conecte-se conosco


Esportes

Jogadores barram CBF da festa pelos 25 anos do tetra; entidade realiza outra comemoração

Publicado

Os tetracampeões vão comemorar a conquista da Copa de 94 na próxima quarta-feira na cobertura de um dos hotéis mais badalados de Ipanema. A data marca os 25 anos do título da seleção brasileira, conquistado nos Estados Unidos. Organizada pelos ex-atletas, a festa juntará quase todos os campeões, terá comida e bebida liberada e música ao vivo à beira da piscina. O evento só não contará com os cartolas da CBF. O veto aos dirigentes é uma das exigências do grupo.

A entidade não quis polemizar. Em nota, a CBF informou que “todas as comemorações pelos 25 anos do Tetra são merecidas”.

– A CBF fez questão de organizar, institucionalmente, um evento para marcar a data e homenagear os campeões mundiais, que ajudaram a escrever a história do futebol mais vitorioso do planeta – acrescentou a entidade, que fará neste fim de semana outro evento para celebrar a conquista.

Capitão da seleção no início do Mundial, Raí foi diplomático sobre o veto aos cartolas.

– Nenhum motivo especial. É apenas para ter um momento só nosso – disse o ex-meia e atual diretor executivo do futebol do São Paulo.

Ao lado de companheiros, Romário levanta a taça do tetra em 1994 — Foto: Ben Radford /Getty Images

Ao lado de companheiros, Romário levanta a taça do tetra em 1994 — Foto: Ben Radford /Getty Images

Na noite desta sexta, a CBF faz na Granja Comary, em Teresópolis, uma festa oficial. A comemoração terminará no sábado após um jogo no gramado do centro de treinamento e um churrasco.

A maioria dos campeões confirmou presença nas duas celebrações. Dezessete ex-campeões estarão em Teresópolis.

Principal responsável pela conquista do título, Romário não participará do evento em Teresópolis.

– Me sinto muito feliz em não participar dessa comemoração do tetra pelo simples fato de a CBF estar presente – disse o ex-jogador no mês passado.

Panfleto de divulgação do evento da CBF — Foto: Divulgação

Panfleto de divulgação do evento da CBF — Foto: Divulgação

Ele comandou uma CPI no Senado para investigar a CBF. Romário ainda não confirmou presença na festa de quarta em Ipanema.

Raí tampouco está no evento oficial da CBF nesta sexta. Ele alegou compromissos profissionais.

A festa da entidade desagradou parte dos atletas que desde maio planejam a comemoração para o dia da conquista do título. Eles alegam que a entidade decidiu festejar a data em Teresópolis após tomar conhecimento do evento dos craques.

Patrocinadores retiraram apoio à celebração organizada pelos jogadores

Inicialmente, a solenidade dos tetras seria numa casa de festas em São Paulo e duraria dois dias. Contaria com um leilão com recordações da conquista. A renda seria revertida para entidades beneficentes.

Com o evento oficial da CBF, patrocinadores decidiram retirar o apoio à comemoração dos jogadores para não desagradar a entidade e inviabilizaram o evento em São Paulo.

A festa no Rio foi confirmada somente no sábado. Raí conseguiu o hotel e a hospedagem. Em 1994, ele era um dos líderes do time. O ex-meia foi titular e capitão nas três primeiras partidas do Mundial dos EUA.

Quando Carlos Alberto Parreira decidiu sacar Raí no time, Dunga ficou com a faixa de capitão e entrou para a história ao levantar a taça no Rose Bowl.

Obtido após uma dramática disputa de pênaltis contra os italianos, o título da Copa dos EUA acabou com um jejum de 24 anos da Seleção sem títulos.

Leonardo e Ronaldo estão fora das duas festas

Na festa em Ipanema, todos os jogadores e integrantes do staff da Copa de 94 terão direito a levar um acompanhante.

Diretor do Paris Saint-Germain, Leonardo comunicou oficialmente que não comparecerá na quarta. Ele alegou compromissos com o clube francês. Caçula do grupo, Ronaldo também estará fora. Ele mora na Espanha.

Familiares do médico Lídio Toledo, do massagista Nocaute Jack, do assessor de imprensa Nelson Borges e do administrador Carlos Alberto da Luz também foram convidados. Os quatro já morreram.

Coordenador-técnico daquela Seleção, Mario Jorge Lobo Zagallo é um dos mais aguardados. Com 87 anos, ele está com a saúde debilitada.

Comentários Facebook

Esportes

Presidente Jair Bolsonaro homenageia medalhistas dos Jogos Pan-Americanos no Palácio do Planalto

Publicado

A histórica participação do Brasil nos Jogos Pan-Americanos de Lima continua ganhando repercussão. Nesta sexta-feira (16.08), parte da delegação nacional foi recebida com homenagens pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto, em Brasília. Com a presença também do ministro da Cidadania, Osmar Terra, e do secretário especial do Esporte, Décio Brasil, os atletas foram parabenizados pela conquista do segundo lugar geral no quadro de medalhas, posição que o país não ocupava desde São Paulo 1963.

Foto: Abelardo Mendes Jr/ Ministério a CidadaniaFoto: Abelardo Mendes Jr/ Ministério a Cidadania

“Estamos muito orgulhosos de vocês. Foi uma vitória extraordinária, com uma equipe menor, mas com desempenho maravilhoso”, ressaltou Osmar Terra. Entre os 485 atletas convocados para Lima, 333 são contemplados com a Bolsa Atleta, em um investimento anual de R$ 14,6 milhões. Além disso, das 171 medalhas conquistadas, 141 foram por apoiados pelo programa federal. “O governo brasileiro vai continuar fazendo sua parte. Confiamos muito em vocês para aumentar nossas medalhas nas Olimpíadas de Tóquio”, completou o ministro.

Ministro Osmar Terra. Foto: Abelardo Mendes Jr/ Ministério a CidadaniaMinistro Osmar Terra. Foto: Abelardo Mendes Jr/ Ministério a Cidadania

Além dos pódios, a delegação brasileira fechou a competição com 104 vagas diretas garantidas para os Jogos Olímpicos, sendo 29 conquistadas no Peru, em nove modalidades: handebol feminino, hipismo adestramento, hipismo CCE, hipismo saltos, vela, pentatlo moderno, tênis, tênis de mesa e tiro com arco. “Vocês são vencedores, conquistaram o respeito de todos nós e representaram muito bem o nosso país. Estamos na reta final do ciclo olímpico e já pensando em 2024”, adiantou o secretário Décio Brasil.

O presidente Jair Bolsonaro relembrou experiências esportivas que vivenciou e reconheceu o esforço dos atletas. “O momento de uma medalha é inesquecível. Isso é para sempre. É um símbolo para, nos momentos difíceis, olhar e lembrar que não há obstáculos para conquistar os objetivos”, afirmou. “Obrigado por terem oferecido esse momento de rara felicidade ao nosso sofrido povo brasileiro”, acrescentou Bolsonaro.

De acordo com o diretor-geral do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e campeão olímpico, Rogério Sampaio, a edição teve ainda outros dados de grande relevância: 45% das medalhas foram conquistadas por mulheres, e mais de 50% por atletas com menos de 23 anos. “Temos um futuro muito grande com nossos atletas olímpicos”, ressaltou. “O ministro Osmar Terra não tem poupado esforços para atender as demandas do esporte de alto rendimento”, agradeceu.

Secretário Especial do Esporte, Décio Brasil. Foto: Abelardo Mendes Jr/ Ministério a CidadaniaSecretário Especial do Esporte, Décio Brasil. Foto: Abelardo Mendes Jr/ Ministério a Cidadania

Escolhida para representar os atletas na solenidade, Ana Sátila, que faturou duas medalhas de ouro na canoagem slalom, também destacou a forte presença feminina. “É com muita honra e muito orgulho que fui escolhida para falar em nome dos atletas. Gostaria de agradecer a torcida brasileira. O Pan de Lima já começou sendo histórico. Foi a maior participação feminina na delegação brasileira”, afirmou.

Recomposição

Entre os atletas convocados para os Jogos Pan-Americanos, 20 são beneficiários diretos da recomposição de orçamento do Bolsa Atleta, realizada pelo Ministério da Cidadania neste ano. Desse grupo, dez competidores faturaram medalhas em Lima, sendo cinco de ouro e cinco de bronze. “No programa de 100 dias do governo, tivemos uma suplementação para esse apoio direto ao atleta. Com esse recurso todo, o governo federal, junto com o Ministério da Cidadania, conseguiu apoiar esses atletas e dar tranquilidade para que eles pudessem fazer um bom trabalho”, apontou o secretário nacional de Alto Rendimento e campeão olímpico, Emanuel Rego, lembrando que, ainda neste ano, mais atletas serão contemplados com a Bolsa Pódio, na preparação para Tóquio 2020.

Em sua quinta participação no megaevento continental, Júlio Almeida, bronze no tiro esportivo, destacou como os investimentos têm contribuído para os melhores resultados do país. “Acho que o investimento que vem sendo feito desde os Jogos Olímpicos faz elevar bastante o nível dos atletas. O Brasil vem evoluindo desde lá atrás, quando começou a fazer Jogos Pan-Americanos, Jogos Mundiais Militares, os Jogos Olímpicos”, ressaltou.

Além do Bolsa Atleta, 134 brasileiros que competiram no Peru fazem parte do Programa de Alto Rendimento das Forças Armadas (PAAR), sendo que 88 subiram ao pódio. Um deles foi Keno Marley, medalhista de prata no boxe (até 81kg). “Foi incrível. Fui campeão nos Jogos Olímpicos da Juventude e agora, no meu primeiro ano na categoria adulta, consegui me classificar para os Jogos Pan-Americanos e conquistar a medalha de prata. Foi muito expressivo para o boxe e para o Brasil”, comemorou.

Foto: Abelardo Mendes Jr/ Ministério a CidadaniaFoto: Abelardo Mendes Jr/ Ministério a Cidadania

Natália Gaudio também celebrou a conquista do bronze no individual geral da ginástica rítmica, em sua terceira participação no evento. “Fiquei muito feliz com o meu desempenho. A gente trabalhou muito para esse momento e agora vamos continuar trabalhando duro para as próximas competições. Este ano a gente ainda tem Mundial, e no ano que vem tem o Pan-Americano de ginástica, onde ainda temos a chance de classificar para as Olimpíadas”, destacou.

Na patinação artística, Bruna Wurts conquistou o primeiro ouro feminino do Brasil em Jogos Pan-Americanos. “Eu acho que até hoje não sou consciente do que aconteceu no Pan. Foi uma experiência única para mim, uma oportunidade muito grande de crescer, e uma honra maior ainda pensar que levei o Brasil pela primeira vez ao ouro”, contou. “Representar o Brasil em uma competição tão grande, com tantos atletas importantes de outras modalidades, é uma sensação incrível”, completou Gustavo Casado, medalhista de bronze, também na patinação artística.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Bayern de Munique confirma chegada do meia Philippe Coutinho por empréstimo

Publicado

Lance

Philippe Coutinho arrow-options
Twitter/Reprodução

Philippe Coutinho

O Bayern de Munique oficializou no fim desta tarde a chegada do meia Philipe Coutinho. Aos 27 anos, o brasileiro chega por empréstimo de uma temporada no clube catalão, com opção de compra ao fim do vínculo. Coutinho deve viajar nos próximos dias para Munique para realização dos exames médicos e apresentação no novo clube.

Leia mais: Bayern tropeça na estreia do Campeonato Alemão e apenas empata com Hertha

– Posso confirmar que estive em Barcelona com o Hasan na quarta-feira e que chegAmos a acordo com o clube e o jogador. Estamos lidando com o Philipe Coutinho há algum tempo. O nome não importava, mas exclusivamente sua qualidade – disse o presidente do Bayern de Munique , Karl-Heinz Rummeniege, que foi complementado pelo treinador do clube, Niko Kovac.

– Sou da opinião que não só o FC Bayern München, mas toda a Bundesliga e também a Alemanha, podem esperar receber um jogador tão importante neste campeonato – comentou o treinador ao site oficial do clube alemão sobre a chegada de Philipe Coutinho .

Comentários Facebook
Continue lendo

Ouça Agora

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana