conecte-se conosco


Bahia

Guto elogia empenho dos jogadores em vitória: "Meu mérito é mínimo"

Publicado

 

Se não foi a estreia dos sonhos para Guto Ferreira à frente do Bahia, pelo menos deve ter chegado perto. Em seu primeiro jogo à frente do Tricolor, o treinador conseguiu fazer a equipe voltar a vencer após quatro derrotas seguidas na Série B do Campeonato Brasileiro. O triunfo por 2 a 0 conquistado na noite desta terça-feira, sobre o Oeste, na Arena Fonte Nova, contou com gols de Hernane e Zé Roberto e ainda teve pênalti defendido por Marcelo Lomba.

Após o jogo, o Guto analisou o jogo revelou que o time tinha uma proposta mais cautelosa, de fazer o gol e se fechar. Para o treinador, o triunfo também foi importante para o grupo reconquistar a confiança. [Confira os melhores momentos do jogo no vídeo acima]

– O nosso trabalho foi em um espaço muito pequeno para propor
qualquer coisa muito diferente. Eu falava antes que seria um dos adversários mais difíceis para estreia. É muito difícil tirar a bola deles. O que nós tentamos resgatar foi a
confiança. Independente do que pode estar acontecendo, cada um tem seu
valor e só existiria uma maneira de o Bahia vencer hoje: estar todo mundo
fechado, unido. Dentro disso, o Bahia entrou com uma proposta de pressionar,
conseguiu fazer uma pressão intensa nos primeiros 20, 25 minutos. Conseguiu fazer o gol. No segundo tempo, tínhamos
o placar ao nosso favor. Perdemos o Cajá, que era uma peça importante de
articulação. A proposta de articulação vai ficando mais complicada, o
contra-ataque, porque você passa a ter jogadores que não são da função. Mas foi
o que conversamos, que cada um tinha que estar focado, se entregar até o fim.
Os jogadores fizeram isso, se cobraram dessa maneira. A resposta está aí. Foi
só uma vitória. A gente precisa de mais. Eles estão conscientes que o Bahia
precisa melhorar muito e para isso precisa ter atitudes como a de hoje – disse Guto Ferreira.

Embora não tenha criado muitas oportunidades de gol na primeira etapa, o Bahia saiu para o intervalo vencendo por 1 a 0 e com o Oeste controlado. Na etapa final, porém, o Rubrão cresceu, teve duas oportunidades claras, até que Zé Roberto ampliou o placar para o Tricolor na Fonte Nova. Em seguida, Marcelo Lomba ainda defendeu pênalti e deu mais tranquilidade à equipe. 

– Eu gosto de uma equipe mais postada, que possa impor mais o
ritmo do jogo. Só que no momento que você está chegando, que não sabe qual o
limite de cada um e precisando vencer, a proposta era pressão inicial,
conseguir o gol. Eles tiveram duas ou três chances claríssimas. Mas futebol não
é merecimento, é competência. E o Bahia foi competente. E o time do Oeste,
quando teve as chances, não teve a competência. Dentro da proposta para essa
partida, só tenho que parabenizar os jogadores. Meu mérito é mínimo. O mérito
110% é dos jogadores, os que estiveram em campo e os que ajudaram fora dele. O
torcedor que veio hoje entendeu, apoiou. Empurraram a equipe. Essa parceira é
muito importante para que muitos triunfos possam acontecer.

Guto também destacou o empenho dos jogadores no jogo e evitou falar das falhas cometidas. O treinador lembrou que a equipe jogou com desfalques importantes e que alguns atletas estavam muito desgastados fisicamente.

– Poderia apontar muita coisa. O outro time teve posse.
Tivemos algumas situações em que eles conseguiram quebrar as linhas. Você
apontar os erros aqui, seria covardia. O Bahia precisa melhorar muito. Precisa
melhorar a estrutura defensiva, a posse de bola e precisa ser mais incisivo e
intenso. Como vamos conseguir? Com trabalho, com tempo. […] As minhas equipes não costumam jogar assim, só marcando. Mas
quando é viável, quando precisa do encaixe necessário…O Bahia teve hoje
muitos desfalques. Lomba jogou no sacrifício. Hernane…Algumas situações. Para
vencer, [os jogadores] foram no limite. Então, o limite do Bahia é esse? Não. Se ele achar
que não é, com certeza será maior. É dessa maneira que a gente precisa
trabalhar e disputar cada jogo como um jogo a se vencer.

Com o triunfo, o Bahia chegou aos 20 pontos e se mantém na luta por uma vaga no G-4. O Tricolor volta a jogar no próximo sábado, quando vai enfrentar o Ceará, no Castelão. O jogo está marcado para as 19h30 (horário de Brasília).

Comentários Facebook

Bahia

Guto cita "comprometimento" para justificar ausência de Allano dos jogos

Publicado

Allano; Bahia (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia/Divulgação)Allano não vem sendo relacionado para os últimos jogos (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia/Divulgação)

Defendido por Guto Ferreira desde que chegou ao
Bahia, mesmo nos momentos em que a torcida do Bahia mais pegou em seu pé, o
atacante Allano não vem sendo relacionado para os jogos do Bahia. Ele ficou
fora do empate contra o Oeste, no último sábado, e também do triunfo diante do
Brasil de Pelotas
, esse na Arena Fonte Nova.

Além disso, o jogador não está participando de
todos os treinamentos com o grupo principal. Na coletiva após a partida contra
o Oeste, Guto deu a entender que Allano não está totalmente comprometido com os
objetivos do Bahia, porém sem entrar em detalhes.

– Opção minha. Logicamente, como eu sempre digo
sempre, jogador necessita estar, em treinamento e em jogos, extremamente
concentrado, atento, comprometido. À medida que ele não demonstra o que a gente
quer, a gente precisa, de alguma maneira, buscar situações para colocar dentro
do prumo que a gente precisa ? afirmou o técnico tricolor.

LEIA MAIS
Luiz Antônio e Misael recebem o terceiro amarelo e não enfrentam o Paraná

Fique por dentro das notícias do esporte baiano
Clique aqui e assista a vídeos do Bahia

Com o empate diante da equipe paulista, o Bahia
perdeu a chance de entrar no G-4 da Série B. Ocupa a 6ª posição, com 50 pontos,
dois a menos que o Londrina, 4º colocado. No próximo sábado, o Tricolor
enfrenta o Ceará, na Arena Fonte Nova. 


Comentários Facebook
Continue lendo

Bahia

Bolas murchas, gol contra e defesaça do goleiro Muriel no pacotão do Bahia

Publicado

O Bahia saiu de campo mais uma vez lamentando um resultado fora de casa nesta Série B. Jogando em Barueri, o Tricolor empatou em 1 a 1 com o Oeste e perdeu a chance de entrar no G-4, já que o Náutico perdeu na rodada. No pacotão da equipe baiana, uma cena curiosa com bolas murchas no início do jogo, uma linda defesa de Muriel e o gol contra marcado pelo zagueiro Bruno Silva. Tem ainda a redenção de Tinga, que deu um carrinho perigoso na área, mas conseguiu fazer o corte limpo, na bola.

Confira abaixo todos os lances do pacotão.

01

Bola murcha

 

Não
precisa nem explicar muito o título desse tópico. É exatamente isso aí.
Os primeiros minutos da partida indicaram o que seriam dos 45 minutos
iniciais. Assim que a bola rolou, os atletas do Oeste pediram para parar
o jogo para trocar a bola. Dois minutos depois, a mesma coisa. Haja
bola murcha.

01

Aí sim, Tinga

 

O
lateral Tinga ficou marcado negativamente com a torcida do Bahia depois
que cometeu o pênalti que possibilitou a reação do CRB no empate em
Maceió. Neste sábado, ele, mais uma vez, esteve frente à frente com um
adversário, mas com desfecho diferente. O lateral foi preciso e deu pra
perceber seu alívio após mandar a bola para a linha de fundo.

01

Salva, Muriel

 

Se
no gol de falta de Pedro Carmona, Muriel não teve uma grande atuação, o
goleiro salvou o Bahia em outro lance. Logo depois do gol de empate, o
Oeste chegou com perigo. Mike tentou por cobertura, mas Muriel se
esticou todo para evitar o segundo gol do time da casa.

01

Fogo amigo

 

Se os jogadores do Bahia não conseguem marcar, pelo menos um do Oeste deu uma forcinha. Bruno Silva tentou cortar cruzamento de Eduardo e acabou marcando um gol contra. 

LEIA MAIS
Após novo tropeço do Bahia fora de casa, Juninho afirma: ?É lamentável?
Luiz Antônio e Misael recebem o terceiro amarelo e não enfrentam o Ceará<b>
</b>Fique por dentro das notícias do esporte baiano
Clique aqui e assista a vídeos do Bahia


Comentários Facebook
Continue lendo

Ouça Agora

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana