conecte-se conosco


Esportes

Setor ofensivo funciona e Corinthians espanta a crise com vitória na Arena

Publicado

Lance

Corinthians arrow-options
Reprodução/Corinthians

Love anotou um dos gols do Corinthians

O Corinthians precisava dar uma resposta a sua torcida e aliviar a crise que se instalava no clube. E conseguiu, ao vencer o Bahia por 2 a 1, com polêmicas do VAR. Para conseguir a vitória, Carille montou um time com um meio-campo diferente, com Sornoza na armação das jogadas e Love e Clayson se alternando no comando de ataque, fazendo inversão pelas pontas. A bola na trave do camisa 25 logo no começo da partida dava a impressão de que o Timão partiria para o ataque.

LEIA MAIS: Flamengo vence o Cruzeiro e alcança recorde de vitórias no Brasileirão

Realmente, o time que foi visto na quarta-feira, na derrota para o Del Valle (EQU) por 2 a 0 pela Sul-Americana, não deu as caras na Arena. Partindo para cima da equipe baiana, o Timão mostrava repertórios de jogadas, com Ramiro e Sornoza recompondo e chegando também ao ataque, mostrando que pode ser uma alternativa para válvula de escape do time de Carille.

Já a equipe do Bahia ameaçou o Timão principalmente pelos lados, com Élber na esquerda e Arthur na direita, se aproveitando do jovem Carlos Augusto, atuando na vaga de Avelar, machucado.

O Tricolor de Aço teve um pênalti revisto pelo VAR, que o juiz não marcou. Isto pareceu inflamar o Corinthians, que logo na sequência, teve um pênalti assinalado pelo árbitro de vídeo, que acabou com o gol de Vagner Love, premiando o time que mais buscou o ataque na primeira etapa, já que o Timão teve 11 finalizações na partida.

LEIA MAIS: Renato Gaúcho contesta Sampaoli: “ganhou alguma coisa?”

O panorama do segundo tempo mudou radicalmente. Apostando nos contra-ataques, o Corinthians não conseguia mais chegar a área do Bahia, que começou a assustar a zaga corintiana. Até que, numa disputa de Clayson com Gregore, o árbitro foi ao VAR novamente e marcou o pênalti para o Bahia. Gilberto bateu e marcou, empatando a partida.

O Timão pareceu sentir o empate e Carille resolveu mexer, colocando Jadson na vaga de Ramiro, atuando com dois armadores para dar mais consistência ao ataque. A alteração deu certo, e Clayson aproveitou um lançamento de Pedrinho para marcar.

LEIA MAIS: São Paulo vence o Botafogo com gol nos acréscimos. Veja detalhes da partida

Após o segundo gol, o Corinthians passou a apostar ainda mais nos contragolpes, com Janderson na vaga de Clayson, jogando com ainda mais velocidade pelos lados do campo. Pelas circunstâncias da partida, nenhuma equipe conseguiu assustar mais as metas adversárias. Vitória merecida do Corinthians, nova formação testada no meio e espanto na crise do Timão.

Comentários Facebook

Esportes

Florida Cup divulga datas e horários de jogos de Corinthians e Palmeiras

Publicado

Lance

Corinthians jogará a Florida Cup de 2020 arrow-options
Reprodução/Corinthians

Corinthians jogará a Florida Cup de 2020

A Florida Cup definiu, nesta sexta-feira, os confrontos da edição de 2020 do torneio. Corinthians e Palmeiras estreiam no dia 15 de janeiro, respectivamente contra Spartak Moscow, da Rússia, e Atlético Nacional, da Colômbia. As duas partidas acontecerão no Exploria Stadium, a casa de Orlando City e Orlando Pride, em Orlando, nos Estados Unidos.

Leia também: Caso Daniel: Justiça ordena que assassino pague pensão para filha do jogador

No dia 18, acontecem confrontos cruzados: o Corinthians enfrenta o atual campeão colombiano, enquanto o  Palmeiras encara os russos. O Flamengo é o atual detentor da Florida Cup .

REGULAMENTO

O campeão de 2020 será definido por pontos corridos. Vitórias valem três pontos aos clubes, enquanto empates valem e levam a decisão direta nos pênaltis, que rendem um ponto extra ao vencedor. O primeiro critério de desempate, caso seja necessário, é o número de vitórias, seguido do saldo de gols, confronto direto, gols marcados e fair play, seguindo regras da FIFA.

Flórida Cup - Tabela

Florida Cup 2020 (Foto: Divulgação)

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

“Via demônios”, diz Casagrande ao recordar luta contra as drogas

Publicado

Walter Casagrande arrow-options
Reprodução/Instagram

Walter Casagrande

O comentarista da TV Globo Walter Casagrande contou mais um episódio de sua luta contra as drogas. Em entrevista ao apresentador Amaury Jr., na RedeTV!, ele relembrou um acidente de carro que sofreu em 2007 após consumir drogas e afirmou que “chegou a ver demônios” por conta do surto.

Leia também: Caso Daniel: Justiça ordena que assassino pague pensão para filha do jogador

“Tive um surto psicótico e comecei a ver demônios na minha casa. Surtei porque estava usando droga por vários dias sem parar, sem beber água, sem nada. Então eu surtei naquilo que eu mais estava lendo sobre, que eram coisas demoníacas, trevas, etc. Comecei a ver demônios na minha casa o tempo todo. Saí da minha casa, fui me hospedar num hotel em frente à TV Globo. Fiz o check-in, subi e quando abri a porta os demônios estavam lá ainda. Por que? Porque eles estavam dentro de mim, eles eram meus”, disse o ex-jogador.

Casagrande também contou como foi o momento do acidente.

“Eu estava no caos, péssimo. Usando muita droga que tava me agitando, muita droga para me acalmar e algumas até para dormir, tudo isso misturado com tequila. Quando saí do hotel, eu adormeci ali no Alto da Lapa [Zona Oeste de São Paulo], meu pé pisou no acelerador, subi numa calçada, girei em cima de seis carros e caí ali. Quando acordei já tinha ambulância e tudo e eu estava muito confuso”, completou.

Comentários Facebook
Continue lendo

Ouça Agora

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana