conecte-se conosco


Esportes

Sidão: o ser humano por detrás do goleiro

Publicado


Sidão em ação pelo Vasco
Vasco da Gama Oficial/reprodução

Sidão em ação pelo Vasco


                Eu peço licença ao comentarista Lédio Carmona, do SPORTV para usar uma frase cunhada por ele nas transmissões esportivas: “Sidão, me ajuda a te ajudar!” Pois bem, dito isso, vamos ao ocorrido ontem no Pacaembu.

Leia também: começa a festa!

               Acredito não ser surpresa para ninguém que o Sidão é um goleiro fraco. Escrevo isso com o maior respeito ao cidadão, ser humano e goleiro profissional de futebol Sidão. Os problemas particulares e pessoais dele não são levados em consideração nos momentos em que ele falha, e como ele falha…

               Após a partida de ontem em que Sidão afundou o Vasco da Gama contra o Santos de Sampaoli no Pacaembu, o goleiro veio a público falar sobre sua história pessoal, sua trajetória de superação e revelou sofrer de depressão há muitos anos, disse também que já foi segurança em boates e que pensou em desistir do futebol e em tirar a própria vida mais de uma vez.

               As declarações de Sidão são fortes e têm que ser analisadas por vários ângulos, mas não apenas pelo solidário. Eu tive uma depressão profunda, fiz tratamento e consegui superar um momento bem difícil da minha vida, talvez o mais complicado. Pensei em me matar também, admito porque admitindo, acredito que a gente cresce.

               Mas esse texto não é para eu falar de mim, mas sim para eu falar de Sidão . Ele superou muitos desafios na vida para chegar onde chegou. Todos os jogadores falam bem dele, é uma pessoa do bem e que faz muitos amigos. Quem conhece o Sidão gosta do Sidão.

               O torcedor de um grande clube pressiona, ainda mais quando o jogador que entra em campo para representar as cores defendidas e amadas por esse torcedor não corresponde às expectativas. E sinceramente, eu não vejo nenhum problema nisso. O torcedor acredita que ele é dono do clube, mas não pode se achar dono das pessoas que jogam por seu clube.

               Não sei se esse é o caso, fato é que Sidão, depressivo ou não, isso os torcedores não vão jamais aceitar. Simples assim. Galhofas, zoeiras, chateação vão acontecer sempre, principalmente dos torcedores adversários que sabem que uma hora Sidão vai falhar.


Sidão e a entrevista mais constrangedora de sua carreira
Reprodução / TV Globo

Sidão recebeu o troféu de craque da partida bastante constrangido


Depressão de Sidão

               Nem imagino se Sidão esteja fazendo algum tratamento para sua depressão, espero e torço para que ele esteja sendo tratado corretamente, porque esse é o mal da sociedade moderna e isso pode acabar com a carreira e principalmente com a vida de quem é acometido por esse mal da humanidade. Torço muito por Sidão, para que ele fique bem.

               Só que o futebol é cruel. Sidão teve uma carreira de pouco brilho. Talvez seu momento mais importante tenha sido no modesto Audax, em que ele jogava bem com os pés e por isso foi um pedido de Rogério Ceni e o goleiro foi contratado no São Paulo. O tempo passou e todos viram que Sidão é fraco com os pés, assim como é com as mãos.

               A posição de goleiro é extremamente ingrata, em sua carreira, Sidão foi bem no Botafogo carioca, depois do Tricolor do Morumbi passou pelo Goiás num período curto e falhou em momentos decisivos, além de ter dado uma desastrosa entrevista que resultou na fúria da torcida verde e em sua saída do clube.

               Em todas as profissões existem os grandes profissionais, os médios e os mais fracos, tudo normal e aceitável. A vida é assim. Sidão , para mim, jamais foi um goleiro confiável. E ele treina, mas é limitado. Nada disso é culpa dele, aliás, acho que ninguém tem culpa de nada nisso tudo. Culpa não, mas responsabilidades sim.

Leia também: VAR

               Nesse domingo, a TV Globo, assim como faz em qualquer jogo transmitido, elege através do voto popular, o craque da partida. Ironicamente e na sacanagem, os torcedores votaram em Sidão, 90% dos votos foram para ele. Obviamente uma brincadeira de mal gosto, mas, para mim, absolutamente previsível. Só os responsáveis pela promoção do troféu, quem manda mesmo, não percebeu que isso pudesse acontecer e expuseram o atleta ao momento mais constrangedor de sua carreira.


Sidão teve 90% dos votos populares
Reproduçao TV Globo

Sidão foi eleito o craque do jogo e, depois, deu uma entrevista bem constrangedora


               Além de Sidão, todos os envolvidos na transmissão, os de microfone, ficaram em uma situação extremamente delicada durante o jogo, a votação e a entrega do “prêmio”.  Sidão foi o palhaço da vez e claro que faltou sensibilidade aos que comandam. Para mim o troféu deveria ser esquecido como se nada tivesse acontecido. Haveria críticas, mas pelo menos, o lado humano seria respeitado. Independente de patrocínios e interesses na entrega desse prêmio, o momento era de “abortar a operação”.

Faltou sensibilidade, para se dizer o mínimo

               Sidão foi vilão no jogo, o torcedor do Vasco certamente não pensou na depressão sofrida por ele no momento em que ele errou a saída de bola e sofreu o gol de Pituca, Sidão foi palhaço e motivo de chacotas na votação e entrega do troféu de “melhor do jogo” e não virou herói depois disso, mas virou uma vítima que não conseguiu se defender e muito menos se ajudar durante o processo.

               Muita gente falando que teve dó e pena de Sidão, que para mim, são os piores sentimentos que alguém pode despertar. O que Sidão merecia era uma atitude simples, de respeito e não ter recebido o troféu. Ele iria saber da votação, obviamente, mas não seria exposto ao ridículo. Foi extremamente educado como sempre foi. A repórter Julia Guimarães pegou “a bucha” e teve que entregar o troféu constrangida e sentindo o que Sidão sentia no momento, ela sim foi empática, como a direção da emissora deveria ter sido.

Sidão falou antes da entrega do prêmio e com muita sinceridade reconheceu que errou e prejudicou o Vasco da Gama no jogo. Nomomento da entrega do troféu, com todos constrangidos, educadamente Sidão não falou nada e foi para o vestiário carioca.

               O narrador, Luís Roberto, tentou “passar um pano” dizendo que era um voto solidário, quando ele viu a porcentagem, já admitiu a ironia na votação. Casagrande e Roger, depois do jogo, se solidarizaram com Sidão nas redes sociais. Os clubes também, Rogério Ceni idem, o pessoal dos “Desimpedidos” pediu desculpas porque foram eles que incitaram a galera a votar em Sidão e ainda muitas manifestações irão acontecer.


Sidão pelo Audax onde teve bons momentos
Renato Silvestre/Osasco Audax

Sidão – Audax


Sidão tem que sair desse episódio mais forte e decidido a mudar, a melhorar, a se trata (se é que já não se trata) e se já se trata, melhorar esse tratamento. Vai ser comandado por Luxemburgo nessa nova fase do Vasco da Gama e precisa reagir a esse episódio o mais rápido possível.

               Hoje a ânsia de se conseguir cliques, seguidores e afins nas redes sociais e canais no mundo cibernético a fora, podem causar estragos sensíveis aos seres humanos. Tudo virou exposição, tudo tem o objetivo de conseguir algo, mais dinheiro, mais patrocínio e, mais qualquer coisa. Mas a gente precisa se ligar e entender que as redes sociais são cruéis, ninguém quer sabe de quase nada construtivo e edificante.

Redes sociais implacáveis para destruir

               Você narra um gol errado, é chamado de burro e até de lixo. Que direito uma pessoa tem de chamar a outra, que ela nem conhece e que está trabalhando, de lixo? Alguém pode explicar? Expor a opinião, falar qualquer coisa te coloca na alça de mira de Snipers extremamente eficientes em buscar o extermínio do oponente, simplesmente por não gostar do seu trabalho ou da sua opinião.

               O mundo está maluco, as pessoas enlouqueceram com as redes sociais que expõem a mediocridade do ser humano atual. E olha que nossa sociedade já foi bem pior, a civilização está evoluindo. Imagina uma rede social constituída na idade da pedra? Ou então na Era Medieval onde tudo se resolvia na habilidade em manejar uma lâmina pesada e afiada de uma espada.

               A participação das pessoas em redes sociais, em votações abertas pela internet e tudo mais, é fundamental, evidente, nos dias de hoje é isso que movimenta “a roda”, mas não dá para ignorar o fato de que, tudo pode acontecer, para o bem e principalmente, para o mal.

               Num belo dia, recebi uma notificação do Youtube, tenho um canal de narrações minhas lá, com um comentário de um cidadão de 20 anos, do Morte do país, que me xingava de tudo quanto é nome porque não gostou de uma narração minha num gol do Messi. Tentei conversar com ele lá mesmo e mais ofensas.

               Aí bloqueei e apaguei os comentários. Posso ser taxado de antidemocrático, mas tenho uma máxima na vida: se não quero elogiar uma pessoa, fico quieto, só manifesto a minha opinião para a pessoa, se for para falar bem, jamais para falar mal dela. Simples assim.

               Sidão foi esculhambado pela opinião pública que, mesmo na brincadeira e na chacota fez muito mal a ele. Mas rede social é isso, goste você ou não. Atirar pedra na vidraça é legal, mesmo porque, se quebrar algum vidro, não é você que vai consertar não é? Esse é o problema maior. Ninguém se importa.


Sidão apresentado no Botafogo onde teve ótima passagem
Site oficial da Portuguesa

Sidão Botafogo


Só Sidão pode se salvar

               Sidão precisa estar acompanhado nesse momento, mas precisa sair desse turbilhão sozinho, talvez seja a maior batalha na carreira e na vida de Sidão. Ele já não é mais um garoto, é um jogador experiente e acredito que possa dar a volta por cima. Apesar das deficiências técnicas, Sidão pode ser um goleiro útil para o Vasco.

               Mas não esperem milagres de Sidão. Eu espero que ele se recupere e que tenha uma passagem digna pelo Vasco da Gama e que sua carreira termine de forma honrosa e respeitosa. É o mínimo que o cidadão Sidão merece. Mas fica sempre a minha torcida e pedido pra ele: “Sidão me ajuda a te ajudar!”

Quer ser Narrador ou Narradora? Acesse esse link   

Dica do Narrador: estude mais do que o necessário, nunca se sabe se você vai precisar tirar um “coelho da cartola” durante a transmissão.

 Leia também: Campeões Estaduais no Brasileirão

               Comente abaixo: e para você, Sidão vai se recuperar no Vasco?

Comentários Facebook

Esportes

Guerrero deixa sua marca, Peru vira sobre a Venezuela e vence no Maracanã

Publicado

Lance

Guerrero marcou e o Peru venceu a Bolívia
CONMEBOL/REPRODUÇÃO

Guerrero marcou e o Peru venceu a Bolívia

De virada, o Peru garantiu uma importante vitória sobre a Bolívia nesta terça-feira, no Maracanã, pela segunda rodada do Grupo A da Copa América. Após Marcelo Moreno abrir o placar para os bolivianos, a seleção peruana dominou o jogo e, com gols de Guerrero, Farfán e Flores, garantiu os três pontos no Rio de Janeiro.

Com a vitória, o Peru chegou a quatro pontos, enquanto a Bolívia continua sem pontuar. Na última rodada, no sábado, às 16h, os peruanos brigam pela primeira colocação do grupo com o Brasil, enquanto a Bolívia encara a Venezuela.

Começo lento

A partida no Maracanã, começou muito estudada e com poucas chances de gol. Na primeira chegada um pouco mais perigosa do Peru, pelo lado direito com Advíncula, aos oito minutos, o lateral caiu na área pedindo pênalti, mas o juiz, acertadamente, nada deu – e teve sua decisão confirmada pelo VAR. Mas a primeira chance real de gol só foi acontecer aos 20 minutos, com bola parada. Farfán cobrou uma falta colocada, mas a bola só passou perto da trave esquerda de Lampe.

Aniversariante marca

Aos 24, o boliviano Saucedo recebeu na área, dominou no peito e chutou em direção ao gol. Mas a bola bateu na mão de Zambrano. Após uma longa consulta ao VAR – que chegou a gerar vaias por parte da torcida no Maracanã, o árbitro Roddy Zambrano assinalou a penalidade máxima. Comemorando 32 anos nesta terça-feira, Marcelo Moreno foi o incunbido de fazer a cobrança. E a fez com muita qualidade, deslocando o goleiro adversário e abrindo o placar para a Bolívia.

Guerrero aparece

Até então um pouco sumido na partida, o centroavante Guerrero só teve sua primeira chance de gol aos 35. Ele recebeu na linha da pequena área e finalizou de primeira, mas foi travado por Haquín na hora e a bola foi para escanteio. Entretanto, no fim do primeiro tempo, aos 44, o camisa 9 recebeu um belo passe de Cueva, driblou o goleiro Lampe e finalizou para o gol vazio, marcando o seu 12º gol na história da Copa América e empatando a partida.

Centroavante retribui

Se no final da primeira etapa Guerrero recebe um passe de Cueva que o deixou na cara do gol, logo no começo do segundo tempo, aos 9 minutos, foi a vez do atacante do Internacional dar a assistência para o gol da virada do Peru sobre a Bolívia. O centroavante recebeu pela esquerda e fez um cruzamento perfeito na cabeça de Farfán, que subiu alto e mandou para as redes.

Flores decide

Após marcar o segundo gol, a seleção peruana seguiu pressionando a Bolívia. E o goleiro Lampe bem que tentou, mas não evitou que o placar fosse pior para a Bolívia. Ele fez ao menos quatro defesas difíceis e importantes. Mas, no último minuto, Farfán deu um belo passe para o Flores, que finalizou encobrindo o goleiro boliviano, decretando o placar final da partida.

FICHA TÉCNICA
BOLÍVIA 1 X 3 PERU

Estádio : Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 18/06/2019, às 18h30 (de Brasília)
Árbitro : Roddy Zambrano (EQU)
Assistentes : Christian Lescano e Byron Romero (ECU)
VAR : Esteban Ostojich (URU)
Gramado : Bom
Público/Renda: 17.550 pagantes/R$ 4.906.195,00
Cartão amarelo : Chumacero, Roberto Fernández e Haquín (BOL), Guerrero e Zambrano (PER)
Cartão vermelho: –

Gols: Marcelo Moreno, 27’/1ºT (1-0); Guerrero, 44’/1ºT (1-1); Farfán, 9’/2ºT (1-2)

BOLÍVIA : Lampe, Diego Bejarano, Haquín, Jusino e Marvin Bejarano; Justiniano, Saucedo (Roberto Fernandéz, 25’/2ºT), Raúl Castro (Gilbert Álvarez, 35’/2ºT), Saavedra (Leonardo Vaca, 27’/2ºT) e Chumacero; Marcelo Moreno. Técnico : Eduardo Villegas.

PERU : Gallese, Advíncula, Zambrano (Araujo, 39’/2ºT), Abram e Trauco; Tapia, Yotún, Cueva (Flores, 33’/2ºT), Farfán e Polo; Guerrero (Christofer Gonzáles, 44’/2ºT). Técnico : Ricardo Gareca.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Cara a cara! Advogado de Najila diz que pedirá acareação entre a modelo e Neymar

Publicado

Najila Trindade acusa Neymar de estupro
Reprodução

Najila Trindade acusa Neymar de estupro

A modelo Najila Trindade, que acusa o atacante Neymar de agressão e estupro na cidade de Paris, na França, no último mês de maio, está com um novo advogado – é o quarto nome desde quando o processo foi iniciado.

Leia também: Celular de Najila sumiu após depoimento, diz advogado da modelo

E Cosme Araújo, representante legal de Najila no caso, avisou que pretende dar novos rumos à investigação.

“Eu disse inclusive que vou inovar”, disse o advogado depois que a modelo prestou novo depoimento em São Paulo, nesta quarta-feira. “Vou peticionar, se for o caso, para se fazer uma acareação . Porque o que o povo brasileiro quer saber, o que o povo mundial quer saber é o que aconteceu entre quatro paredes”.

Leia também: Apoiado por fãs, Neymar depõe e declara: “A verdade aparece cedo ou tarde”

Acareação, na linguagem jurídica, é quando as duas partes envolvidas no processo ficam frente a frente, se confrontando na frente do juiz – isso acontece, geralmente, quando os depoimentos anteriores não foram suficientemente esclarecedores para o inquérito.

Vale destacar que a promotora Flavia Merlini, que cuida do caso, falou na semana passada que Neymar e Najila não devem ficar cara a cara durante o inquérito, numa acareação.

Comentários Facebook
Continue lendo

Ouça Agora

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana