conecte-se conosco


Esportes

Saiba quem foi Ashley Massaro, lutadora e capa da Playboy que morreu nos EUA

Publicado


Ashley Massaro em ação no WWE
WWE/Divulgação

A lutadora e capa da PlayboyAshley Massaro morreu nesta sexta-feira. A causa da morte não foi divulgada.

O mundo do WWE está de luto pela morte da lutadora Ashley Massaro. Após passar mal, a wrestler foi levada ao hospital, mas não resistiu. Além da carreira no WWE, Ashley foi capa da Playboy norte-americana em 2007, um ano antes de se aposentar. A causa de sua morte não foi divulgada e está sendo investigada pelas autoridades. Relembre um pouco da carreira da lutadora.

Leia também: Capa da Playboy norte-americana, lutadora morre aos 39 anos de idade

Descoberta em 2005 através do WWE Diva Search, competição para descobrir novos talentos do WWE ,  Ashley Massaro  fez sua estreia em 27 de junho do mesmo ano. Na ocasião ela acabou derrotada pela  lutadora Lisa Marie Varon, a Victoria. 

Confira fotos de Ashley Massaro:

Após continuar competindo durante o ano, até que teve oportunidade de disputar pelo Título Feminino. Após eliminar a lutadora Candice Michelle, Ashley voltou a ser derrotada por Victoria.  No começo de 2006, Massaro fraturou a perna após uma luta e precisou passar por uma cirurgia urgente. Durante a recuperação,  a lutadora anunciou um contrato de 3 anos com o WWE. 

Em 21 de junho de 2006, Ashley ganhou seu primeiro combate no Smackdown. Após vencer uma luta de times mistos – que envolvia seis pessoas -, a  wrestlet virou manager de Paul London e Brian Kendrick, passando a acompanhá-los em suas lutas. 


Ashley Massaro com a revista em que foi capa da Playboy
Playboy/Divulgação

Lutadora Ashley Massaro foi capa da Playboy

Durante um evento em fevereiro de 2007, Ashley foi convidada para ser  capa da Playboy americana no mês de abril. Ainda no mesmo mês, a lutadora venceu o Diva Talent Invitational, quando derrotou, de uma única vez, suas sete adversárias. No mesmo ano, participou da décima quinta edição do reality show Survivor.

Leia também: Ex-lutador do UFC é preso acusado de violência doméstica

Ao longo de 2008, Ashley continuou participando de lutas, alteranando entre resultados bons e outros nem tanto.  Em seu myspace, a lutadora afirmou que pediu afastamento pois sua filha Alexa, de 7 anos na época, estava doente. No dia 9 de julho, ela se demitiu do WWE .

Em agosto de 2011, a WILD Wrestling anunciou que Ashley fazia parte da equipe e, em outubro do mesmo ano, o presidente da WILD, Travis Leland, tornou ex- wrestler a nova manager da empresa. 

Vinda de uma família de wrestlers,  Ashley Massaro ensaiava uma volta ao WWE e estava treinando para volta a lutar. Porém, os planos não se concretizaram.  A lutadora, que completaria 40 anos no próximo dia 26, deixa uma filha de 18 anos. 

Comentários Facebook

Esportes

Recheados de reservas, Internacional e Grêmio ficam no empate

Publicado

Lance

O Gre-Nal 421 terminou sem vencedor. No Beira-Rio, o Internacional abriu vantagem em gol contra de Paulo Miranda, mas levou o empate na etapa final com Luan. Com o placar, o Colorado está na quinta colocação, com 17 pontos. O Tricolor é o décimo, com 15 pontos.

Leia também: Com titulares, Palmeiras é derrotado pelo Ceará e encerra série invicta

jogo Internacional e Grêmio arrow-options
Max Peixoto/DiaEsportivo/Agência O Globo

Internacional e Grêmio empataram por 1 a 1 no Campeonato Brasileiro

Na próxima rodada, o Internacional recebe o Ceará, no Beira-Rio. Enquanto isso, o Grêmio visita o CSA, no Rei Pelé.

O duelo

Com o apoio da torcida, o Internacional resolveu partir para cima desde os primeiros minutos. A prova do abafa Colorado veio com duas chances na mesma jogada através de Edenílson e Wellington Silva, que obrigaram Júlio César a salvar.

Leia também: Sem “fome” pela vitória, Cruzeiro fica no empate com o Bahia

Melhor na partida o gol do Inter veio na bola parada. Sobis levantou, Paulo Miranda tentou cortar e jogou contra o próprio patrimônio.

Nem mesmo a desvantagem fez o Tricolor mudar a sua postura. Sem as principais peças, os comandados de Renato Gaúcho demonstravam dificuldade na criação e foram presas fáceis para os contra-ataques do rival.

Na etapa final o ritmo do confronto caiu de maneira surpreendente. Sem reação, o Grêmio continuava estéreo dentro de campo e não assustava o Inter, que administrava o jogo tranquilamente.

Na casa dos 25 minutos, em raro momento de lucidez, o Tricolor conseguiu trabalhar a posse de bola e Tardelli deu passe açucarado para Juninho Capixaba. O lateral levantou na medida para Luan, ganhar de Klaus e mandar para o fundo da rede, 1 a 1.

Se a temperatura ficou morna ao logo do confronto, nos acréscimos o jogo pegou fogo. Após dividida entre Edenilson e Thaciano, os dois jogadores começaram a trocar empurrões e Anderson Daronco teve trabalho para acalmar os ânimos.

INTERNACIONAL 1 X 1 GRÊMIO
Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)
Data-Hora: 20/7/2019 – 19h
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepocumuceno de Andrade Junior (RS)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral(SP)
Público/renda: 33.958 pagantes/R$ 1.697.655,00
Cartões amarelos: Heitor, Rafael Sobis, Edenilson (INT), Thaciano, Romulo (GRE)
Cartões vermelhos: –
Gols: Paulo Miranda (21’/1ºT) Luan (25/2ºT)

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Heitor, Emerson Santos (Klaus, aos 30/1ºT), Victor Cuesta e Natanael; Rodrigo Lindoso, Edenilson e Nonato (Pedro Lucas, aos 34/2ºT); Guilherme Parede (Patrick, aos 19/2ºT), Wellington Silva e Rafael Sobis. Técnico: Odair Hellmann.

Leia também: Diego reage e protesto da torcida do Flamengo acaba em confusão no Rio; assista

GRÊMIO: Júlio César; Léo Moura, David Braz, Paulo Miranda e Juninho Capixaba; Romulo, Thaciano e Rafael Galhardo (Everton, aos 14/2ºT); Luan, Pepê e Diego Tardelli (Darlan, aos 35/2ºT). Técnico: Renato Gaúcho.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Com titulares, Palmeiras é derrotado pelo Ceará e encerra série invicta

Publicado

Lance

O Palmeiras entrou em campo com os titulares diante do Ceará, neste sábado, para dar uma resposta às criticas de sua torcida e se recuperar da eliminação na Copa do Brasil. Irreconhecível, porém, o Alviverde foi derrotado por 2 a 0 pelo Vozão, que terminou o duelo sob gritos de olé no Castelão. A equipe paulista ainda viu cair uma invencibilidade de 33 jogos em partidas de Campeonato Brasileiro – todas sob o comando de Felipão. O último revés do Verdão havia sido contra Fluminense, em 15 de julho do ano passado.

ceará e palmeiras arrow-options
Marcelo D. Sants / FramePhoto / Agência O Globo

Gol de Matheus Gonçalves abriu caminho para vitória do Ceará contra o Palmeiras, no Campeonato Brasileiro

Comentários Facebook
Continue lendo

Ouça Agora

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana