conecte-se conosco


Esportes

Palmeiras vence São Paulo com golaço de Carlos Eduardo e se garante nas quartas

Publicado

O Palmeiras venceu o São Paulo neste sábado por 1 a 0, em partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Paulista, no estádio do Pacaembu, e se garantiu na próxima fase da competição, enquanto o escrete tricolor, que jogou para pouco mais de 19 mil são-paulinos, não depende mais apenas de si para avançar às quartas de final do estadual.

Leia também: Não conheci Coutinho, mas eles me contaram quem foi o craque


Jogadores do Palmeiras comemoram gol de Carlos Eduardo que deu vitória diante do São Paulo
Divulgação

Jogadores do Palmeiras comemoram gol de Carlos Eduardo que deu vitória diante do São Paulo

O gol da vitória palmeirense foi marcado por Carlos Eduardo, que entrou no intervalo no lugar de Borja, aos 34 minutos do segundo tempo, em lindo chute de fora da área após tabela com Dudu. Com os três pontos, o Palmeiras chegou aos 22 no Grupo B, já o São Paulo segue com 14 no Grupo D e pode perder a segunda colocação caso o Oeste (12 ponto) vença o Corinthians neste domingo.

Apesar da vitória, o escrete alviverde não apresentou um grande futebol, assim como o tricolor. O primeiro tempo foi amarrado e com apenas uma chance do lado da equipe liderada por Hernanes. Na etapa final, os comandados de Felipão criaram as melhores chances e conseguiram impor um ritmo melhor. Após a saída de Hernanes, aos 25, o São Paulo, então, pouco criou.

A vitória do Palmeiras em mais detalhes


Clássico Choque-Rei entre São Paulo e Palmeiras foi muito disputado e com poucas chances
Divulgação/SãoPauloFC

Clássico Choque-Rei entre São Paulo e Palmeiras foi muito disputado e com poucas chances

O primeiro tempo entre São Paulo e Palmeiras no Pacaembu foi muito abaixo das expectativas. Com 22 faltas e cinco cartões amarelos, a bola pouco rolou, o que dificultou para os principais articuladores são-paulinos, Hernanes e Antony, e palmeirenses, Moisés e Ricardo Goulart.

Leia também: Com Marcelo titular, Real Madrid vence Celta de Vigo na reestreia de Zidane

A principal chance foi com Hernanes, aos 19 minutos, em cobrança de falta da ponta direita que Weverton espalmou e mandou para escanteio. Aos 40, palmeirenses pediram pênalti em Goulart, mas o árbitro Thiago Duarte Peixoto apenas deixou seguir.

Mais tempo com a bola, total de 60%, o Palmeiras sofreu para chegar ao gol de Tiago Volpi. A equipe de Felipão praticamente não criou chances e finalizou apenas uma vez ao gol contra sete chutes do escrete tricolor.

Na segunda etapa, Dudu criou uma chance já ao primeiro minuto, coisa não feita durante todos os primeiros 45 minutos. Em bom chute chapado, a bola raspou a trave de Volpi. Outra boa chance foi com Goulart, que recebeu lindo passe de Scarpa, mas foi travado por Volpi. Aos 27, Carlos Eduardo ganhou pelo alto após cruzamento da direita e mandou para o meio da área, mas Goulart não conseguiu aparecer para finalizar.

Leia também: Pai de Neymar avisa Real e Barça que filho planeja sair do PSG, diz jornal

Scarpa, inclusive, deu dois chutes perigosos de fora da área aos 32 minutos, obrigando Volpi a trabalhar. Dois minutos depois, porém, o arqueiro tricolor não conseguiu evitar forte chute de Carlos Eduardo, que bateu no travessão duas vezes antes de entrar. Daí em diante, o São Paulo nada criou e o Palmeiras soube administrar para vencer seu primeiro clássico no ano.

Comentários Facebook

Esportes

Bicampeão com a escuderia, Niki Lauda é homenageado pela Ferrari em museu

Publicado


niki lauda
Reprodução

Nikki Lauda foi bicampeão com a Ferrari nos anos 1970

Niki Lauda foi um dos maiores pilotos da história da Fórmula 1 e isso não dá para negar, ele deixará saudades aos fãs e às escuderias do automobilismo.

Leia também:  Williams anuncia britânica líder da W Series como piloto de desenvolvimento

Bicampeão com a Ferrari , Niki Lauda recebeu uma homenagem simples e emocionante no museus da escuderia italiana. Na sessão em que estão expostos todos os carros que já foram campeões da Fórmula 1 no Museu Maranello, as luzes foram apagadas e iluminaram apenas a Ferrari 312T com que Lauda venceu o campeonato de 1975.


homenagem da ferrari
Reprodução

Ferrari iluminou o carro em que Niki Lauda venceu seu primeiro mundial de pilotos na F1

O carro tem um significado importante para a equipe, já que o pódio de Niki Lauda rompeu uma série de 11 anos que a Ferrari não vencia um campeonato na F1. O último título tinha sido em 1964 com o britânico John Surtees.

O austríaco de 70 anos, que faleceu no último dia 20 de maio , venceu por três oportunidades o mundial de pilotos da Fórmula 1 . Nos anos de 1975 e 1977 ele conquistou o troféu correndo pela Ferrari, já em 1984 o caneco veio com a McLaren.

Leia também:  Consórcio Rio Motorsport construirá autódromo do Rio de Janeiro; veja mais

Niki Lauda somou 52 pódios em sua carreira, sendo 24 pole positions e 25 vitórias. Encerrou sua carreira nas pistas em 1985. Trabalhou com aviação por um tempo antes de retornar à F1 como consultor técnico extraordinário da Ferrari nos anos 1990. Também atuou como diretor na Jaguar e Mercedes.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

CSA não perdoa indisciplina de trio gringo e demite Pablo Armero

Publicado


Torcida do CSA
Reprodução/Instagram

O CSA não perdoou a indisciplina de Armero e o afastou do elenco do clube.

Nesta tarde, a diretoria do CSA definiu o destino do trio de estrangeiros do clube, composto por Armero, Maidana e Manga Escobar. Em nota publicada hoje, a diretoria do time alagoano confirmou que o colombiano Pablo Armero não faz mais parte do elenco da equipe. Os outros gringos foram multados, mas segurião atuando no clube. Confira a nota abaixo:

“O Centro Sportivo Alagoano comunica que, depois do clube tomar conhecimento dos últimos fatos com os atletas Maidana, Manga Escobar e Pablo Armero, tomou a decisão de multar os três atletas em 20%, e afastar o Pablo Armero do seu quadro de funcionários após um entendimento amigável. Maidana e Manga Escobar seguem seus respectivos trabalhos no CSA

Leia também: Trio de estrangeiros deverá deixar o CSA após mau comportamento

A decisão do CSA vem após o trio de jogadores ter sido flagrado por torcedores em um bar na véspera do embarque da equipe para Porto Alegre, onde enfrentaria o Internacional. Maidana e Manga estavam machucados e não seguiriam com o clube.  Já Armero estava relacionado para o jogo que seria disputado.

O trio inteiro foi multado em 20% do salário. Porém, apenas o lateral colombiano foi desligado do CSA . Aos 32 anos, Armero chegou no clube alagoano este ano e disputou apenas quatro partidas, sem marcar nenhum gol. Já Maidana e Manga serão aproveitados pela comissão técnica assim que se recuperarem das lesões que os afastaram dos gramados.

Comentários Facebook
Continue lendo

Ouça Agora

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana