conecte-se conosco


Esportes

Em busca do 100º título, Roger Federer surpreende em treino para o ATP Finals

Publicado


Federer alegou que o calor, a umidade e a falta de circulação de ar na quadra afetaram seu desempenho
Reprodução / US Open

Federer alegou que o calor, a umidade e a falta de circulação de ar na quadra afetaram seu desempenho

O suíço Roger Federer surpreendeu os presentes na Arena 02, em Londres, durante seu treino para o ATP Finals , último torneio Masters da temporada. O jogador de 37 anos de idade mostrou técnica e agilidade ao rebater a bola com as duas mãos.

Leia também:  Brasileiro Hugo Calderano é indicado a melhor do mundo no tênis de mesa

Conhecido por utilizar backhand de uma mão (ato de balançar a raquete ao redor do corpo com as costas da mão precedendo a palma da mão), Roger Federer inovou nos treinos e utilizou as duas mãos, mostrando que a idade não está atrapalhando seu desempenho em quadra.

Em vídeo postado no Twitter, o atleta começa a rebater bolas com a mão direita e no último toque na bola muda para a mão esquerda. Na gravação é possível ver Federer sorrindo após o lance.

Segundo sites especializados em tênis, utilizar as duas mãos no backhand pode aumentar a velocidade da bola e fazer o jogador ganhar centésimos a mais quando golpear uma próxima jogada.

Leia também:  Assassino de Daniel teria convidado jogador a fazer sexo com sua mulher

ATP Finals pode ser 100º título de Roger Federer


O tenista Roger Federer com o 99º troféu de sua carreira, o novo conquistado em seu país natal
Reprodução/Twitter

O tenista Roger Federer com o 99º troféu de sua carreira, o novo conquistado em seu país natal

Atual número três do mundo, Roger Federer pode alcançar uma marca importante em sua carreira se levantar o título em Londres na próxima semana. O suíço está há uma conquista de chegar ao 100º título da carreira . No fim do mês de outubro ele chegou ao 99º quando venceu o ATP 500 da Basileia.

O pequeno Roger iniciou sua carreira no esporte os 08 anos de idade e já bateu inúmeros recordes. Veja abaixo alguns deles:

  • Recordista de títulos de Grand Slam – 20 conquistas;
  • Recorde de mais semanas como número 1 mundial – 310 semanas entre 2004 e 2018;
  • Jogador de tênis mais velho a alcançar o topo do ranking da ATP – 33 anos e 131 dias;
  • Único a vencer três dos quatro torneios de Grand Slam na mesma temporada;
  • Federer conquistou o Laureus (Oscar do esporte) por quatro anos consecutivos – de 2005 a 2008 e bateu recorde ao conquistar pela quinta vez em 2018.

Leia também:  Brasileiro Gustavo Kuerten será homenageado na decisão do ATP Finals

Roger Federer entra em quadra no domingo, dia 11, contra o japonês Kei Nishikori. Estão no mesmo grupo que ele o sul-africano Kevin Anderson e o austríaco Dominic Thiem. Os atletas Novak Djokovic, Alexander Zverev, Marin Cilic e John Isner completam o outro grupo.

Comentários Facebook

Esportes

Cruzeiro empata com Atlético-MG e é bicampeão mineiro de forma invicta

Publicado

O Cruzeiro é bicampeão mineiro. Diante de 21.862 torcedores no estádio Independência, em Belo Horizonte, neste sábado (20), a equipe Celeste empatou com o grande rival, Atlético-MG, por 1 a 1, e, por ter vencido o jogo de ida por 2 a 1, ficou com o título estadual de 2019 e de forma invicta, com 11 vitórias e cinco empates em 16 partidas. Fez 36 gols e levou nove.

Os gols da partida foram marcados por Elias, aos 29 do primeiro tempo, e Fred, aos 34 do segundo. O árbitro de vídeo foi bastante utilizado no clássico, inclusive foi o responsável por marcar o pênalti que terminou com o gol do Cruzeiro . O árbitro Leandro Bizio Marinho, no entanto, foi questionado diversas vezes por parecer não ter confiança em suas marcações.

Com mais um título estadual, o escrete cruzeirense chega ao 38º de sua história, o segundo consecutivo, o que não acontecia desde 2008-2009. O Atlético-MG segue como o maior campeão, com 44 conquistas no total.

Como foi o jogo


Atlético-MG x Cruzeiro
GLEDSTON TAVARES / FramePhoto /Agência O Globo

Atlético-MG e Cruzeiro decidiram o Campeonato Mineiro de 2019

Com a necessidade de vitória simples para ficar com o título mineiro de 2019, o Atlético começou em cima e Ricardo Oliveira acertou a trave aos cinco minutos, após cruzamento de Geuvânio. Aos 11, o Cruzeiro respondeu em jogada de Marquinhos Gabriel, que cruzou e viu Igor Rabello acertar o próprio travessão.

Com 29 minutos de bola rolando, saiu o primeiro gol da partida. Chará lançou Ricardo Oliveira, que finalizou e obrigou Fábio a fazer boa defesa. No rebote, Elias subiu, ganhou de Dodô e desviou. A bola ainda bateu em Léo antes de morrer no fundo do gol cruzeirense.

Só aos 40 o Cruzeiro voltou a assustar Victor em chute de Rodriguinho que desviou e deu certo trabalho ao arqueiro. Dois minutos depois Geuvânio recebeu bom passe pelo alto, levou para o meio e bateu de perna esquerda, obrigando Fábio a se esticar e evitar o segundo gol.

Na segunda etapa, logo aos dois minutos, o Cruzeiro assustou em cobrança de falta de Robinho que passou muito perto da trave. Somente aos 20 minutos, após certo domínio do Atlético, o time Celeste voltou a atacar com perigo. Pedro Rocha recebeu de Robinho na pequena área e bateu forte, mas direto para fora.

Aos 34 minutos, com a ajuda do árbitro de vídeo, o árbitro marcou pênalti após a bola bater na mão de Leonardo Silva. Fred foi para a cobrança, deslocou Victor e deixou tudo igual no Independência. Posteriormente, o Atlético-MG pareceu abatido e tentou pressão.

Ao todo, foram sete minutos de acréscimo, mas nem isso ajudou a equipe de Rodrigo Santana a buscar o segundo gol e ficar com o título mineiro. Aos 52, o árbitro Leandro Bizzio Marinho encerrou o duelo, para festa dos cruzeirenses presentes no Independência.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Juventus confirma título italiano e Cristiano Ronaldo garante permanência

Publicado


ogadores da Juventus comemoram
Reprodução/Twitter/juventusfc

Jogadores da Juventus comemoram oitavo título italiano consecutivo

A Juventus sofreu, mas conseguiu vencer de virada a Fiorentina neste sábado (20) por 2 a 1, em Turim, e conquistar pela oitava vez consecutiva o título do Campeonato Italiano.
Apesar da traumática eliminação na Liga dos Campeões, o 35º Scudetto da história da Velha Senhora foi muito celebrado. Após a partida, Cristiano Ronaldo também garantiu sua
permanência.

O clube de Turim chegou aos 87 pontos e agora não pode ser mais alcançado pelo segundo colocado Napoli, que possui 67. Em 33 partidas, a Juventus somou 28 vitórias, três empates
e apenas duas derrotas, para a Spal e o Genoa.

Em campo, a Fiorentina deu um susto nos torcedores da Velha Senhora ao abrir o placar com Nicola Milenkovic, logo aos cinco minutos da etapa inicial. A Viola ainda teve um gol
de Giovanni Simeone corretamente anulado, além do atacante Federico Chiesa ter acertado a trave suas vezes.

A reação da equipe de Turim começou aos 36 minutos, com Alex Sandro. O brasileiro aproveitou o cruzamento no primeiro pau de Miralem Pjanic e meteu um peixinho no cantinho do goleiro Alban Lafont.

Mesmo com uma atuação abaixo do esperado, a Juve virou aos sete minutos do segundo tempo. O português Cristiano Ronaldo fez boa jogada individual e cruzou rasteiro para dentro
da área, mas o zagueiro Germán Pezella desviou contra o próprio patrimônio.

Com o 2 a 1 a favor, os donos da casa apenas precisaram esperar o juiz dar o apito final para celebrar o título.

Leia também: Juventus vence Verona e conquista o Campeonato Italiano feminino

Festa da Juventus


Cristiano Ronaldo
Reprodução/Twitter/juventusfc

Cristiano Ronaldo comemora mais um título na carreira, o primeiro com a Juventus

Logo após o fim do confronto, os jogadores bianconeri celebraram o título no círculo central do Juventus Stadium. Cristiano Ronaldo , por sua vez, cantou o hino da sua equipe e teve seu cabelo pintado com uma espuma branca, assim como o técnico Massimiliano Allegri.

Após a eliminação da Champions League diante do Ajax, a imprensa italiana cogitou uma possível saída de CR7. No entanto, o atacante tranquilizou os torcedores da Juventus ao
garantir sua permanência no clube em “1000%”. “Foi uma ótima temporada, não fomos bem na Liga dos Campeões, mas no próximo ano será melhor. Se eu vou ficar? Mil por cento!”,
garantiu o português em entrevista à DAZN .

O zagueiro Leonardo Bonucci, por sua vez, pediu desculpas aos torcedores pela eliminação na Champions League e declarou que conquistar o oitavo Scudetto consecutivo é “único”.

“Desculpe pela terça-feira, foi um evento negativo. Hoje nós colocamos a raiva da decepção em jogo e a transformamos em energia para conquistar o objetivo. Tem sido um ano
difícil, mas o oitavo Scudetto consecutivo é algo realmente único. Vamos olhar para frente, vamos crescer novamente”, afirmou Bonucci.

Já Allegri afirmou que o título possui “um valor importante” e pediu para a equipe “melhorar do ponto de vista psicológico”.

Outro que celebrou a conquista da Juventus foi o goleiro Gianluigi Buffon, do Paris Saint-Germain. O ex-goleiro bianconero escreveu em suas redes sociais para seus antigos
companheiros “festejarem”, já que eles estão “continuando a escrever uma história fantástica”.

Octacampeonato


Jogadores da Juventus comemoram
Reprodução/Twitter/juventusfc

Jogadores da Juventus comemoram título no vestiário

O título da Juventus é um feito inédito nas seis principais ligas da Europa. Até então, a melhor marca de conquistas consecutivas era da própria Velha Senhora e do Lyon, que foi
heptacampeão francês entre 2002 e 2008.

Além disso, o clube de Turim venceu todos os Scudettos que disputou desde a inauguração do seu novo estádio, em 2011.

Apesar da Juventus sair de Turim com o 35º título do Campeonato Italiano da sua história garantido, os torcedores bianconeri contabilizam 37 conquistas, já que dois foram
revogados pela Federação Italiana de Futebol (Figc) em função do “Calciopoli”, o escândalo de manipulação de resultados que envolveu dirigentes e clubes do país.

A Velha Senhora chegou aos 87 pontos, 20 a mais do que o segundo colocado Napoli, que possui somente 18 para disputar. A Fiorentina, por sua vez, está no meio da tabela, com 40
pontos.

Em má fase, a Viola não vence há nove jogos no Campeonato Italiano. Na próxima rodada, a Juventus irá visitar a Inter de Milão, no próximo sábado (27). Já a Viola irá receber em
casa no dia 29 o Sassuolo.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana