conecte-se conosco


Brasileirão Série A

Frágil fora, Inter se apega ao Beira-Rio como esperança para fugir da degola

Publicado

 

O Inter já sabe e reconhece qual o seu diferencial para se manter na elite do Brasileirão. Ele sequer calça chuteiras. Para tentar fugir do rebaixamento, a aposta está no Beira-Rio e na força da torcida para empurrar a equipe de Celso Roth em busca das vitórias que faltam. 

Na noite de quarta-feira, o time até lutou e conseguiu fazer frente ao Botafogo no Estádio Luso-Brasileiro, no Rio. Entretanto, sucumbiu após Eduardo cometer pênalti em Sassá e o próprio atacante alvinegro converter a cobrança, decretando mais uma derrota colorada.   

LEIA MAIS:
> Inter perde metade dos jogos no Brasileirão
> Derrota do Inter tem polêmica e secação rival
> Roth lamenta derrota e reclama de pênalti

O revés por 1 a 0 fez o Colorado permanecer no Z-4 pela sexta rodada consecutiva. Os resultados paralelos até colaboraram. Faltou o próprio Inter fazer sua parte e conquistar pelo menos um empate fora de casa.

Pela manhã, a Chapecoense fez 3 a 0 no Sport, o que deixou os pernambucanos com 34 pontos na 16ª colocação. Já à noite, Coritiba e Figueirense empataram em 0 a 0. Se os paranaenses estão em 12º com 37, os catarinenses seguiram em 18º com 32. Como os nordestinos têm saldo menos 9, bastava ao Inter empatar com os cariocas que já sairia da zona de rebaixamento (porque começou a rodada com o saldo menos 5).

Todo esse contexto machucou os gaúchos. Fernando Carvalho não escondeu a frustração. Porém, garantiu que o grupo lutará com todas as forças para evitar o descenso. E conclamou mais uma vez a torcida para lotar o Beira-Rio para ajudar a superar o Flamengo, no domingo.

? Não desistiremos. A torcida está conosco e estará contra o Flamengo. Colocaremos 50 mil pessoas no Beira-Rio. Lutaremos até o final. Se tivermos que agarrar na última raiz do capim do Beira-Rio, agarraremos. Enfrentaremos tudo, mas superaremos. Estamos abatidos, mas não o suficiente para desanimar nessa incessante luta para seguir na primeira divisão.

O discurso do vice de futebol tem base na matemática. O Inter acredita que, com 45 pontos, escapará do descenso. Como soma 33, precisa de mais 12. Justamente o que pode alcançar com as quatro partidas restantes em seus domínios: Flamengo (16/10), Santa Cruz (29/10), Ponte Preta (16/11) e Cruzeiro (27/11).

Torcida do Inter comemora vitória contra o Coxa (Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG)Torcida do Inter foi convocada para lotar o Beira-Rio contra o Flamengo (Foto: Ricardo Duarte / Inter, DVG)

A confiança no Beira-Rio é justificada pela energia criada pela torcida nas últimas duas vezes em que o Inter atuou sob seus domínios. Nas vitórias por 1 a 0 sobre Figueirense e Coritiba, estiveram presentes 34.036 e 35.156 pessoas, respectivamente. Carvalho sabe que o grito das arquibancadas é fundamental para segurar os cariocas:

? Respeitamos o Flamengo. Criaremos um clima de decisão, como fizemos nos últimos jogos para buscar os três pontos que deixamos escapar.

Até por isso, a promoção segue inalterada. Os sócios que geralmente pagam 50% do valor do ingresso só precisam fazer o check in que terão acesso gratuito ao jogo.

Fora de casa, a campanha colorada é pífia. Em 15 compromissos, o Colorado só ganhou em duas ocasiões (2 a 1 no São Paulo e 1 a 0 no Santos), ambas sob a batuta de Argel. O último triunfo, na Vila Belmiro, ocorreu no distante 29 de maio. Ainda soma três empates e acumula 10 rodadas, o que resulta em um aproveitamento de 20%.

Em busca de soluções, o Inter volta aos treinos nesta quinta. Celso Roth já sabe que não contará com William diante do Flamengo, em virtude da suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Ceará, que tem atuado improvisado na lateral esquerda, surge como o principal candidato a voltar à posição de origem. Por outro lado, Ernando, que ficou fora, voltará a ser o parceiro de Paulão.

Confira as notícias do esporte gaúcho no globoesporte.com/rs


Comentários Facebook

+ Esportes

Quarta de Brasil x Argentina, Copa do Brasil, Libertadores e mais no SporTV

Campeonato FrancêsCopa do BrasilPrimeira LigaFutebol de areiaSul-Americano Sub-20LibertadoresA quarta-feira no Canal Campeão está movimentada com muita ação nos gramados do Brasil e do exterior. O dia tem Copa do Brasil, Primeira Liga, Libertadores, Campeonato Francês e Sul-Americano Sub-20. Internacional e Fluminense duelam às 19h30 (de Brasília). O Corinthians encara a Caldense, às 21h45. O Atlético-PR pega o Millonarios, da Colômbia, no mesmo horário, enquanto a seleção brasileira sub-20 enfrenta a Argentina, às 23h30. Confira a programação completa abaixo.

O “Redação SporTV” começa às 10h, dando vez ao “É Gol!!!” ao
meio-dia. O “Seleção SporTV” chega às 13h. O “Tá na Área” é às 17h. O “Troca de
Passes” analisa tudo que rolou nos gramados às 23h45. No SporTV2, o “Giro
SporTV” é destaque ao meio-dia, enquanto o “Planeta SporTV” começa às 16h, e o “SporTV
News”, às 23h45.

01Campeonato Francês

Em terceiro lugar na tabela, o Nice encara o Saint-Ettiene
pela 24ª rodada do Francês, à..

Publicado

  1. Campeonato Francês
  2. Copa do Brasil
  3. Primeira Liga
  4. Futebol de areia
  5. Sul-Americano Sub-20
  6. Libertadores

A quarta-feira no Canal Campeão está movimentada com muita ação nos gramados do Brasil e do exterior. O dia tem Copa do Brasil, Primeira Liga, Libertadores, Campeonato Francês e Sul-Americano Sub-20. Internacional e Fluminense duelam às 19h30 (de Brasília). O Corinthians encara a Caldense, às 21h45. O Atlético-PR pega o Millonarios, da Colômbia, no mesmo horário, enquanto a seleção brasileira sub-20 enfrenta a Argentina, às 23h30. Confira a programação completa abaixo.

O “Redação SporTV” começa às 10h, dando vez ao “É Gol!!!” ao
meio-dia. O “Seleção SporTV” chega às 13h. O “Tá na Área” é às 17h. O “Troca de
Passes”
analisa tudo que rolou nos gramados às 23h45. No SporTV2, o “Giro
SporTV” é destaque ao meio-dia, enquanto o “Planeta SporTV” começa às 16h, e o “SporTV
News”
, às 23h45.

01

Campeonato Francês

Em terceiro lugar na tabela, o Nice encara o Saint-Ettiene
pela 24ª rodada do Francês, às 16h, no SporTV3, na voz de Daniel Pereira e
análise de Carlos Eduardo Lino. O jogo acontece no Allianz Riviera – a equipe
do litoral francês tem 49 pontos, três a menos que o líder Monaco.

02

Copa do Brasil

Vitória da Conquista e Coritiba se encaram pela primeira
fase da Copa do Brasil, às 19h15, no estádio Lomanto Júnior. A narração é de
Thiago Mastroianni, com análise de Gustavo Castelucci. Confira o duelo no
SporTV2.

Jô, primeiro gol, Corinthians x São Bento (Foto: Marcos Ribolli)Corinthians encara a Caldense (Foto: Marcos Ribolli)

No mesmo canal, o Corinthians encara a Caldense, às 21h45,
com narração de Jota Jr e comentários de Wagner Vilaron. A partida rola no
estádio Ronaldão, em Poços de Caldas (MG).

01

Primeira Liga

O Internacional encara o Fluminense pela Copa da Primeira
Liga, no SporTV, às 19h30, na narração de Luiz Carlos Jr e análise de Ricardo
Rocha. O jogo é válido pela 2ª rodada do Grupo A, no Beira-Rio, em Porto Alegre
(RS).

01

Futebol de areia

Brasil e Peru duelam pelas eliminatórias da Copa do Mundo de
futebol de areia, às 20h30, no SporTV3, direto do Paraguai. A narração é de
Clayton Carvalho, ao lado do comentarista Robertinho.

01

Sul-Americano Sub-20

A seleção brasileira sub-20 encara a Argentina pela fase
final da competição, que acontece no Equador. O duelo acontece às 23h30, no
SporTV3, na narração de Guto Nejaim e comentários de André Loffredo. Mais cedo,
Uruguai e Venezuela entram em campo a partir das 21h30.

01

Libertadores

Fique ligado no duelo de volta entre Millonarios, da
Colômbia, e Atlético-PR, às 21h45, no SporTV, na voz de Linhares Jr e análise
de Maurício Noriega. O jogo é válido pela segunda fase – o Furacão venceu a
primeira partida por 1 a 0, na Arena da Baixada.

Comentários Facebook
Continue lendo

+ Esportes

Rival do Bota, Colo-Colo trava batalha além da Libertadores para salvar vidas

Bandeira do Colo-Colo é erguida entre um dos vários incêndios florestais no Sul do Chile (Foto: Divulgação/Colo-Colo)Assim como será para o Botafogo, o jogo da noite desta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Estádio Monumental, é o mais importante do ano para o Colo-Colo. Se perder a disputa, estará eliminado da Taça Libertadores da América e também ficará fora da Copa Sul-Americana. Ainda assim, o clube e seus torcedores dividiram o foco durante a preparação do time em prol de uma ação de solidariedade: ajudar as pessoas afetadas pelos incêndios no Sul do Chile, que já duram três semanas e deixaram cerca de três mil desabrigados, dezenas de povoados arrasados e mais de mil residências destruídas, segundo informe da Corporação Nacional Florestal (Conaf).

Nas últimas semanas, o Colo-Colo abriu as portas de seu estádio para receber doações. De acordo com a assessoria de imprensa do clube, cerca de sete toneladas de roupas, água e alimentos foram recebidos e enviados através de cami..

Publicado

Colo-Colo, incêndios (Foto: Diego Alvujar / Colo-Colo)Bandeira do Colo-Colo é erguida entre um dos vários incêndios florestais no Sul do Chile (Foto: Divulgação/Colo-Colo)

Assim como será para o Botafogo, o jogo da noite desta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Estádio Monumental, é o mais importante do ano para o Colo-Colo. Se perder a disputa, estará eliminado da Taça Libertadores da América e também ficará fora da Copa Sul-Americana. Ainda assim, o clube e seus torcedores dividiram o foco durante a preparação do time em prol de uma ação de solidariedade: ajudar as pessoas afetadas pelos incêndios no Sul do Chile, que já duram três semanas e deixaram cerca de três mil desabrigados, dezenas de povoados arrasados e mais de mil residências destruídas, segundo informe da Corporação Nacional Florestal (Conaf).

Nas últimas semanas, o Colo-Colo abriu as portas de seu estádio para receber doações. De acordo com a assessoria de imprensa do clube, cerca de sete toneladas de roupas, água e alimentos foram recebidos e enviados através de caminhões para a cidade de Constitución, no início do mês. Até mesmo a rivalidade com a Universidad de Chile, a La U, ficou de lado durante a tragédia. As duas equipes chilenas mais populares se uniram para promover um amistoso beneficente, que só não aconteceu ainda por falta de datas devido à participação na Libertadores. A expectativa é que o jogo para levantar fundos seja em março, no Sul do país.

Colo-Colo, incêndios (Foto: Diego Alvujar / Colo-Colo)Clube abriu as portas do Estádio Monumental para receber doações nas últimas semanas (Foto: Divulgação/Colo-Colo)

– Colo-Colo e Universidad de Chile, arquirrivais, estão comprometidos com a ajuda para os prejudicados pelos incêndios no Sul do Chile. Ofereceram amistosos para arrecadação, mas também realizaram ações concretas como por exemplo: juntaram muita água, roupa, coisas para habitação em caminhões… E os próprios jogadores foram entregar pessoalmente – explicou o jornalista chileno Eugenio Salinas, da "Rádio Bio Bio" e "ESPN" em Santiago.

O GloboEsporte.com chegou a marcar uma entrevista com o presidente do Colo-Colo, Aníbal Mosa, para falar sobre o assunto, mas o dirigente não apareceu. Questionado se a preparação para a Libertadores acabou prejudicada pelo foco nos incêndios, Salinas refutou a ideia.

– Não creio (que tenha atrapalhado). Acho até que ajudou, porque toda a atenção está sobre os incêndios. Então a própria imprensa não estava preocupada com o que o Colo-Colo estava fazendo. Creio que tiveram menos pressão – opinou o repórter chileno.

Colo-Colo, incêndios (Foto: Diego Alvujar / Colo-Colo)Colo-Colo arrecadou cerca de 7 toneladas de água, alimentos e roupas para doação (Foto: Divulgação / Colo-Colo)

Outros países também se solidarizaram, entre eles Brasil e Estados Unidos, que enviaram aviões-tanque para jogar água sobre as chamas. Mais de 11 mil bombeiros voluntários, brigadistas (bombeiros florestais), militares, policiais, funcionários públicos e vizinhos combatem o fogo nas zonas afetadas, e 43 suspeitos já foram presos pela polícia chilena. Após passar por situação crítica, aos poucos a força-tarefa vai conseguindo reverter o quadro. Fevereiro começou com 118 incêndios ainda ativos, sendo 59 combatidos, 51 já controlados e oito extintos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana