conecte-se conosco


Esportes

TNT libera sinal de Palmeiras e Santos para capital paulista

Publicado

Lance


Entrada de campo durante jogo entre Palmeiras e Santos
Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Duelo entre Palmeiras e Santos pelo Campeonato Brasileiro será transmitido pela TNT.

O grupo Turner, detentor dos direitos dos jogos do Palmeiras no Brasileirão, vai abrir o sinal da TNT para a capital de São Paulo no clássico contra o Santos, que será realizado no próximo sábado (18). A empresa tem contrato com os dois clubes paulistas e pode escolher liberar o sinal para dois confrontos do Palmeiras em casa. Esse é o primeiro escolhido pela emissora.

Leia também: TV Globo “dá o troco” no Palmeiras e coloca jogos da Copa do Brasil no PPV

O clássico entre PalmeirasSantos  foi escolhido pela emissora devido o grande apelo que ela tem de audiência na capital, por ser tratar de dois grandes clubes do Estado. O segundo confronto em casa transmitido para a cidade será escolhido entre os outros três jogos a qual a Turner tem direito de exibição, que são os jogos contra Athletico Paranaense, Bahia e Ceará.

Das 38 rodadas do Brasileirão, A Turner mostrará 12 jogos do Verdão, que são em confrontos com outras seis equipes que fecharam contrato de direito de transmissão com a empresa. As demais, que envolvem clubes que fecharam com a Rede Globo para o canal aberto e com o Sportv para o fechado, não podem ser exibidas por nenhuma das emissoras envolvidas.

Leia também: Em negociação com a TV Globo, Palmeiras tem “voto de confiança” dos jogadores

A abertura de sinal para a transmissão do confronto entre  Palmeiras e Santos é uma alternativa aos torcedores. Isso porque, por conta do impasse entre o alviverde e a Globo, o jogo não seria transmitido em TV aberta. 

Comentários Facebook

Esportes

Drogba explica o motivo de não ter aceitado proposta do Corinthians em 2017

Publicado

Lance


Didier Drogba agora é dono de um clube de futebol
Divulgação

Didier Drogba agora é dono de um clube de futebol

O agora ex-jogador marfinense Didier Drogba segue envolvido com o mundo do futebol tendo a responsabilidade de gerenciar o Phoenix Rising , equipe que disputa a United Soccer League, nos Estados Unidos.

Leia também: Presidente do Corinthians admite erro com Arena, fala de Drogba e cita Crefisa

E foi justamente essa questão de planejamento a longo prazo que atraiu Drogba mais do que a possibilidade de aceitar a proposta em 2017 do Corinthians, por exemplo.

Quem fez a afirmação de maneira bastante objetiva foi o próprio marfinense durante evento realizado no último domingo, na cidade de Paris – o  “Troféus do futebol” é organizado pela União Nacional dos Futebolistas Profissionais em parceria com a Liga de Futebol Profissional francesa.

“O que aconteceu foi que eles fizeram uma oferta, não foi a única oferta que eu tive. Claro que é um clube grande e eu tenho muito respeito pelo Corinthians e pelos meus irmãos brasileiros, mas eu decidi ir por outro caminho ser co-proprietário de um clube, agora sou dono de um clube”, comentou.

Leia também: Reforço de luxo? Corinthians envia proposta oficial para contratar Drogba

“Minha visão foi a longo prazo, não apenas uma visão de um ou dois anos, Foi por isso que eu decidi ir para os Estados Unidos e abraçar esse desafio”, detalhou Didier Drogba.


Drogba com a língua de fora
Divulgação

Drogba brilhou no Chelsea e quase veio jogar no Corinthians

O ex-atleta com sucesso principalmente pelo Chelsea dentro das quatro linhas ainda fez uma análise do momento vivido pelo atacante Neymar, do PSG, algo que ele classificou como “uma temporada difícil”.

“Eu acho que o Neymar é um grande jogador, alguém que eu respeito muito. Algumas vezes nos falamos. Foi uma temporada difícil pra ele, acho que ele foi bravo o bastante para jogar, porque ele já teve uma Copa do Mundo difícil, voltando muito cedo para jogar, tentando ser competitivo para a seleção nacional”, disse.

“Depois, com o Paris Saint-Germain, tentou competir e teve essas lesões, que o impediram de ter a menor performance dele. Mas ele continua sendo um dos melhores do mundo e quando ele está jogando você pode ver a diferença que ele faz para o time em campo”, finalizou Drogba .

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Jogador brasileiro leva pedrada na Tunísia, vai para hospital e jogo é encerrado

Publicado


Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia
Ben Guerdane / Divulgação

Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia

No último sábado, o Ben Guerdane, do jogador brasileiro Gil Bahia , enfrentou o Stade Gabesien fora de casa pelo Campeonato Tunisiano, mas um jogo que parecia tranquilo acabou sendo encerrado no meio do segundo tempo, após o lateral levar uma pedrada da torcida mandante da partida.

Leia também: Que tragédia! Árbitro sofre mal súbito dentro de campo e morre no hospital


Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia
Ben Guerdane / Divulgação

Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia

“A gente perdia o jogo de 1×0 e estávamos pressionando eles, que estão brigando pelo rebaixamento. Então começou o problema com um torcedor que invadiu o campo, foi pra cima do juiz, mas a polícia o retirou, depois começaram a jogar pedras pequenas em mim quando eu estava cobrando o escanteio, mas sem me acertar”, comentou o jogador brasileiro .


Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia
Ben Guerdane / Divulgação

Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia

“Quando eu fui bater o escanteio novamente, eu só vi o vulto da pedra vindo no meu rosto, eu desviei e acertou no meu braço. Quando bateu, eu caí na hora, só que eu estava tão bravo na hora que quando eu vi o sangue descendo no braço, peguei a pedra e joguei no meio da arquibancada de volta”, disse o lateral.

Leia também: Capa da Playboy norte-americana, lutadora morre aos 39 anos de idade


Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia
Ben Guerdane / Divulgação

Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia

O Stade Gabesien foi multado em 45 mil dólares e perdeu três pontos no campeonato pelo ocorrido. Revelado pelo Cruzeiro e com passagem pelo Bahia, o jogador brasileiro foi levado para o hospital, recebendo alta poucas horas depois com ferimentos leves e com o braço inchado.


Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia
Ben Guerdane / Divulgação

Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia


Comentários Facebook
Continue lendo

Ouça Agora

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana