conecte-se conosco


Estadual

Mixto fecha preparação em treino antes do confronto decisivo diante do Operário-VG

Publicado

Gil Gomes //  Assessoria Mixto EC.

Nildo treinador Mixto E.C- Foto: Gil Gomes

O Mixto realizou treino tático na tarde desta sexta-feira e o técnico Nildo Dantas definiu o time que vai enfrentar o Operário VG, no Clássico dos Milhões, o mais tradicional de Mato Grosso. O trabalho foi no Mini-estádio Pelezinho, em Cuiabá. Nildo deu ênfase ao trabalho técnico e ao posicionamento da equipe, que entra em campo neste domingo, às 15h, na Arena Pantanal.

A comissão técnica aplicou um treinamento coletivo com foco ao posicionamento, principalmente no sistema defensivo. A transição rápida e saídas em contra-ataques também foram priorizadas.

O técnico Nildo Dantas avaliou o trabalho realizado pela comissão técnica nesta semana. Destacou que a equipe teve tempo suficiente para corrigir alguns erros e se preparar para o clássico.

“Foi uma semana muito bem trabalhada, os jogadores treinaram e se recuperaram. Conseguimos corrigir algumas falhas, tanto no setor ofensivo como o defensivo. Agora temos um jogo difícil contra o CEOV, mas a expectativa é muito boa. Os jogadores estão convictos do que estão fazendo, evoluíram bastante essa semana, então vamos em busca dos três pontos”, destacou Nildo.

O CLÁSSICO: Mixto e CEOV já protagonizaram 250 confrontos, em 60 anos de história desse confronto. O tigre tem boa vantagem no clássico, com 92 vitórias, contra 86 para o Chicote da Fronteira. O empate aconteceu 67 vezes.

DÚVIDAS E AUSÊNCIAS: O lateral esquerdo Vinicius, que teve um desconforto muscular no ultimo confronto diante do Nova Mutum, treinou com o elenco ao decorrer da semana, porém  ainda é dúvida. O meia Odair Júnior, está no DM do Tigre e passa por exames.

CARTÕES E PENDURADOS: O volante Fernando (Herê) é o único atleta do Tigre pendurado com dois cartões, um diante do União na estreia do Mato-Grossense e o outro diante do clássico contra o Cuiabá na segunda rodada da competição.

O Mixto entra em campo para mais uma rodada do Mato-Grossense 2020 neste domingo (09), contra o CEOV, no Arena Pantanal, a partir das 15h. A partida é válida pela 5ª rodada da competição.

Na abertura da rodada na tarde deste sábado (8) na Arena Pantanal, o Dom Bosco venceu o Nova Mutum pelo placar de 2 a 0.

A rodada continua neste domingo com mais três jogos.

Mixto x Operário – Domingo (9), às 15h / Arena Pantanal

Árbitro: Leonardo Lorenzatto
Assistente 1: Gislan Antônio Garcia
Assistente 2: Paulo César Farias
4º árbitro: George Bennachio

Poconé x Luverdense – Domingo (9), às 15h / Neco Falcão

Árbitro: Alberth Antônio da Costa
Assistente 1: Tiago Binsfield
Assistente 2: Luiz Gustavo Damata
4º árbitro: Daniel de Arruda Cruz

Araguaia x União – Domingo (9), às 16h / Zeca Costa

Árbitro: Rafael Odílio dos Santos
Assistente 1: Loedilson de Rodrigues
Assistente 2: Dionisio Ferreira Lima
4º árbitro: Fabiano Pacheco

Cuiabá x Sinop – Segunda-feira (10), às 19h30 / Arena Pantanal

Árbitro: Rodrigo da Fonseca
Assistente 1: Rodolfo Ortiz
Assistente 2: Rafael Peitter
4º árbitro: Luciano Lopes Ferreira

Comentários Facebook

Estadual

Invencibilidade e classificação encaminhada

Publicado

Júlio Cesar- Treinador União E.C- Foto: Ilcimar Aranhas/CIDADE NOS ESPORTES

O União Rondonópolis, do técnico Júlio César Nunes, encaminhou sua classificação antecipada ao mata-mata do Estadual Mato-Grossense após empate em 2 a 2 contra a Luverdense fora de casa no último sábado (15).

Com o resultado, time chegou aos 13 pontos na vice-liderança, mantendo a invencibilidade na competição. O líder Cuiabá tem 16 e um jogo a mais, assim como os demais adversários da parte de cima de tabela.

A partida em Lucas do Rio Verde foi movimentada, com o Colorado buscando o empate nos minutos finais, mostrando novamente que o grupo segue forte no aspecto físico e mental para manter o controle dentro dos jogos e assim alcançar seus objetivos.

Na próxima rodada, dia 22 sábado, o União recebe o Sinop em jogo atrasado da 4ª rodada, voltando a atuar em casa, no estádio Luthero Lopes, após uma sequência de quatro partidas fora dos seus domínios.

Classificação

Cuiabá 16

União E.C 13

Operário-VG 11

Sinop 9

Nova Mutum 8

Dom Bosco 8

Poconé 7

Mixto 4

Luverdense 2

Araguaia 0

Comentários Facebook
Continue lendo

Atletismo

Corrida do Bope leva 4.500 atletas às ruas para prática esportiva e de solidariedade

Publicado

A corrida aconteceu na Avenida Rubens de Mendonça (do CPA), na mesma região da sede do Bope

A corrida aconteceu na Avenida Rubens de Mendonça (do CPA), na mesma região da sede do Bope

A Corrida do Bope (Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar), cuja 5ª edição aconteceu na manhã deste domingo (16.02), já é a segunda maior corrida de rua do Estado e levou 4.500 atletas às ruas de Cuiabá para uma atividade que vai além da prática esportiva.

Participar desse evento é também um ato de solidariedade, já que a maior parte dos recursos arrecadados vai para o projeto social ‘Judô Bope’, que atende gratuitamente mais de 200 crianças e adultos em uma academia montada nas instalações do batalhão.

A corrida reuniu pessoas que amam correr e que participaram de todas as edições, como dona Maria do Carmo Ferreira, que aos 81 anos esbanja disposição e vitalidade. E também iniciantes, que correram pela primeira vez, como as amigas Andreia Arruda (42) e Adriana Franças (42).

Andreia é mãe de aluno do projeto ‘Judô Bope’, o estudante Inácio Silva, de 14 anos. Tanto ela, como a amiga Adriana, não tem o hábito de correr, porém se empenharam ao ponto de trainarem duas vezes o percurso de fariam, o de 5km. “Gostei demais, a organização estava perfeita, o percurso bom, bem abastecido com água, além de recebermos muito incentivo ao longo do trajeto”, analisa Andreia Arruda.

Já Oziel de Santana é desses atletas amadores apaixonados por corridas, mas que não pratica com o objetivo de vencer, de subir no pódio e superar o próprio tempo. É do tipo que treina e se doa para que outras pessoas possam cruzar a linha de chegada e se sentirem vitoriosas.

Oziel correu como guia da servidora pública Carla Bussiki, portadora de ataxia cerebelar (doença causada por uma perda da função do cerebelo que leva comprometimento de funções motoras e outras limitações). É a segunda vez que os dois correm junto pelo Bope. Por 5km, ele empurrou Carla em uma cadeira de três rodas própria para competições.

Para Carla Bussiki, ter um guia é uma possibilidade de fazer o que mais gosta, interagir com as pessoas, ter convívio social. Em agradecimento, ela sorri e diz o quanto está feliz por Oziel de Santana ter lhe proporcionado tantos momentos de alegria. “Isso é o bastante”, diz o guia.

Foto: PMMT

O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Jonildo José de Assis, avalia a Corrida do Bope como exemplo de organização e interação com a sociedade. “Os organizadores estão de parabéns. E nós, da Polícia Militar, temos que agradecer aos colaboradores e patrocinadores que entenderam a proposta e importância social desse evento”, disse.

Assis avalia que a corrida, assim como outras realizadas pela PMMT e suas unidades da capital e interior já se tornaram tradicionais, ganharam a simpatia e o apoio da população e entraram para circuito de corridas de Mato Grosso. “A Polícia Militar tem de estar próxima da comunidade, as corridas são uma forma de interação e de nos aproximar cada dia mais da população”, completa.

Foto: PMMT

Outros eventos

A próxima corrida da PMMT é a ‘4Bravo Rustic Run’, do 4º Batalhão de Várzea Grande. É de obstáculos, com percurso de 5k, e acontecerá na região do bairro Chapéu do Sol nos dias 21 e 22 de março (infantil e adulto, respectivamente). As inscrições estão abertas e a taxa para participar é R$ 85. As inscrições devem ser feitas no site: http://www.morro-mt.com.br.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana