conecte-se conosco


Esportes

“Minha vida está devastada”, diz Najila após prestar depoimento contra Neymar

Publicado

Najila presta depoimento contra Neymar no Rio de Janeiro arrow-options
Reprodução / Instagram

Najila presta depoimento contra Neymar no Rio de Janeiro

A modelo Najila Trindade prestou depoimento, na tarde desta quarta-feira, no caso em que acusa Neymar de divulgar imagens íntimas suas na internet. Ao deixar a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), na Cidade da Polícia, zona Norte do Rio, ela manteve suas denúncias contra o jogador, incluindo a de que foi estuprada por ele num hotel de Paris, em maio.

Leia mais: “7×1 da minha vida”: Mauro Naves desabafa após caso Neymar e demissão da Globo

— Minha vida está devastada. Quem comete um crime público é bem capaz de cometer um crime privado. Já conseguiram provar que eu não fui violentada nem nada, mas não conseguiram indiciar ele por esse crime que ele fez. Ele tá trabalhando igual no futebol: driblando e caindo — ironizou a modelo.

No depoimento de cerca de 40 minutos, Najila respondeu a somente quatro perguntas: se era ela a pessoa nas fotos divulgadas por Neymar ; se ela autorizou que as imagens e as conversas fossem divulgadas por outra pessoa; se era ela a pessoa conversando com o jogador; e como ficou sabendo do vazamento dos diálogos.

A investigação sobre a divulgação das imagens nas redes corre no Rio porque Neymar estava concentrado com a seleção brasileira na Granja Comary, em Teresópolis, quando um vídeo de defesa foi publicado em suas redes sociais. Em depoimento, o jogador afirmou que um integrante de seu staff e um técnico em informática haviam divulgado o material.

Já em São Paulo, onde corre a investigação sobre a acusação de estupro, o cenário é contrário às denúncias de Najila. Nesta terça-feira, a Polícia Civil indiciou a modelo por fraude processual, denúncia caluniosa e extorsão. O marido dela, Estivens Alves, foi denunciado por fraude processual e divulgação de conteúdo erótico.

Comentários Facebook

Esportes

Com inicio de carreira como treinador no União E.C; Bolivar irá comandar o Vila Nova-GO

Publicado

Foto: Kelson Abrão

Com carreira de treinador iniciada em 2018 no União E.C, Bolívar foi anunciado na tarde deste domingo (23) para o comando técnico do Vila Nova-GO.

Aos 39 anos, além de treinar o União E.C-MT, Bolívar  dirigiu o Barra-SC, Cianorte-PR, Novo Hamburgo e Brasil de Pelotas-RS.

Bolívar estava sem clube desde o fim da Série B 2019, quando treinou o Brasil de Pelotas acumulando 8 vitória, 11 empate e 11 derrotas.

O novo comandante substitui Ariel Mamed que já foi vice-campeão Mato-grossense 2019 pelo Operário-VG e agora dispensando do comando técnico do Vila Nova.

O primeiro desafio de Bolivar será pela Copa do Brasil, onde o Vila Nova irá enfrentar a Ponte Preta na próxima quinta-feira (27) em campinas pela 2ª fase da competição.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Paralimpíada 2020: coronavírus cancela evento da bocha adaptada

Publicado

source

O Centro de Treinamento (CT) Paralímpico de São Paulo recebe até amanhã (23) a 2ª fase de treinamento da Seleção Brasileira de Bocha Adaptada. Entre os convocados, estão oito membros da comissão técnica, 12 atletas e seis assistentes esportivos. A previsão inicial era que todos eles seguissem na segunda-feira (24) para Tóquio, para o evento-teste. Mas a crise do Covid-19 (novo coronavírus) mudou tudo.

A BISFed (entidade internacional da modalidade) informou que a Federação Japonesa (JPSA – Japan Para Sport Association) decidiu cancelá-lo. “Viemos para cá com tudo pronto para a ida a Tóquio. Bem tensos por causa da situação da saúda na China e no Oriente. O cancelamento só nos foi passado aqui mesmo no CT em São Paulo. Mas acabou sendo bom. Ninguém sabe a real dimensão que essa epidemia pode atingir. Pelo lado esportivo, a nossa ida a Tóquio ia ser muito proveitosa para o preparo da equipe quanto ao fuso horário, tempo de viagem e clima”, comentou Bianca Bargas, staff da atleta Natali de Faria (classe BC2).

“A gente já esperava alguma ação. Mas não tão perto da viagem. Quando a gente acaba uma missão, que foi a primeira etapa de treinos em janeiro, já começamos a trabalhar na próxima. Até a nossa convocação para essa etapa foi visando ao evento-teste “, afirmou Moisés Fabrício, coordenador da modalidade. “Do evento-teste só participariam os campeões continentais. Assim, nós iríamos com uma equipe mais “enxuta”, com oito atletas, três calheiros e três assistentes técnicos”, disse o dirigente.

Piso

Wagner Lima, comandante da equipe da classe BC 3 (atletas com paralisia cerebral ou não cerebral, ou de origem degenerativa), reconhece que o cuidado com a saúde dos integrantes das seleções é importante, mas mostra uma preocupação também com o lado técnico das disputas. “Não vai mudar muito o nosso cronograma de preparação. Mas seria interessante irmos até lá, principalmente para conhecermos mais o piso. Em São Paulo, treinamos no piso utilizado na “Rio 2016″. Tudo indica que o modelo será o mesmo lá em Tóquio. Mas, lá em Lima, nos Jogos Parapan-americanos, o piso foi mais rápido e tivemos um pouco de dificuldade de adaptação. Demorou um pouco até chegarmos aos 100%”, lembrou.

Próximas competições e vagas 

Antes dos Jogos Paralímpicos (previstos para o período de 29 de agosto a 5 de setembro), a seleção tem dois eventos que ainda contarão para o ranking internacional e para a definição dos participantes dos Jogos de Tóquio. De 23 a 30 de abril, será o BISFed 2020 Laval World Open, no Canadá. Entre 13 e 20 de julho, haverá o BISFed 2020 Póvoa World Open, em Portugal.

Ainda dependendo da confirmação oficial, a chegada da deleção brasileira para a aclimatação na cidade de Hamamatsu (Japão) está prevista para ocorrer entre os dias 4 e 5 de agosto. Até o momento, o Brasil já tem confirmadas nove vagas para os jogos. A classificação é para o país e não nominal. Os atletas que representarão o Brasil em Tóquio ainda serão definidos e convocados.

Surto do novo coronavírus

O coronavírus já infectou mais de 75 mil pessoas na China e mais de 1.000 em mais 25 países, incluindo o Japão. Na quinta-feira (20), duas pessoas de 80 anos, contaminadas em um navio de cruzeiro em quarentena, morreram.

 

Edição: Graça Adjuto

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana