conecte-se conosco


Atletismo

Corrida de Reis será na noite do dia 25 de janeiro em Brasília-DF

Publicado

Pedro Ventura/Agencia Brasilia

Após dois anos ocorrendo no período da manhã, a tradicional Corrida de Reis volta a ser realizada à noite, na capital do país. Em sua 50º edição e considerada um dos grandes eventos esportivos do país, a corrida ocorrerá no sábado, dia 25 de janeiro, com largada em frente ao Estádio Nacional Mané Garrincha.

“A corrida noturna é uma referência nacional pela beleza arquitetônica de Brasília”, disse o secretário de esporte e lazer do Distrito Federal (DF), Leandro Cruz.

Serão 16 mil vagas, divididas em metada para o percurso de 6 quilômetros (km) e metade para o percurso de 10 km, além de 1 mil vagas para atletas mirins, com idades entre 4 e 14 anos. O evento é totalmente gratuito e o custo estimado do evento para o governo local é de R$1,3 milhão.

Inscrições

Nesta edição, que marca o início das comemorações do aniversário de 60 anos de Brasília, as inscrições devem ser feitas pelo site da Secretaria de Esporte e Lazer, no dia 13 de janeiro em horários diferenciados.

Para os atletas que desejam correr o percurso de 10 km o link para inscrição estará disponível a partir das 13h até as 14h59.

Às 15h, a secretaria disponibilizará o link de inscrição para os atleta que desejam se correr o percurso de 6 km.

As inscrições para a corrida mirim também começam a partir das 13h e ficarão abertas até terminar o número de vagas disponíveis.

Os kits para a corrida (com camiseta, número de identificação do corredor e chip eletrônico) devem ser retirados no estádio, de 23 a 25 de janeiro. Para a retirada é necessário levar 4 quilos de alimento não perecível.

Categorias

A largada da prova para a categoria mirim será às 16h, e os percursos variam de 25 metros a 300 metros, de acordo com cada faixa etária. Haverá sorteio de bicicletas para os participantes.

Após grande demanda de pessoas com deficiência, a secretaria de esportes subdividiu os inscritos nas categorias andante e cadeirante. Os cadeirantes também serão divididos em racing wheelchair (cadeira triciclo, especial para corrida) e handcycle (bicicleta pedalada com as mãos). Já os andantes serão subdivididos em deficientes visuais, deficientes intelectuais, mobilidade superior reduzida e mobilidade inferior reduzida.

Premiação

Os cinco melhores colocados no percurso de 10 km serão premiados com troféu; e no percurso de 6 km, com medalhas.

Os três primeiros colocados em cada uma das categorias para atleta com deficiência também receberão medalha.

Da redação com EBC

Comentários Facebook

Atletismo

36° edição da Corrida de Reis conta com participação de 170 Policiais Penais

Publicado

Foto: Assessoria

170 Policias Penais de Mato Grosso participaram da 36° edição da Corrida de Reis representando o Sistema Penitenciário. A Corrida de Reis é a maior prova de rua do Centro-Oeste brasileiro e a edição de 2020 foi realizada no domingo (12), com largada na Ponte Nova, passando pela Orla do Porto, Avenida Miguel Sutil e término na Arena Pantanal.

E a Policial Penal, Gislaine Ferreira de Souza foi uma das vinte primeiras mulheres a chegarem à largada final. Gislaine correu na classificação geral, na qual saiu na ultima largada e mesmo assim conseguiu se destacar. Para ela a satisfação é pessoal. “Conquistar um lugar que muitos almejam e poucos conquistam e eu consegui isso é uma satisfação muito grande, ainda mais em saber que no ano que vem eu possa estar na posição de elite”.

Corrida de Reis

Como já é tradição na corrida de Reis o Sindspen disponibiliza aos sindicalizados que se dispõe a participar do desafio uma linda camiseta personalizada. Esse ano não foi diferente porém, a camiseta ganhou um destaque a mais, o brasão de Polícia Penal imprimindo na lembrança uma importante conquista para toda a categoria.

O vice-presidente do Sindicato dos Servidores Penitenciários, Gilciney Mendes Gomes participou e concluiu o trajeto e se revelou grato a seus companheiros. “Poder participar da Corrida de Reis é gratificante ainda mais por ter ao lado os nossos colegas, inclusive quero parabenizar a todos que se dispuseram a participar desse movimento que visa saúde e bem estar, além de alegria”.

Corrida de Reis

No Sistema Penitenciário de Mato Grosso há um servidor que sempre se destaca nas corridas de rua inclusive na Corrida de Reis, nos últimos anos ele conseguiu ficar entre os 50 primeiros atletas que chegaram. Porém esse ano Gletson Ferreira da Silva teve uma lesão, o que não foi empecilho para ele concluir a corrida. “Houve um momento que eu diminuí muito a velocidade, passei mal de dor e por esse motivo acredito que não tenha conseguido uma boa classificação”.

Aposentado vira tradição

Os servidores do Sistema Penitenciário se encantaram com a desenvoltura e dedicação do aposentado Cedil Pereira, 94 anos, que participa da Corrida de Reis pela 23° edição. Cedil já se tornou tradição nessa corrida e este ano ele foi presenteado pelos Policias Penais com uma camiseta da categoria.

“O senhor Cedil é um exemplo a ser seguido por todos nós”, disse o deputado João Batista que esteve presente no evento.

Corrida de Reis

“Nós preparamos tudo com a melhor intenção, teve tenda com frutas, águas e também um instrutor para orientar os nossos atletas, para nós não precisa ter a melhor classificação, o que importa é o esporte, a emoção e a alegria deles participaram de uma corrida como esta”, disse a presidente em substituição do Sindspen, Jacira Maria.

Além dos 170 atletas estiveram presente prestigiando o evento os diretores do Sindspen, Antonio Júlio Rodrigues, Arthur Rodrigues, Josi Muniz, Jorge Moraes e Maria Elena Machado.

Comentários Facebook
Continue lendo

Atletismo

Governador destaca organização e tradição da Corrida de Reis

Publicado

“É um evento já incorporado à nossa cultura, de repercussão nacional, que abre o calendário esportivo anual do país. Uma grande organização, que gera empregos e com todo o suporte para que os atletas (de elite ou não) possam correr. Além disso, cria uma disposição muito bacana neste início do 2020, para que possamos ter energia para os enfrentar e conquistar todos os sonhos e vitórias desejados neste ano”.

A afirmativa é do governador Mauro Mendes, que na manhã deste domingo entregou a medalha de primeiro colocado ao vencedor da prova masculina da 36ª Corrida de Reis de Cuiabá, o queniano Geofry Kipchumba, de 20 anos. O atleta também recebeu um carro zero km, oferecido pelos organizadores da prova, que têm o Governo do Estado como um dos parceiros.

Mauro Mendes estava acompanhado do secretário-chefe da Casa Civil, Mauro Carvalho, que repetiu o gesto com a vencedora da prova feminina, a também queniana Janet Masai, 27 anos.

Os quenianos dominaram a 36ª Corrida de Reis. Eles ocuparam cinco das 10 primeiras colocações na prova masculina. Além dos primeiros lugares masculinos e femininos, eles ainda conquistaram o terceiro e quinto lugares masculinos e o terceiro lugar da prova feminina.

Entre os brasileiros, o mato-grossense de Pontes e Lacerda, Wendel Jerônimo de Souza, faturou o quarto lugar da prova masculina, enquanto a mineira Tatiele Carvalho também ficou em quarto lugar na competição feminina.

Veja Mais:  Estado vai implantar Banco de Alimento e Segurança Alimentar

A corrida

Nesta 36ª edição, foram mais 15 mil corredores, de seis países (Brasil, Quênia, Uganda, Tanzânia e Eritreia) e 160 cidades de 18 estados brasileiros inscritos nas de diversas categorias.

A corrida teve um novo percurso, de 10 km, cuja largada foi próximo à Ponte Nova, em Várzea Grande, com chegada na Arena Pantanal. Os corredores se dividiram em pelotões. O de elite foi composto por 63 atletas, dos quais 43 homens e 20 mulheres; o VIP, por 1.650 atletas; e categoria geral, com 13.750 inscritos.

Também percorreram este percurso 49 portadores de necessidades especiais (cinco cadeirantes, 20 portadores de deficiência visual, 20 de deficiência física e quatro de deficiência intelectual).

A primeira edição da prova foi disputada em 1984, quando participaram pouco mais de 800 corredores. Já na edição seguinte, este número aumentou para 1.500, segundo a organização.

Desde 2005, a Corrida de Reis de Cuiabá abre oficialmente o calendário brasileiro de atletismo no país. “Hoje temos um permit na categoria ouro, que nos coloca no status de corrida de nível internacional”, diz Cícero Mariano, gerente de Marketing da TVCA, organizadora do evento.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana