conecte-se conosco


Esportes

Saiba quem foi Ashley Massaro, lutadora e capa da Playboy que morreu nos EUA

Publicado


Ashley Massaro em ação no WWE
WWE/Divulgação

A lutadora e capa da PlayboyAshley Massaro morreu nesta sexta-feira. A causa da morte não foi divulgada.

O mundo do WWE está de luto pela morte da lutadora Ashley Massaro. Após passar mal, a wrestler foi levada ao hospital, mas não resistiu. Além da carreira no WWE, Ashley foi capa da Playboy norte-americana em 2007, um ano antes de se aposentar. A causa de sua morte não foi divulgada e está sendo investigada pelas autoridades. Relembre um pouco da carreira da lutadora.

Leia também: Capa da Playboy norte-americana, lutadora morre aos 39 anos de idade

Descoberta em 2005 através do WWE Diva Search, competição para descobrir novos talentos do WWE ,  Ashley Massaro  fez sua estreia em 27 de junho do mesmo ano. Na ocasião ela acabou derrotada pela  lutadora Lisa Marie Varon, a Victoria. 

Confira fotos de Ashley Massaro:

Após continuar competindo durante o ano, até que teve oportunidade de disputar pelo Título Feminino. Após eliminar a lutadora Candice Michelle, Ashley voltou a ser derrotada por Victoria.  No começo de 2006, Massaro fraturou a perna após uma luta e precisou passar por uma cirurgia urgente. Durante a recuperação,  a lutadora anunciou um contrato de 3 anos com o WWE. 

Em 21 de junho de 2006, Ashley ganhou seu primeiro combate no Smackdown. Após vencer uma luta de times mistos – que envolvia seis pessoas -, a  wrestlet virou manager de Paul London e Brian Kendrick, passando a acompanhá-los em suas lutas. 


Ashley Massaro com a revista em que foi capa da Playboy
Playboy/Divulgação

Lutadora Ashley Massaro foi capa da Playboy

Durante um evento em fevereiro de 2007, Ashley foi convidada para ser  capa da Playboy americana no mês de abril. Ainda no mesmo mês, a lutadora venceu o Diva Talent Invitational, quando derrotou, de uma única vez, suas sete adversárias. No mesmo ano, participou da décima quinta edição do reality show Survivor.

Leia também: Ex-lutador do UFC é preso acusado de violência doméstica

Ao longo de 2008, Ashley continuou participando de lutas, alteranando entre resultados bons e outros nem tanto.  Em seu myspace, a lutadora afirmou que pediu afastamento pois sua filha Alexa, de 7 anos na época, estava doente. No dia 9 de julho, ela se demitiu do WWE .

Em agosto de 2011, a WILD Wrestling anunciou que Ashley fazia parte da equipe e, em outubro do mesmo ano, o presidente da WILD, Travis Leland, tornou ex- wrestler a nova manager da empresa. 

Vinda de uma família de wrestlers,  Ashley Massaro ensaiava uma volta ao WWE e estava treinando para volta a lutar. Porém, os planos não se concretizaram.  A lutadora, que completaria 40 anos no próximo dia 26, deixa uma filha de 18 anos. 

Comentários Facebook

Esportes

Flexibilização na capital do Rio prevê volta do esporte

Publicado

source

Os centros de treinamento das equipes de futebol podem voltar a funcionar na cidade do Rio de Janeiro. Por decreto, que será publicado na próxima terça (2), a Prefeitura começa plano de seis fases para reabrir as atividades no Rio. Na primeira etapa, os CTs já estão autorizados a retomar as atividades, mas sem a presença de público e da imprensa. Além disso, atividades esportivas no calçadão das praias estão liberadas. No mar, o surfe e qualquer outra prática individual também pode recomeçar.

A ideia do prefeito Marcelo Crivella é avançar de fase a cada 15 dias, após avaliar os leitos hospitalares diante dos próximos números de casos do novo coronavírus (covid-19). Na segunda etapa deste processo está prevista a volta dos jogos, mas com portões fechados. Em julho, na terceira etapa, o público até pode voltar aos estádios, mas ocupando apenas 33% dos lugares disponíveis nas praças esportivas.

O Maracanã, por exemplo, poderia receber 22 mil torcedores para acompanhar uma partida. O Campeonato Carioca está parado desde meados de março e os clubes divergem quanto à volta da competição. O Ministério Público também fez uma recomendação contrária à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) e à própria Prefeitura quanto ao retorno do futebol neste momento.

A Secretaria de Estado de Saúde divulgou, no fim da tarde desta segunda (1), que o Rio registra 54.530 casos de coronavírus, com 5.462 mortes. A capital lidera o número de infectados pela doença, com 30.014 casos e 3.671 óbitos.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Dois brasileiros estão no top 5 de estrangeiros da Champions masculina

Publicado

source

O levantador Bruninho e o líbero Serginho estão entre os cinco melhores estrangeiros que atuaram na Champions League masculina de vôlei, divulgou a Confederação Europeia de Vôlei.

Atual jogador do Taubaté, Bruninho, que ficou na quinta posição, participou do torneio por dois times da Itália, Modena e Civitanova. Ele foi campeão com o segundo, em 2019. Já o líbero, recém-aposentado e que ficou em terceiro na relação, disputou cinco temporadas no Velho Continente, todas defendendo o Piacenza, também da Itália. O brasileiro foi vice-campeão europeu na temporada 2007/2008.

Contatado pela Agência Brasil, Serginho expressou sua alegria com a escolha: “Fico honrado com essa homenagem. Ainda mais depois do anúncio da minha aposentadoria, ser lembrado assim, entre os melhores do mundo, melhores da Champions, que reúne grandes atletas do voleibol mundial, é uma alegria muito grande. Ver outros brasileiros ao meu lado nesta lista também é uma satisfação. O Bruno, a cada dia confirma que é um dos melhores jogadores do mundo na atualidade, por isso faz parte desta lista também”.

O levantador também falou à Agência Brasil, destacando a qualidade do colega brasileiro: “Muito feliz e honrado por estar entre esses grandes do esporte! Mas o Serginho deveria estar no número 1! Mito. Melhor de todos”.

Completaram a lista três jogadores norte-americanos, o oposto Clayton Stanley (quarto colocado), o levantador Lloy Ball (segundo) e o ponta/oposto Matt Anderson (primeiro). A eleição dos melhores foi feita através dos votos de três técnicos: Roberto Piazza, Stelian Moculescu e Mark Lebedew.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana