conecte-se conosco


Esportes

Tite diz que Neymar errou, mas desconversa sobre braçadeira de capitão

Publicado


Tite durante convocação
Reprodução / CBF

Tite durante convocação para a Copa América 2019

Após anunciar a lista dos 23 convocados da seleção brasileira para a disputa da Copa América, o técnico Tite fez suspense sobre a permancência de Neymar como capitão da equipe. Mesmo sendo perguntado diversas vezes ao longo da coletiva de imprensa se manteria ou não camisa 10 com a braçadeira, o treinador não deu uma resposta definitiva sobre o tema.

Leia também: A lista de Tite! Confira convocação da seleção brasileira para Copa América 2019

Segundo o Tite , o atacante errou ao agredir um torcedor após a derrota do Paris Saint-Germain para o Rennes na final da Copa da França. O técnico, no entanto, disse que ainda conversará com o camisa 10 antes de anunciar se ele será ou não o capitão do Brasil na Copa América .

Neymar errou. A primeira conversa eu vou ter com ele, assim como eu tive com o Douglas Costa (que acertou uma cusparada em Federico Di Francesco, do Sassuolo, em partida do Campeonato Italiano) e também vou ter com o Paquetá (expulso após dar um tapa na mão do árbitro Marco Di Bello em duelo contra o Bologna no Campeonato Italiano). Vou falar com o Neymar antes, não por telefone, mas pessoalmente. Não vou falar disso por enquanto, porque vou falar com o Neymar antes de falar com vocês”, explicou.

Leia também: SporTV comete gafe e anuncia convocação de goleiro que não foi chamado por Tite

Tite também indagado sobre o fato de Douglas Costa não ter mais sido convocado para a seleção desde o episódio da cusparada em Di Francesco. Segundo ele, o atacante da Juventus não recebeu mais oportunidades apenas pelo episódio, ocorrido em setembro de 2018, mas também por uma lesão muscular na panturrilha que o atacante sofreu em fevereiro deste ano.

“Não foi só por um fator, foi pelas duas coisas: o episódio (da cusparada) e a lesão”, disse.

Ao ser indagado sobre queda de desempenho do ataque da seleção desde a Copa do Mundo, Tite fez uma análise sobre os jogadores convocados e suas características dentro do jogo, e admitiu que não tem conseguido aliar resultados ao bom desempenho em campo

Leia também: Chegada de Griezmann no PSG facilitaria ida de Neymar ao Real; Zidane não aprova

“Firmino é um jogador incisivo, que chama os atacantes vindo de trás. O Everton é vertical, o Richarlison é vertical o tempo todo. Porém, o processo criativo tem que vir antes do processo de conclusão. Eu não consegui ser competente o suficiente para ter resultado, solidez e criação”, admitiu Tite .

Comentários Facebook

Esportes

Recheados de reservas, Internacional e Grêmio ficam no empate

Publicado

Lance

O Gre-Nal 421 terminou sem vencedor. No Beira-Rio, o Internacional abriu vantagem em gol contra de Paulo Miranda, mas levou o empate na etapa final com Luan. Com o placar, o Colorado está na quinta colocação, com 17 pontos. O Tricolor é o décimo, com 15 pontos.

Leia também: Com titulares, Palmeiras é derrotado pelo Ceará e encerra série invicta

jogo Internacional e Grêmio arrow-options
Max Peixoto/DiaEsportivo/Agência O Globo

Internacional e Grêmio empataram por 1 a 1 no Campeonato Brasileiro

Na próxima rodada, o Internacional recebe o Ceará, no Beira-Rio. Enquanto isso, o Grêmio visita o CSA, no Rei Pelé.

O duelo

Com o apoio da torcida, o Internacional resolveu partir para cima desde os primeiros minutos. A prova do abafa Colorado veio com duas chances na mesma jogada através de Edenílson e Wellington Silva, que obrigaram Júlio César a salvar.

Leia também: Sem “fome” pela vitória, Cruzeiro fica no empate com o Bahia

Melhor na partida o gol do Inter veio na bola parada. Sobis levantou, Paulo Miranda tentou cortar e jogou contra o próprio patrimônio.

Nem mesmo a desvantagem fez o Tricolor mudar a sua postura. Sem as principais peças, os comandados de Renato Gaúcho demonstravam dificuldade na criação e foram presas fáceis para os contra-ataques do rival.

Na etapa final o ritmo do confronto caiu de maneira surpreendente. Sem reação, o Grêmio continuava estéreo dentro de campo e não assustava o Inter, que administrava o jogo tranquilamente.

Na casa dos 25 minutos, em raro momento de lucidez, o Tricolor conseguiu trabalhar a posse de bola e Tardelli deu passe açucarado para Juninho Capixaba. O lateral levantou na medida para Luan, ganhar de Klaus e mandar para o fundo da rede, 1 a 1.

Se a temperatura ficou morna ao logo do confronto, nos acréscimos o jogo pegou fogo. Após dividida entre Edenilson e Thaciano, os dois jogadores começaram a trocar empurrões e Anderson Daronco teve trabalho para acalmar os ânimos.

INTERNACIONAL 1 X 1 GRÊMIO
Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data-Hora: 20/7/2019 – 19h
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepocumuceno de Andrade Junior (RS)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral(SP)
Público/renda: 33.958 pagantes/R$ 1.697.655,00
Cartões amarelos: Heitor, Rafael Sobis, Edenilson (INT), Thaciano, Romulo (GRE)
Cartões vermelhos: –
Gols: Paulo Miranda (21’/1ºT) Luan (25/2ºT)

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Heitor, Emerson Santos (Klaus, aos 30/1ºT), Victor Cuesta e Natanael; Rodrigo Lindoso, Edenilson e Nonato (Pedro Lucas, aos 34/2ºT); Guilherme Parede (Patrick, aos 19/2ºT), Wellington Silva e Rafael Sobis. Técnico: Odair Hellmann.

Leia também: Diego reage e protesto da torcida do Flamengo acaba em confusão no Rio; assista

GRÊMIO: Júlio César; Léo Moura, David Braz, Paulo Miranda e Juninho Capixaba; Romulo, Thaciano e Rafael Galhardo (Everton, aos 14/2ºT); Luan, Pepê e Diego Tardelli (Darlan, aos 35/2ºT). Técnico: Renato Gaúcho.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Com titulares, Palmeiras é derrotado pelo Ceará e encerra série invicta

Publicado

Lance

O Palmeiras entrou em campo com os titulares diante do Ceará, neste sábado, para dar uma resposta às criticas de sua torcida e se recuperar da eliminação na Copa do Brasil. Irreconhecível, porém, o Alviverde foi derrotado por 2 a 0 pelo Vozão, que terminou o duelo sob gritos de olé no Castelão. A equipe paulista ainda viu cair uma invencibilidade de 33 jogos em partidas de Campeonato Brasileiro – todas sob o comando de Felipão. O último revés do Verdão havia sido contra Fluminense, em 15 de julho do ano passado.

ceará e palmeiras arrow-options
Marcelo D. Sants / FramePhoto / Agência O Globo

Gol de Matheus Gonçalves abriu caminho para vitória do Ceará contra o Palmeiras, no Campeonato Brasileiro

Comentários Facebook
Continue lendo

Ouça Agora

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana