Brasil, destacando a qualidade do colega brasileiro: “Muito feliz e honrado por estar entre esses grandes do esporte! Mas o Serginho deveria estar no número 1! Mito. Melhor de todos”.

Completaram a lista três jogadores norte-americanos, o oposto Clayton Stanley (quarto colocado), o levantador Lloy Ball (segundo) e o ponta/oposto Matt Anderson (primeiro). A eleição dos melhores foi feita através dos votos de três técnicos: Roberto Piazza, Stelian Moculescu e Mark Lebedew.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana