conecte-se conosco


Esportes

Pouco inspirado, Santos erra muito e acaba derrotado pelo Novorizontino

Publicado


Já classificado, Santos jogou pouco e acabou sendo derrotado no Pacaembu
Ivan Storti/Santos

Já classificado, Santos jogou pouco e acabou sendo derrotado no Pacaembu

Nesta sexta-feira, o Santos entrou em campo para enfrentar o Novorizontino sabendo que precisava vencer: mais cedo, o Red Bull Brasil havia batido o São Bento por 3 a 2 e roubado a liderança do Grupo A do Campeonato Paulista . Porém, nem mesmo esse incentivo foi capaz de “acender” a equipe de Jorge Sampaoli, que acabou derrotada por 1 a 0.

Leia também: Santos voltará aos cinemas com filme sobre artilharia mundial; veja trailer

O gol da vitória da equipe do interior veio ainda no primeiro tempo, aos 30 minutos. Felipe Marques iniciou a jogada, entortou o lateral do Santos Victor Ferraz e tocou para Murilo Henrique bater cruzado, sem chances para Vanderlei.

Com o resultado, o Santos cai para o segundo lugar e perde a melhor campanha da primeira fase da competição. Agora, terá que vencer o Botafogo-SP em Ribeirão Preto e torcer por um tropeço do Red Bull, que enfrenta o Guarani em Campinas, para voltar à liderança e garantir o mando de campo nas quartas de final.

Leia também: Fifa anuncia novo Mundial de Clubes com 24 times e disputado a cada quatro anos

Já o Novorizontino vê a classificação cada vez mais próxima. Com os três pontos conquistados contra o Santos , a equipe chega a 19, iguala o líder Palmeiras no Grupo B e agora torce contra o Guarani. Caso o Bugre não vença o clássico contra a Ponte no sábado, a vaga será do Tigre!

O jogo

Apesar de já estar classificado, o Santos entrou em campo pressionado pela vitória do Red Bull, que tirava do Peixe a ponta do Grupo A. Porém, o início do jogo foi mais favorável aos visitantes, que quase marcaram um gol olímpico aos 8 minutos com Paulinho.

Percebendo o perigo, o Peixe resolveu tomar as rédeas da partida e começou a criar chances no setor ofensivo. O peruano Cueva foi o responsável pela 1ª grande chance do alvinegro: após bela jogada de Rodrygo, o meia chutou para o gol aberto, mas a bola foi desviada em cima da linha por Matheus Sales.

Logo na sequência, foi a vez do jovem atacante parar na defesa do rival. Porém, este foi o último bom lance da equipe no primeiro tempo. Sem muita inspiração, o time errava jogadas fáceis e começou a incomodar o torcedor.

Leia também: Presidente do Corinthians, Andrés Sanchez recebe alta do hospital após dez dias

Incômodo este que ficou ainda maior aos 30 minutos, quando o Tigre abriu o placar. Aproveitando os espaços na defesa do Santos , Felipe Marques puxou rápido contra-ataque, bateu a marcação de Victor Ferraz e tocou para Murilo Henrique bater na saída de Vanderlei.

Para a segunda etapa, o técnico Sampaoli até tentou incutir em seus jogadores um espírito melhor, mas a situação permaneceu a mesma. Com dificuldades para furar a defesa rival, o Peixe errava lances seguidos e continuava dando espaço em contra-ataques.

O treinador tentou mudar o resultado também por meio de alterações: Felippe Cardoso e Copete entraram nas vagas de Cueva e Soteldo. Ainda assim, o alvinegro insistia em erros simples e não conseguia balançar as redes do rival.

Leia também: Por atrasos salariais, jogadores do Fluminense voltam a fazer greve

O tempo foi passando, as chances perdidas se acumulando e o torcedor perdeu a paciência de vez. No fim, o Santos até teve algumas oportunidades, principalmente em cruzamento e escanteios, mas não teve jeito: não era a noite da equipe alvinegra. O placar final foi mesmo de 1 a 0 para o Tigre.

Comentários Facebook

Esportes

Bicampeão com a escuderia, Niki Lauda é homenageado pela Ferrari em museu

Publicado


niki lauda
Reprodução

Nikki Lauda foi bicampeão com a Ferrari nos anos 1970

Niki Lauda foi um dos maiores pilotos da história da Fórmula 1 e isso não dá para negar, ele deixará saudades aos fãs e às escuderias do automobilismo.

Leia também:  Williams anuncia britânica líder da W Series como piloto de desenvolvimento

Bicampeão com a Ferrari , Niki Lauda recebeu uma homenagem simples e emocionante no museus da escuderia italiana. Na sessão em que estão expostos todos os carros que já foram campeões da Fórmula 1 no Museu Maranello, as luzes foram apagadas e iluminaram apenas a Ferrari 312T com que Lauda venceu o campeonato de 1975.


homenagem da ferrari
Reprodução

Ferrari iluminou o carro em que Niki Lauda venceu seu primeiro mundial de pilotos na F1

O carro tem um significado importante para a equipe, já que o pódio de Niki Lauda rompeu uma série de 11 anos que a Ferrari não vencia um campeonato na F1. O último título tinha sido em 1964 com o britânico John Surtees.

O austríaco de 70 anos, que faleceu no último dia 20 de maio , venceu por três oportunidades o mundial de pilotos da Fórmula 1 . Nos anos de 1975 e 1977 ele conquistou o troféu correndo pela Ferrari, já em 1984 o caneco veio com a McLaren.

Leia também:  Consórcio Rio Motorsport construirá autódromo do Rio de Janeiro; veja mais

Niki Lauda somou 52 pódios em sua carreira, sendo 24 pole positions e 25 vitórias. Encerrou sua carreira nas pistas em 1985. Trabalhou com aviação por um tempo antes de retornar à F1 como consultor técnico extraordinário da Ferrari nos anos 1990. Também atuou como diretor na Jaguar e Mercedes.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

CSA não perdoa indisciplina de trio gringo e demite Pablo Armero

Publicado


Torcida do CSA
Reprodução/Instagram

O CSA não perdoou a indisciplina de Armero e o afastou do elenco do clube.

Nesta tarde, a diretoria do CSA definiu o destino do trio de estrangeiros do clube, composto por Armero, Maidana e Manga Escobar. Em nota publicada hoje, a diretoria do time alagoano confirmou que o colombiano Pablo Armero não faz mais parte do elenco da equipe. Os outros gringos foram multados, mas segurião atuando no clube. Confira a nota abaixo:

“O Centro Sportivo Alagoano comunica que, depois do clube tomar conhecimento dos últimos fatos com os atletas Maidana, Manga Escobar e Pablo Armero, tomou a decisão de multar os três atletas em 20%, e afastar o Pablo Armero do seu quadro de funcionários após um entendimento amigável. Maidana e Manga Escobar seguem seus respectivos trabalhos no CSA

Leia também: Trio de estrangeiros deverá deixar o CSA após mau comportamento

A decisão do CSA vem após o trio de jogadores ter sido flagrado por torcedores em um bar na véspera do embarque da equipe para Porto Alegre, onde enfrentaria o Internacional. Maidana e Manga estavam machucados e não seguiriam com o clube.  Já Armero estava relacionado para o jogo que seria disputado.

O trio inteiro foi multado em 20% do salário. Porém, apenas o lateral colombiano foi desligado do CSA . Aos 32 anos, Armero chegou no clube alagoano este ano e disputou apenas quatro partidas, sem marcar nenhum gol. Já Maidana e Manga serão aproveitados pela comissão técnica assim que se recuperarem das lesões que os afastaram dos gramados.

Comentários Facebook
Continue lendo

Ouça Agora

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana