conecte-se conosco


Esportes

Neymar ligou cinco vezes ao Barcelona pedindo para voltar ao clube, diz jornal

Publicado


Falta de projeto do PSG teria feito Neymar se arrepender
Divulgação

Falta de projeto do PSG teria feito Neymar se arrepender

A cada semana a imprensa espanhola traz mais boatos sobre a possível volta de Neymar ao Barcelona. Desta vez, o jornal ‘El Mundo’ noticia que o jogador brasileiro jpa entrou em contato com o clube cinco vezes, por meio de seu pai, para tratar seu retorno.

Leia também: Neymar fica atrás de Mbappé e Kane na lista de jogadores mais valiosos do mundo

De acordo com a publicação, Neymar pai teria ligado pessoalmente ao presidente do Barça, Josep Bartomeu, e outros dirigentes do clube catalão, dizendo que o jogador errou ao assinar com o PSG e “está decepcionado e muito arrependido”, principalmente pela falta de um projeto esportivo do clube francês.

Segundo as fontes do jornal, a primeira ligação aconteceu na temporada passada, e desde então, o pai do atleta, que também é seu representante, tem suplicado para que seu filho possa voltar ao Barcelona .

A direção do clube teria explicado, porém, que não é possível conversar sobre um possível retorno do jogador enquanto um processo entre as partes corre na Justiça. Neymar reivindica receber € 26 milhões referentes ao bônus pela renovação com o clube antes de partir para o PSG. Com 10% de juros, o valor chegaria aos € 30 milhões (R$ 118 milhões), mas o Barça decidiu não pagar o brasileiro após sua saída.

Leia também: Em votação de jornal espanhol, torcedores rejeitam volta de Neymar ao Barcelona

Caso decida trazer o atleta de volta, o Barcelona já sabe o valor que teria que pagar aos franceses. De acordo com o jornal espanhol ‘As’, no contrato assinado entre Neymar e o PSG , foi fixada uma multa rescisória de 160 milhões de euros (aproximadamente R$ 711 milhões) a partir do ano de 2020, o que facilitaria para os espanhóis , que só precisariam pagar o valor, sem ter que negociar com a diretoria do clube francês.

Recentemente, o meio-campista Arthur revelou que reza para que as especulações se confirmem e que Neymar , que já divide espaço com ele na seleção brasileira, possa atuar ao seu lado também pelo clube.

“Eu pessoalmente estou rezando para que ele venha, porque é um craque, é indiscutível. E penso que quanto melhores os jogadores que o time tenha, melhor. Pessoalmente, estou torcendo muito para que ele volte. Mas ele tem sua vida, sabe o que faz, e não sei o quão profundas estão essas negociações, se há chance de vir ou não. Mas é um amigo pessoal e um profissional que admiro muito, e eu ficaria muito feliz se ele pudesse voltar aqui”, disse em entrevista ao jornal espanhol Mundo Deportivo.

Leia também: Para Buffon, Neymar e Mbappé vão ganhar cinco Bolas de Ouro nos próximos anos

Outro fator que pode facilitar a saída de Neymar do PSG é o crescimento do futebol de Mbappé, que mesmo muito jovem, já assume grande protagonismo na equipe, e após a conquista do Mundial da Rússia, passou a ser o jogador mais valioso do mundo.

Comentários Facebook

Esportes

Brasil tem dois gols anulados pelo VAR e tropeça diante da Venezuela em Salvador

Publicado

David Neres em ação no Brasil x Venezuela
Pedro Martins / MoWA Press / Divulgação

David Neres em ação no Brasil x Venezuela

Depois de vencer bem a Bolívia na estreia da Copa América , o Brasil voltou a campo nesta quarta-feira diante da Venezuela e tropeçou: 0 a 0 no duelo realizado na Arena Fonte Nova, em Salvador, na Bahia.

Leia também: Guerrero deixa sua marca, Peru vira sobre a Venezuela e vence no Maracanã

No segundo tempo de jogo, o Brasil teve dois gols anulados pelo VAR, um de Gabriel Jesus e outro de Philippe Coutinho – com a ajuda da tecnologia, a arbitragem anotou impedimento de Roberto Firmino em ambos os lances.

Os pouco mais de 42 mil torcedores que foram ao estádio vaiaram a seleção ao final do primeiro tempo e, também, após o apito final. 

Com o empate sem gols, o time comandado por Tite chegou aos quatro pontos dentro da chave A da competição, mesma pontuação da seleção peruana, mas ainda na liderança por ter um gol a mais no saldo. Os venezuelanos têm dois, enquanto a Bolívia ainda não pontuou.

A seleção brasileira volta a campo no próximo sábado, dia 22 de junho, às 16h (de Brasília), quando encara o Peru pela terceira rodada da fase de grupos. O duelo está marcado para Arena Corinthians, em São Paulo.

Volte em instantes para ler o relato completo da partida.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Guerrero deixa sua marca, Peru vira sobre a Venezuela e vence no Maracanã

Publicado

Lance

Guerrero marcou e o Peru venceu a Bolívia
CONMEBOL/REPRODUÇÃO

Guerrero marcou e o Peru venceu a Bolívia

De virada, o Peru garantiu uma importante vitória sobre a Bolívia nesta terça-feira, no Maracanã, pela segunda rodada do Grupo A da Copa América. Após Marcelo Moreno abrir o placar para os bolivianos, a seleção peruana dominou o jogo e, com gols de Guerrero, Farfán e Flores, garantiu os três pontos no Rio de Janeiro.

Com a vitória, o Peru chegou a quatro pontos, enquanto a Bolívia continua sem pontuar. Na última rodada, no sábado, às 16h, os peruanos brigam pela primeira colocação do grupo com o Brasil, enquanto a Bolívia encara a Venezuela.

Começo lento

A partida no Maracanã, começou muito estudada e com poucas chances de gol. Na primeira chegada um pouco mais perigosa do Peru, pelo lado direito com Advíncula, aos oito minutos, o lateral caiu na área pedindo pênalti, mas o juiz, acertadamente, nada deu – e teve sua decisão confirmada pelo VAR. Mas a primeira chance real de gol só foi acontecer aos 20 minutos, com bola parada. Farfán cobrou uma falta colocada, mas a bola só passou perto da trave esquerda de Lampe.

Aniversariante marca

Aos 24, o boliviano Saucedo recebeu na área, dominou no peito e chutou em direção ao gol. Mas a bola bateu na mão de Zambrano. Após uma longa consulta ao VAR – que chegou a gerar vaias por parte da torcida no Maracanã, o árbitro Roddy Zambrano assinalou a penalidade máxima. Comemorando 32 anos nesta terça-feira, Marcelo Moreno foi o incunbido de fazer a cobrança. E a fez com muita qualidade, deslocando o goleiro adversário e abrindo o placar para a Bolívia.

Guerrero aparece

Até então um pouco sumido na partida, o centroavante Guerrero só teve sua primeira chance de gol aos 35. Ele recebeu na linha da pequena área e finalizou de primeira, mas foi travado por Haquín na hora e a bola foi para escanteio. Entretanto, no fim do primeiro tempo, aos 44, o camisa 9 recebeu um belo passe de Cueva, driblou o goleiro Lampe e finalizou para o gol vazio, marcando o seu 12º gol na história da Copa América e empatando a partida.

Centroavante retribui

Se no final da primeira etapa Guerrero recebe um passe de Cueva que o deixou na cara do gol, logo no começo do segundo tempo, aos 9 minutos, foi a vez do atacante do Internacional dar a assistência para o gol da virada do Peru sobre a Bolívia. O centroavante recebeu pela esquerda e fez um cruzamento perfeito na cabeça de Farfán, que subiu alto e mandou para as redes.

Flores decide

Após marcar o segundo gol, a seleção peruana seguiu pressionando a Bolívia. E o goleiro Lampe bem que tentou, mas não evitou que o placar fosse pior para a Bolívia. Ele fez ao menos quatro defesas difíceis e importantes. Mas, no último minuto, Farfán deu um belo passe para o Flores, que finalizou encobrindo o goleiro boliviano, decretando o placar final da partida.

FICHA TÉCNICA
BOLÍVIA 1 X 3 PERU

Estádio : Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 18/06/2019, às 18h30 (de Brasília)
Árbitro : Roddy Zambrano (EQU)
Assistentes : Christian Lescano e Byron Romero (ECU)
VAR : Esteban Ostojich (URU)
Gramado : Bom
Público/Renda: 17.550 pagantes/R$ 4.906.195,00
Cartão amarelo : Chumacero, Roberto Fernández e Haquín (BOL), Guerrero e Zambrano (PER)
Cartão vermelho: –

Gols: Marcelo Moreno, 27’/1ºT (1-0); Guerrero, 44’/1ºT (1-1); Farfán, 9’/2ºT (1-2)

BOLÍVIA : Lampe, Diego Bejarano, Haquín, Jusino e Marvin Bejarano; Justiniano, Saucedo (Roberto Fernandéz, 25’/2ºT), Raúl Castro (Gilbert Álvarez, 35’/2ºT), Saavedra (Leonardo Vaca, 27’/2ºT) e Chumacero; Marcelo Moreno. Técnico : Eduardo Villegas.

PERU : Gallese, Advíncula, Zambrano (Araujo, 39’/2ºT), Abram e Trauco; Tapia, Yotún, Cueva (Flores, 33’/2ºT), Farfán e Polo; Guerrero (Christofer Gonzáles, 44’/2ºT). Técnico : Ricardo Gareca.

Comentários Facebook
Continue lendo

Ouça Agora

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana