conecte-se conosco


Esportes

Mundial sub-17: Brasil vence Angola e garante liderança do grupo A

Publicado

source

Já classificado para as oitavas-de-final da Copa do Mundo de futebol sub-17, o Brasil derrotou Angola por 2 a 0 nesta sexta (1) e garantiu a primeira posição do grupo A da competição com 100% de aproveitamento. Na partida realizada no Estádio Olímpico de Goiânia o grande destaque foi o atacante Verón, que marcou um golaço.

O jogo 

A primeira boa chance de gol foi da Angola. O atacante David recebe na esquerda, se livra de um zagueiro e chuta com perigo para defesa do goleiro Matheus Donelli aos 12 minutos.

Com o passar do tempo o Brasil equilibra o jogo, e cria sua primeira boa chance aos 29 minutos, quando o meia Diego Rosa tem duas oportunidades claras de marcar, mas o goleiro Cambila aparece muito bem.

Aos 41 minutos é o atacante Talles Magno que cria oportunidade clara. Ele recebe na área e toca para Verón, que bate forte para fora.

Contudo, a chance mais cristalina do primeiro tempo foi de Angola. Aos 47 Afonso avançou pela direita e cruzou na medida para David, que escorou, com muito perigo, para fora.

Gol no segundo tempo

O segundo tempo começa com a mesma dinâmica da etapa inicial, com chances de lado a lado. A primeira oportunidade clara é do Brasil, com chute perigoso de Daniel Cabral aos 7 minutos que acaba indo para fora.

Dois minutos depois é Angola que chega com perigo. Maestro enfia a bola para Zito, que avança e chuta muito perto do gol defendido por Matheus Donelli.

Mas aos 22 minutos o Brasil finalmente conseguiu transformar suas chances em gol. Verón cobrou escanteio, o zagueiro Henri cabeceia e Talles Magno escora para abrir o marcador.

O Mundial Sub-17 chega a Goiânia nesta sexta-feira para a Seleção Brasileira. No estádio Olímpico, o Brasil enfrenta Angola pela última rodada da fase de grupos. O confronto, marcado para as 20h, vale a liderança do Grupo A

Talles Magno fez o primeiro gol da vitória do Brasil – Alexandre Loureiro/CBF

Com a vantagem no placar o Brasil passa a se posicionar no campo de ataque, tocando a bola em busca de uma oportunidade de fazer o segundo.

E a estratégia dá certo. Aos 31 minutos Verón domina na intermediária, avança sozinho deixando 4 adversários para trás e bate na saída do goleiro Cambila. Um golaço.

Com o 2 a 0 no marcador o Brasil passa a administrar o jogo e não corre maiores riscos para ficar com a vitória no final. Assim, a seleção garantiu 100% de aproveitamento na primeira fase e a primeira posição do grupo.

Próxima fase

A próxima partida do Brasil será realizada na quarta (6), a partir das 20h (horário de Brasília), no Estádio do Bezerrão, que fica no Gama (DF). O jogo valerá pelas oitavas-de-final e o adversário ainda não está definido.

Ficha técnica:

ANGOLA 0 x 2 BRASIL

Competição: Mundial Sub-17 (Primeira Fase – Grupo A)

Local: Estádio Olímpico, Goiânia (GO)

Juiz: Andreas Ekberg (Suécia)

Angola: Cambila; Mimo, Maestro (Domingos), Pablo e Porfírio; Afonso, Pedro, Capita e Zito; Beni (Nelinho) e David (Zini). T: Pedro Gonçalves

Brasil: Matheus Donelli; Garcia, Henri, Luan Patrick e Patryck (Gabriel Noga); Daniel Cabral (Sandry), Diego Rosa e Peglow (Lázaro); Veron, Kaio Jorge e Talles Magno. T: Guilherme Dalla Dea.

Gols: 2º tempo: Talles Magno (22) e Verón (31).

Edição: Fábio Lisboa
Comentários Facebook

Esportes

Pandemia: Pan-Pacífico de natação é adiado de 2022 para 2026

Publicado

source

Os organizadores do Pan-Pacífico de natação anunciaram o adiamento das competições, que seriam disputadas no Canadá, inicialmente marcadas para o início do segundo semestre de 2022 para 2026. Os quatro países responsáveis pelo gerenciamento do evento, Austrália Candá, Estados Unidos e Japão, decidiram por unanimidade o adiamento.

A decisão foi tomada devido a alterações sofridas no calendário internacional, por causa da pandemia do novo coronavírus. Com as mudanças, dois eventos de grande porte estão confirmados para ocorrer próximo a este período do ano: os Jogos da Commonwealth, previstos para 27 de julho a 7 de agosto de 2022, em Birmingham, na Inglaterra; e o Campeonato Mundial de 2021, que ocorreria em maio, em Fukuoka, no Japão, mas também foi adiado.

De acordo com a nota divulgada no site da Swimming Canada, a federação de natação canadense, um terceiro campeonato traria grandes desafios.

“Estamos ansiosos para sediar este evento, mas, em geral, todos podem se beneficiar da decisão de adiar o Campeonato Pan Pacífico por quatro anos. Continuará sendo um evento de referência no futuro. Agora, estamos ansiosos para sediar um grande evento em 2026, acolhendo nossos colegas Austrália, Japão e Equipe EUA, bem como outros convidados de todo o mundo para uma celebração do nosso esporte da melhor forma possível”, disse a presidente da Swimming Canada.

Os quatro países responsáveis pelo gerenciamento do evento, Austrália Candá, EUA e Japão, decidiram por unanimidade a alteração da data. Por outro lado, o local das disputas permanecerá em solo canadense.

Outra competição afetada foi o Pan-Pacífico Júnior, que ocorrerá em 24 e 27 de agosto de 2022. A princípio aconteceria em 2020.

Edição: Denise Griesinger

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

COI aprova novo calendário de classificação do Skate para Olimpíadas

Publicado

source

A federação internacional de skate World Skate anunciou a aprovação da mudança de calendário das competições esportivas pelo Conselho Executivo do Comitê Olímpico Internacional (COI), devido alteração dos Jogos Olímpicos de Tóquio de 2020 para 2021. De acordo com o novo cronograma, todos os eventos classificatórios para as Olimpíadas vão encerrar em 29 de junho do ano que vem, diferentemente da previsão inicial, que determinava o prazo até amanhã (31).

Em nota publicada em site oficial, a entidade explica que “todos os resultados já alcançados serão preservados e que as mudanças foram feitas apenas em relação à pandemia(novo coronavírus). Nenhuma alteração foi feita no sistema de classificação de eventos e nenhuma alteração no sistema de cotas.”

Ou seja, os dois melhores resultado obtidos na primeira janela, em 2019, serão mantidos. Restam ainda 4 eventos que serão levados em consideração. As pontuações conquistadas através de campeonatos nacionais de cada país serão atualizadas trimestralmente no Ranking Mundial de Skate. Já aquelas alcançadas via competições continentais sofrerão alteração no término delas.

Ao todo serão 20 skatistas de cada gênero disputando o ouro olímpico em Tóquio. O masculino e feminino utilizam o mesmo critério de classificação: uma vaga destinada ao país-sede, 16 pelo Ranking Mundial e três alcançadas via Campeonato Mundiais.

Edição: Denise Griesinger

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana