conecte-se conosco


Esportes

Com lance polêmico, França vence Noruega e está nas oitavas do Mundial feminino

Publicado

frança x noruega
Reprodução

França vence a Noruega por 2 a 1 e se garante nas oitavas de final do Mundial feminino

Com o estádio Alliaz Riviera lotado, a seleção da França enfrentou a Noruega na segunda rodada da Copa do Mundo de futebol feminino para definir a liderança do Grupo A.

Leia também:  Em jogo equilibrado, Alemanha vence Espanha e assume liderança do Grupo B

Na cidade de Nice, a seleção da França teve mais volume de jogo no primeiro tempo. Com maior posse de bola e mais chutes ao gol, as donas da casa tiveram boas chances de abrir o placar, mas não foram efetivas.

Na volta do intervalo, antes do primeiro minuto de jogo, a atacante V. Gauvin abriu o placar para as francesas, mas sete minutos depois, a zagueira Renard marcou contra o próprio patrimônio. A atacante norueguesa, I. Herlovsen cruzou na área e a camisa 03 das Blues empurrou a bola para o fundo da rede, empatando a partida.

Aos 18 minutos, a meio-campista norueguesa Engen cometeu falta em Torrent dentro da área e, com o auxílio do VAR, a árbitra marcou a penalidade. Le Sommer bateu e converteu o lance, colocando as donas da casa em vantagem novamente. O lance foi bastante questionado nas redes sociais, pois Engen tocou primeiro na bola.

Assim como a maior parte do jogo, a França continuou melhor e segurou a vitória em 2 a 1.

Mais cedo nesta quarta-feira (12), a seleção da Nigéria venceu a Coreia do Sul por 2 a 0 e garantiu os primeiros pontos no torneio. As nigerianas foram as primeiras africanas a conquistarem uma vitória nessa edição da Copa do Mundo de futebol feminino.

Leia também:  Por que a melhor jogadora do mundo não está no Mundial feminino?

O próximo e último jogo da França na fase de grupos será justamente contra a Nigéria na segunda-feira, dia 17 de junho, as 16h00 (horário de Brasília). No mesmo dia e horário a Coreia do Sul enfrenta a Noruega.

Comentários Facebook

Esportes

Sem data para retorno de torneios, Fiba propõe ações para retomada

Publicado

source

Uma série de orientações a serem seguidas para a retomada das ligas nacionais de basquete foi divulgada nesta terça (26) pela Federação Internacional da modalidade (Fiba).

Responsáveis por formular o documento, a comissão médica e o comitê de enfrentamento ao novo coronavírus (covid-19) da entidade aconselharam que federações, antes da retomada, criem comitês de avaliação dos cenários locais do vírus, atuem em consonância com órgãos governamentais, orientem e testem todos os envolvidos nos jogos e limitem o acesso a locais de treinamento e competições. Planejamento especial para viagens também foi solicitado. Não houve uma sugestão de data para a volta das disputas.

Contudo, se as partidas tiverem público, a Fiba pediu aos organizadores que respeitem o distanciamento social e cuidem especialmente dos torcedores que estão nos grupos de risco.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Covid-19: grupo britânico McLaren planeja demitir 1.200 funcionários

Publicado

source

Doze dias após perder o piloto de Fórmula 1 Carlos Sainz para a Ferrari que o contratou para a temporada do ano que vem, a fabricante britânica McLaren surpreendeu o mundo ao revelar que pode cortar 1.200 postos de trabalho, o equivalente a aproximadamente 25% do quadro total de funcionários. O desligamento faz parte de um programa de reestruturação elaborado pela empresa, que afirma ter sido impactada finananceiramente pela crise gerada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19). 

“É um curso de ação que trabalhamos duro para evitar, já que adotamos medidas drásticas de economia de custos em todas as áreas da empresa. Mas não temos outra escolha a não ser reduzir o tamanho de nossa força de trabalho”, afirmou o presidente executivo Paul Walsh ao canal de tevê Sky News. 

De acordo com a BBC News, entre os demitidos, estariam funcionários da produção de veículos de rua e até do time de Fórmula 1. A estimativa é de que sejam desligados 70 dos 800 funcionários do time da F1.

A McLaren explicou que com a propagação da covid-19, houve cancelamento de eventos de automobilismo, suspensão em todo mundo de atividades de manufatura e varejo, além da redução de demanda por soluções de tecnologia. Tudo isso, segundo a fabricante britânica, teria impactado repentinamente as atividades de geração de receita. 

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana