conecte-se conosco


Esportes

Queda corintiana na pré-Libertadores tem "déjà-vu" de carrascos

Publicado

source

Fernando Fernández. Guaraní, do Paraguai. Cinco anos depois, eles foram mais uma vez os algozes do Corinthians em uma Libertadores. A diferença é que se da outra vez o duelo foi nas oitavas de final, agora foi ainda pela segunda fase preliminar da competição. O Timão até venceu o jogo de quarta-feira (12), em São Paulo, mas o 2 a 1 não foi suficiente.

Na partida de ida, em Assunção, os paraguaios ganharam por 1 a 0, gol de Morel. Aos brasileiros, só uma vitória por dois gols de diferença serviria — especialmente se o rival marcasse na Arena de Itaquera. Devolver o 1 a 0 só levaria a decisão aos pênaltis.

Até o intervalo, apesar da expulsão de Pedrinho no retorno dele à equipe após a disputa do Pré-Olímpico pela seleção brasileira, Luan e Boselli estavam classificando os paulistas para a sequência da competição. Só que cobrando falta (muito contestada pelos corintianos), Fernández — o mesmo que decidiu para o Guaraní, nessa mesma Arena, em 2015 — descontou, obrigando o Alvinegro a colocar pelo menos outra bola na rede paraguaia. O Timão tentou, mas pecou no passe final. Quando conseguiu finalizar, parou em duas defesas de Sérvio.

Tal qual em 2011, o clube paulista se despede da Libertadores antes da fase de grupos — na ocasião, o carrasco foi o Tolima, da Colômbia. É, ainda, a terceira vez consecutiva que um time brasileiro dá adeus na etapa preliminar do torneio. No ano passado, o São Paulo caiu para o Talleres, da Argentina. Em 2018, a Chapecoense não superou o Nacional, do Uruguai.

Classificado, o Guaraní terá pela frente o Palestino, do Chile, na terceira e última etapa preliminar da Libertadores. Os chilenos se classificaram ao superar o Cerro Largo, do Uruguai, por 5 a 1 (6 a 2 no placar agregado). Quem avançar vai para o grupo B, o mesmo de Palmeiras, Tigre, da Argentina, e Bolívar, da Bolívia.

Nos demais jogos de quarta-feira (12), o Cerro Porteño, do Paraguai, recebeu o Universitário, do Peru, e venceu por 1 a 0, classificando-se pelo placar agregado (2 a 1). Já o Atlético Tucumán, da Argentina, fez 2 a 0 em casa no The Strongest, da Bolívia, devolvendo o placar da partida de ida — nos pênaltis, vitória argentina por 6 a 5.

Nesta quinta-feira (13), Sporting Cristal, do Peru, e Barcelona de Guayaquil, do Equador, decidem às 21h30 (de Brasília) em Lima, capital peruana, a última vaga à terceira fase preliminar da Libertadores. No jogo de ida, os equatorianos golearam por 4 a 0.

Edição: Verônica Dalcanal

Comentários Facebook

Esportes

Vasco enfrenta Oriente Petrolero para avançar na Sul-Americana

Publicado

source

O Vasco já está em Santa Cruz de la Sierra (Bolívia) para jogar contra o Oriente Petrolero pela Copa Sul-Americana. A equipe treinada por Abel Braga joga na próxima quarta (19) no estádio Rámon Aguilera. Na bagagem da equipe cruzmaltina, muito repelente, pois a Bolívia vive um surto de dengue que atingiu, inclusive, dois jogadores da equipe adversária.

Na primeira partida, em São Januário, o Vasco venceu por 1 a 0 com um gol do argentino Germán Cano. O resultado confere a vantagem do empate aos brasileiros neste jogo de volta. Dos 25 relacionados para a partida, a novidade é Ricardo Graça. O zagueiro estava na seleção brasileira pré-olímpica e foi reincorporado ao elenco vascaíno.

Como não está inscrito nesta fase da Sul-Americana, o volante colombiano Fredy Guarín não viajou com o grupo e segue no Rio aprimorando a forma física. Quem está mais longe de voltar ao clube, segundo o presidente Alexandre Campello, é Dedé. Segundo o dirigente, as negociações com o zagueiro esfriaram.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Martine Grael e Kahena Kunze estarão em Tóquio 2020

Publicado

source

As campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze garantiram, no último final de semana, a participação na próxima edição dos Jogos Olímpicos. A vaga, em Tóquio, na disputa da classe 49er FX de vela, foi garantida no mundial realizado em Geelong (Austrália).

As brasileiras, que ficaram com o ouro nos Jogos do Rio (2016), carimbaram o passaporte para Tóquio ao terminarem o mundial na 12ª posição.

Além de Martine e Kahena, o final de semana também foi de classificação olímpica para Marco Grael e Gabriel Portilho. Eles defenderão o Brasil na classe 49er ao encerrarem o Mundial de Geelong na 13ª posição.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana