conecte-se conosco


Esportes

Relembre como foram as últimas 5 convocações da Seleção para a Copa América

Publicado


Troféu da Copa América
Reprodução

A convocação da Seleção Brasileira para a Copa América acontecerá amanhã.

Na manhã desta sexta-feira (17), nós iremos conhecer os 23 jogadores convocados por Tite para defender a Seleção Brasileira na Copa América. Realizada no Brasil, a 46ª edição do torneio continental contará com todas as dez seleções sul-americanas. Além disso, as seleções do Japão e do Qatar participarão da competição como convidadas.

Leia também: Clubes poderão usar estádios da Copa América até a 8ª rodada do Brasileirão

A convocação da Seleção será realizada às 11h em evento na sede da CBF, no Rio de Janeiro. Para te preparar para a lista que será anunciada, nós relembramos como foram as convocações para as últimas 5 edições da Copa América que foram disputadas:

Copa América 2004


Adriano comemorando
Reprodução/iG

Adriano comemora gol do empate em 2 a 2 marcado nos acréscimos contra a Argentina na final da Copa América de 2004. Jogo foi para os pênaltis e Brasil foi campeão.

 O anúncio da convocação da Seleção Brasileira para a Copa América de 2004 surpreendeu a torcida. Isso porque o técnico Carlos Alberto Parreira poupou grandes estrelas do elenco. Dentre os nomes preservados pelo treinador, estavam Kaká, Dida, Cafu, Ronaldinho Gaúcho e Ronaldo. Confira abaixo a lista de convocados:

Júlio César (goleiro), Fábio (goleiro); Mancini (lateral), Maicon (lateral), Gustavo Nery (lateral), Gilberto (lateral); Bordon (zagueiro), Cris (zagueiro), Juan (zagueiro), Luisão (zagueiro); Dudu Cearense (meia), Renato (meia), Kléberson (meia), Edu (meia), Diego (meia), Júlio Baptista (meia), Alex (meia), Felipe (meia); Adriano (atacante), Ricardo Oliveira (atacante), Vágner Love (atacante) e Luís Fabiano (atacante)

Apesar de estar com um “time B”, cuja maior estrela era Adriano , a seleção se saiu bem. Após uma classificação sofrida na fase de grupos, o Brasil passou pelo México e pelo Uruguai para chegar na final contra a Argentina. A decisão ficou marcada como um dos clássicos mais disputados entre os dois times e terminou com o Brasil sendo campeão nos pênaltis.

Copa América 2007


Dunga
1237851847821

Treinada por Dunga, a Seleção Brasileira foi campeã da Copa América de 2007.

Três anos mais tarde, agora disputando o título na Venezuela, a Seleção voltou ao torneio com um time que mesclava estrelas e novos jogadores. Dentre os nomes mais conhecidos entre os 22 convocados, estavam Gilberto Silva, Juan, Elano e Robinho, que era visto como uma grande revelação. Relembre os convocados:

Hélton (goleiro) e Doni (goleiro); Maicon (lateral), Daniel Alves (lateral), Gilberto (lateral) e Kléber (lateral); Juan (zagueiro), Alex (zagueiro), Alex Silva (zagueiro) e Naldo (zagueiro); Gilberto Silva (meia), Mineiro (meia), Fernando (meia), Elano (meia), Josué (meia), Diego (meia), Anderson (meia) e Zé Roberto (meia); Robinho (atacante), Fred (atacante), Vágner Love (atacante) e Afonso (atacante)

Apesar de ter estreado com derrota para o México por 2 a 0, a Seleção engrenou e avançou sem problemas até as semifinais. Após um jogo duro com o Uruguai, os comandados de Dunga venceram no pênaltis e garantiram vaga na final, que s eria, novamente, contra a Argentina . Dessa vez, a Seleção foi soberana e massacrou os Hermanos por 3 a 0, conquistando seu último título do torneio.

Leia também: Seleção olímpica é convocada para competição e desfalca times no Brasileiro

Copa América 2011


Daniel Alves em ação pela Seleção
AP

A Seleção foi eliminada pelo Paraguai nos pênaltis na Copa América de 2011.

Após o fiasco da Copa do Mundo de 2010, a Seleção chegou à Copa América de 2011 querendo o título. Para isso, o técnico Mano Menezes convocou um time que misturava medalhões da última Copa, como Lúcio e Júlio César, com jovens estrelas, como Ganso, Lucas e Neymar . No papel, era uma ótima equipe.

Julio César (goleiro) e Victor (goleiro); Daniel Alves (lateral), Maicon (lateral), André Santos (lateral) e Adriano (lateral); Lúcio (zagueiro), David Luiz (zagueiro), Luisão (zagueiro) e Thiago Silva (zagueiro); Ramires (meia), Lucas Leiva (meia), Sandro (meia), Elano (meia), Elias (meia), Paulo Henrique Ganso (meia), Jadson (meia) e Lucas (meia); Neymar (atacante), Robinho (atacante), Fred (atacante) e Alexandre Pato (atacante)

Porém, na prática, o time não emplacou. Após dois empates nas rodadas iniciais contra Venezuela e Paraguai, o Brasil conseguiu se classificar ao vencer o Equador por 4 a 2. Porém, em um novo confronto contra o Paraguai, a partida acabou empatada sem gols e foi para os pênaltis. Como o Brasil não converteu nenhuma das quatro cobranças feitas, a Seleção foi eliminada.

Copa América 2015


Neymar em campo durante a Copa América 2015
AP

Liderada por Neymar, a Seleção Brasileira fracassou e foi eliminada pelo Paraguai na Copa América de 2015.

Após o 7 a 1 contra a Alemanha na semifinal da Copa do Mundo de 2014, a Seleção enxergava na Copa América uma chance de se redimir. O elenco convocado por Dunga tinha alguns novos nomes como Philippe Coutinho, Casemiro e Marquinhos. Além disso, Dunga convocou atletas de confiança como Robinho e Diego Tardelli. Relembre os atletas convocados:

Jefferson (goleiro), Diego Alves (goleiro) e Marcelo Grohe (goleiro); David Luiz (zagueiro), Marquinhos (zagueiro), Thiago Silva (zagueiro) e Miranda (zagueiro); Marcelo (lateral), Filipe Luís (lateral), Danilo (lateral) e Fabinho (lateral); Luiz Gustavo (meia), Fernandinho (meia), Elias (meia) e Casemiro (meia), Everton Ribeiro (meia), Douglas Costa (meia), Willian (meia) e Philippe Coutinho (meia); Neymar (atacante), Diego Tardelli (atacante), Robinho (atacante) e Roberto Firmino (atacante)

Na primeira fase, o Brasil se classificou para o mata-mata mesmo sendo derrotado pela Colômbia na segunda rodada do torneio. Porém, disputando a vaga nas semifinais contra o Paraguai , a seleção novamente empatou e levou o confronto para os pênaltis. Após Éverton Ribeiro e Douglas Costa desperdiçarem suas cobranças, o Brasil foi eliminado.

Leia também: Suárez passa por cirurgia, não joga final pelo Barça e pode perder Copa América

Copa América 2016


Coutinho comemorando gol pela Seleção
Mowa Press

Em 2016, a Seleção goleou o Haiti por 7 a 1, mas foi eliminada da Copa América ainda na fase de grupos.

A edição Centenário da Copa América foi disputada nos Estados Unidos em 2016. A lista tinha nomes novos para o público, mas que hoje fazem parte do dia-a-dia da seleção, como Alisson, Ederson e Fabinho. A ausência de nomes conhecidos como o de Neymar, poupado para as Olimpíadas, David Luiz e Thiago Silva também surpreendeu. Veja quem foi chamado:

Alisson (goleiro), Diego Alves (goleiro) e Ederson (goleiro); Miranda (zagueiro), Gil (zagueiro), Marquinhos (zagueiro), Rodrigo Caio (zagueiro), Daniel Alves (lateral), Filipe Luís  (lateral), Fabinho (lateral), Douglas Santos (lateral); Luiz Gustavo (meia), Elias (meia), Renato Augusto (meia), Philippe Coutinho (meia), Lucas Lima (meia), Willian (meia), Casemiro (meia), Rafael Alcântara (meia) e Douglas Costa (meia);  Hulk (atacante), Gabriel (atacante) e Ricardo Oliveira (atacante).

Logo na primeira rodada, o empate sem gols contra o Equador colocou a seleção em alerta. Na segunda rodada, porém, o Brasil goleou o Haiti por 7 a 1 e precisava de um empate para se classificar. Porém, a seleção foi derrotada pelo Peru por 1 a 0 e acabou eliminada ainda na fase de grupos do torneio.

Comentários Facebook

Esportes

Drogba explica o motivo de não ter aceitado proposta do Corinthians em 2017

Publicado

Lance


Didier Drogba agora é dono de um clube de futebol
Divulgação

Didier Drogba agora é dono de um clube de futebol

O agora ex-jogador marfinense Didier Drogba segue envolvido com o mundo do futebol tendo a responsabilidade de gerenciar o Phoenix Rising , equipe que disputa a United Soccer League, nos Estados Unidos.

Leia também: Presidente do Corinthians admite erro com Arena, fala de Drogba e cita Crefisa

E foi justamente essa questão de planejamento a longo prazo que atraiu Drogba mais do que a possibilidade de aceitar a proposta em 2017 do Corinthians, por exemplo.

Quem fez a afirmação de maneira bastante objetiva foi o próprio marfinense durante evento realizado no último domingo, na cidade de Paris – o  “Troféus do futebol” é organizado pela União Nacional dos Futebolistas Profissionais em parceria com a Liga de Futebol Profissional francesa.

“O que aconteceu foi que eles fizeram uma oferta, não foi a única oferta que eu tive. Claro que é um clube grande e eu tenho muito respeito pelo Corinthians e pelos meus irmãos brasileiros, mas eu decidi ir por outro caminho ser co-proprietário de um clube, agora sou dono de um clube”, comentou.

Leia também: Reforço de luxo? Corinthians envia proposta oficial para contratar Drogba

“Minha visão foi a longo prazo, não apenas uma visão de um ou dois anos, Foi por isso que eu decidi ir para os Estados Unidos e abraçar esse desafio”, detalhou Didier Drogba.


Drogba com a língua de fora
Divulgação

Drogba brilhou no Chelsea e quase veio jogar no Corinthians

O ex-atleta com sucesso principalmente pelo Chelsea dentro das quatro linhas ainda fez uma análise do momento vivido pelo atacante Neymar, do PSG, algo que ele classificou como “uma temporada difícil”.

“Eu acho que o Neymar é um grande jogador, alguém que eu respeito muito. Algumas vezes nos falamos. Foi uma temporada difícil pra ele, acho que ele foi bravo o bastante para jogar, porque ele já teve uma Copa do Mundo difícil, voltando muito cedo para jogar, tentando ser competitivo para a seleção nacional”, disse.

“Depois, com o Paris Saint-Germain, tentou competir e teve essas lesões, que o impediram de ter a menor performance dele. Mas ele continua sendo um dos melhores do mundo e quando ele está jogando você pode ver a diferença que ele faz para o time em campo”, finalizou Drogba .

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Jogador brasileiro leva pedrada na Tunísia, vai para hospital e jogo é encerrado

Publicado


Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia
Ben Guerdane / Divulgação

Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia

No último sábado, o Ben Guerdane, do jogador brasileiro Gil Bahia , enfrentou o Stade Gabesien fora de casa pelo Campeonato Tunisiano, mas um jogo que parecia tranquilo acabou sendo encerrado no meio do segundo tempo, após o lateral levar uma pedrada da torcida mandante da partida.

Leia também: Que tragédia! Árbitro sofre mal súbito dentro de campo e morre no hospital


Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia
Ben Guerdane / Divulgação

Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia

“A gente perdia o jogo de 1×0 e estávamos pressionando eles, que estão brigando pelo rebaixamento. Então começou o problema com um torcedor que invadiu o campo, foi pra cima do juiz, mas a polícia o retirou, depois começaram a jogar pedras pequenas em mim quando eu estava cobrando o escanteio, mas sem me acertar”, comentou o jogador brasileiro .


Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia
Ben Guerdane / Divulgação

Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia

“Quando eu fui bater o escanteio novamente, eu só vi o vulto da pedra vindo no meu rosto, eu desviei e acertou no meu braço. Quando bateu, eu caí na hora, só que eu estava tão bravo na hora que quando eu vi o sangue descendo no braço, peguei a pedra e joguei no meio da arquibancada de volta”, disse o lateral.

Leia também: Capa da Playboy norte-americana, lutadora morre aos 39 anos de idade


Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia
Ben Guerdane / Divulgação

Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia

O Stade Gabesien foi multado em 45 mil dólares e perdeu três pontos no campeonato pelo ocorrido. Revelado pelo Cruzeiro e com passagem pelo Bahia, o jogador brasileiro foi levado para o hospital, recebendo alta poucas horas depois com ferimentos leves e com o braço inchado.


Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia
Ben Guerdane / Divulgação

Gil Bahia, jogador brasileiro, levou uma pedrada durante partida na Tunísia


Comentários Facebook
Continue lendo

Ouça Agora

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana