conecte-se conosco


Basquete

Petrovic espera um jogo duríssimo, mas acredita numa vitória diante da Grécia

Publicado

Foto: FIBA

Desde que soube que o Brasil enfrentaria a Grécia na Copa do Mundo da China, Aleksandar Petrovic jamais se mostrou pessimista pelo fato de ter Giannis Antetokounmpo pelo caminho. Com a mesma serenidade que atendeu vários jornalistas no Rio de Janeiro, poucos dias após o sorteio dos grupos, e respondeu um a um sobre como parar o gigante grego, o comandante brasileiro mostrou a mesma tranquilidade depois do último treino da Seleção antes de encarar a Grécia, nesta terça-feira, às 9h (de Brasília), no Youth Olympics Sports Park, em Nanjing, ao analisar o confronto que pode definir o primeiro lugar do grupo F.

Cercado por jornalistas gregos, Petrovic fez mistério por questões óbvias e não quis entregar a fórmula que pretende adotar para tentar frear o MVP da NBA. No entanto, ao atender por último a imprensa brasileira, o técnico da Seleção fez questão de ressaltar que a Grécia não se resume apenas ao jogador do Milwaukee Bucks.

– Como temos muitos jornalistas gregos aqui que acompanham nos sites especializados tudo sobre o Mundial, eu não posso falar muito. Mas não podemos cair numa cilada de pensar apenas em Antetokounmpos. A Grécia é muito mais do que ele, tem Bourousis, Sloukas, Calathes, Papanikolau, Printezis. É um grande time, mas sei uma forma de ganhar deles, só temos que ver como vai funcionar na prática – afirmou Petrovic.

O otimismo do comandante da Seleção Brasileira não é por acaso. Treinador da Croácia nos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, Petrovic foi um dos responsáveis por Giannis Antetokounmpos e seus companheiros não terem se classificado para a competição.

– Fui o único que tive essa experiência com a seleção da Croácia. Em 2016, pelas semifinais do Pré-Olímpico europeu, ganhamos da Grécia com Antetokounmpos, Papanikolau, Calathes e todo mundo, mas três anos depois todos melhoraram muito e essa seleção é muito mais forte que aquela – alertou o técnico da Seleção Brasileira.

Não foi só Aleksandar Petrovic que foi abordado sobre o assunto na véspera da partida entre os dois países. Um dos líderes da Seleção e citado pelo próprio Antetokounmpos durante as entrevistas à imprensa brasileira, Anderson Varejão até reconheceu a superioridade grega para o confronto desta terça-feira.

No entanto, o pivô de 2,11m, que já enfrentou o jogador do Milwaukee Bucks ínumeras vezes quando defendia o Cleveland Cavaliers, afirmou que a Seleção Brasileira está preparada para o duelo contra os gregos.

– Sabemos que a Grécia vem com muita força, é um time que se conhece bem e joga junto há bastante tempo, tem o MVP da NBA, mas nos preparamos muito para isso e temos que ser respeitados. Eles são superiores no momento, mas sabemos do nosso potencial e do que podemos fazer em quadra. Se eles entrarem achando que já ganharam, podem se complicar – afirmou Varejão.

Comentários Facebook

Basquete

Astro do basquete Kobe Bryant sofre acidente de helicóptero e morre aos 41 anos

Publicado

Foto:

Um dos maiores jogadores de basquete de todos os tempos, Kobe Bryant morreu neste domingo (26). A lenda do Los Angeles Lakers sofreu um acidente de helicóptero em Calabasas, cidade localizada na California, e morreu aos 41 anos. A informação foi publicada pelo site americano TMZ.

De acordo com a publicação, Kobe estava viajando com pelo menos mais quatro pessoas quando o helicóptero, que pertencia a ele, caiu. As cinco mortes foram confirmadas. Vanessa Bryant, esposa do ex-jogador, não estava a bordo.

Kobe viajava com o mesmo helicóptero há anos, desde quando ainda jogava profissionalmente. As causas do acidente ainda não foram reveladas.

Bryant deixa a sua mulher, Vanessa, e quatro filhos: Gianna, Natalia, Bianca e Capri  o último deles nasceu há apenas sete meses.

Mais informações em instantes

Da redação com Jovem Pan

Comentários Facebook
Continue lendo

Basquete

Franca é campeão da Copa Super 8 de basquete

Publicado

(Foto: Divulgação/Franca) Gazeta Esportiva

Com uma impressionante virada no último quarto, Franca conquistou o título da Copa Super 8 de basquete, após vencer o Flamengo por 77 a 73, no Rio de Janeiro, neste sábado, em uma reedição da final do ano passado. Com a conquista, a equipe se classificou para a Champions League Américas da próxima temporada.

A etapa inicial foi bastante disputada e equilibrada. No primeiro quarto, o Franca se sobressaiu e venceu por 19 a 13. Já no segundo, o rubro-negro reagiu e, com as mudanças feitas pelo treinador do time carioca Gustavo de Conti, virou o confronto para 44 a 37.

No segundo tempo, o equilíbrio foi mantido. O Flamengo conseguiu se manter à frente no terceiro quarto, vencendo por 63 a 56. Entretanto, no último período, faltando pouco mais de três minutos para o fim, o time paulista virou com uma cesta de dois pontos de David Jackson, deixando a equipe com a vantagem de 73 a 71.

Com a virada, o time carioca sentiu o nervosismo e começou a cometer mais erros. Aproveitando-se do bom momento, Franca se manteve consistente e venceu o confronto por 77 a 73, conquistando o título da competição.

“Ano passado batemos na trave duas vezes contra o Flamengo e estávamos engasgados com isso, por toda a pressão que tivemos. Me cobro bastante e, depois de perder a final do Super 8 e do NBB, aquele sentimento ficou comigo. Um sentimento que não quero ter nunca mais. Estamos de parabéns. Isso não tem preço”, disse Lucas Dias, um dos destaques da partida e da equipe paulista.

“O importante foi que nunca desistimos. Enfrentar o Flamengo em casa é muito difícil. Mas demos o troco do ano passado”, declarou Rafael Hettsheimeir, MVP da final, com 28 pontos.

Da redação com Terra

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana