conecte-se conosco


Esportes

Rodada da NBA tem show de James Harden e Bucks mostrando “força de líder”

Publicado


James Harden foi o grande destaque desta rodada da NBA ao anotar 41 pontos na vitória dos Rockets sobre o Suns
Reprodução/@HoustonRockets

James Harden foi o grande destaque desta rodada da NBA ao anotar 41 pontos na vitória dos Rockets sobre o Suns

Mais uma vez, o Houston Rockets contou com uma atuação de gala de James Harden para vencer uma partida. Na noite desta sexta-feira, a rodada da NBA colocou a franquia do Texas frente a frente com o já eliminado Phoenix Suns. Porém, engana-se quem pensa que o duelo foi fácil para o “Barba” e cia.

Jogando em casa, os Rockets tiveram que suar muito para conseguir a vitória por 108 a 102. Inclusive, a diferença de seis pontos só aconteceu nos segundos finais do duelo. Harden foi o grande nome do jogo, e da rodada da NBA , anotando 41 pontos, nove rebotes e onze assistências.

Leia também: Pacers perto dos playoffs e mais uma derrota dos Lakers são destaques de 5ª

O resultado deixa a franquia de Houston com 43 vitórias e 26 derrotas, ocupando a terceira posição na Conferência Oeste. Restando poucos jogos para o final da temporada regular, os Rockets seguem sonhando em alcançar os Warriors, que lideram com quatro jogos de vantagem.

Já os Suns, sem qualquer chance de classificação para a pós-temporada, soma a 54ª derrota e segura a lanterna da conferência, com um aproveitamento de menos de 23% nos jogos disputados até o momento.

Resultados da rodada da NBA – 15/03/2019

  • Los Angeles Lakers 97 x 111 Detroit Pistons
  • Sacramento Kings 114 x 123 Philadelphia 76ers
  • Charlotte Hornets 116 x 110 Washington Wizards
  • Milwaukee Bucks 113 x 98 Miami Heat
  • Phoenix Suns 102 x 108 Houston Rockets
  • Portland Trail Blazers 122 x 110 New Orleans Pelicans
  • New York Knicks 83 x 109 San Antonio Spurs
  • Chicago Bulls 121 x 128 Los Angeles Clippers

Ninguém para os cervos de Milwaukee!


Franquia de Milwaukee somou mais uma vitória na temporada regular
Reprodução/@bucks

Franquia de Milwaukee somou mais uma vitória na temporada regular

Foram 37 pontos sofridos no primeiro quarto. Até o intervalo, outros 25 e uma desvantagem de 20 para ser tirada contra o Heat na segunda etapa. Porém, os Bucks não lideram a Conferência Leste por acaso e mostraram mais uma vez que são fortes candidatos ao título.

Com dois quartos fulminantes, passando da marca de 30 pontos em ambos, a franquia de Milwaukee virou o duelo contra Miami até com certa facilidade e venceu por 113 a 98 na casa do rival, somando a 52ª vitória na temporada regular.

Leia também: Aos 31 anos, Stephen Curry é um dos maiores nomes do basquete americano atual

Agora, os Bucks levam três jogos de vantagem para o Toronto Raptors e está cada vez mais perto de confirmar o primeiro lugar geral no Leste. Já o Heat, que vive temporada de despedida de Dwyane Wade, chegou ao 36° revés e começa a ver a aproximação do Magic na briga pela oitava e última vaga nos playoffs.

O que vem por aí

A próxima rodada da NBA acontece neste sábado e contará com oito duelos. Destaque para Warriors x Thunder, que coloca frente a frente duas das melhores equipes do Oeste, e o duelo que promete ser o melhor da noite: Nuggets e Pacers em Denver.

Comentários Facebook

Esportes

Bicampeão com a escuderia, Niki Lauda é homenageado pela Ferrari em museu

Publicado


niki lauda
Reprodução

Nikki Lauda foi bicampeão com a Ferrari nos anos 1970

Niki Lauda foi um dos maiores pilotos da história da Fórmula 1 e isso não dá para negar, ele deixará saudades aos fãs e às escuderias do automobilismo.

Leia também:  Williams anuncia britânica líder da W Series como piloto de desenvolvimento

Bicampeão com a Ferrari , Niki Lauda recebeu uma homenagem simples e emocionante no museus da escuderia italiana. Na sessão em que estão expostos todos os carros que já foram campeões da Fórmula 1 no Museu Maranello, as luzes foram apagadas e iluminaram apenas a Ferrari 312T com que Lauda venceu o campeonato de 1975.


homenagem da ferrari
Reprodução

Ferrari iluminou o carro em que Niki Lauda venceu seu primeiro mundial de pilotos na F1

O carro tem um significado importante para a equipe, já que o pódio de Niki Lauda rompeu uma série de 11 anos que a Ferrari não vencia um campeonato na F1. O último título tinha sido em 1964 com o britânico John Surtees.

O austríaco de 70 anos, que faleceu no último dia 20 de maio , venceu por três oportunidades o mundial de pilotos da Fórmula 1 . Nos anos de 1975 e 1977 ele conquistou o troféu correndo pela Ferrari, já em 1984 o caneco veio com a McLaren.

Leia também:  Consórcio Rio Motorsport construirá autódromo do Rio de Janeiro; veja mais

Niki Lauda somou 52 pódios em sua carreira, sendo 24 pole positions e 25 vitórias. Encerrou sua carreira nas pistas em 1985. Trabalhou com aviação por um tempo antes de retornar à F1 como consultor técnico extraordinário da Ferrari nos anos 1990. Também atuou como diretor na Jaguar e Mercedes.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

CSA não perdoa indisciplina de trio gringo e demite Pablo Armero

Publicado


Torcida do CSA
Reprodução/Instagram

O CSA não perdoou a indisciplina de Armero e o afastou do elenco do clube.

Nesta tarde, a diretoria do CSA definiu o destino do trio de estrangeiros do clube, composto por Armero, Maidana e Manga Escobar. Em nota publicada hoje, a diretoria do time alagoano confirmou que o colombiano Pablo Armero não faz mais parte do elenco da equipe. Os outros gringos foram multados, mas segurião atuando no clube. Confira a nota abaixo:

“O Centro Sportivo Alagoano comunica que, depois do clube tomar conhecimento dos últimos fatos com os atletas Maidana, Manga Escobar e Pablo Armero, tomou a decisão de multar os três atletas em 20%, e afastar o Pablo Armero do seu quadro de funcionários após um entendimento amigável. Maidana e Manga Escobar seguem seus respectivos trabalhos no CSA

Leia também: Trio de estrangeiros deverá deixar o CSA após mau comportamento

A decisão do CSA vem após o trio de jogadores ter sido flagrado por torcedores em um bar na véspera do embarque da equipe para Porto Alegre, onde enfrentaria o Internacional. Maidana e Manga estavam machucados e não seguiriam com o clube.  Já Armero estava relacionado para o jogo que seria disputado.

O trio inteiro foi multado em 20% do salário. Porém, apenas o lateral colombiano foi desligado do CSA . Aos 32 anos, Armero chegou no clube alagoano este ano e disputou apenas quatro partidas, sem marcar nenhum gol. Já Maidana e Manga serão aproveitados pela comissão técnica assim que se recuperarem das lesões que os afastaram dos gramados.

Comentários Facebook
Continue lendo

Ouça Agora

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana