conecte-se conosco


Esportes

Com brasileira campeã mundial, confira todos os vencedores do UFC Rio 237

Publicado

Na noite deste sábado (11) aconteceu o UFC 237 na cidade do Rio de Janeiro. O evento principal teve os brasileiros Anderson Silva, José Aldo, Bethe Correira e Jéssica Bate-Estaca.

Leia também:  Confira 10 vezes em que jornalistas esportivos se envolveram em confusão

Confira abaixo um resumo de todas as lutas da noite do UFC 237 , incluindo o card preliminar e o principal.

Card Preliminar


minotouro no ufc
Reprodução/ Facebook

Minotouro perdeu para Ryan Spann por nocaute

O evento no Rio de Janeiro começou as 19h30 na Jeunesse Arena e teve alguns brasileiros no octógono.

Na categoria Peso Meio-Pesado, o brasileiro Rogério Minotouro perdeu por nocaute para Ryan Spann ainda no primeiro round. No Peso Leve, Thiago Moises venceu por decisão o lutador Kurt Holobaugh.

No Peso Meio-Médio teve duelo brasileiro e o vencedor foi Warlley Alves após nocautear Sérgio Moraes no terceiro round. Na última categoria no card preliminar , o lutador Clay Guida venceu por decisão dos juízes o havaiano B.J. Penn.

Card Principal


jéssica bate-estaca
Reprodução

Jéssica Bate-Estaca venceu Rose no UFC 237 e é a dona do cinturão do peso palha feminino

A primeira brasileira a pisar no octógono no card principal foi Bethe Correia. A paraibana de 35 anos fez uma boa luta contra a mexicana Irene Aldana na categoria Peso Galo feminino, mas no terceiro round errou ao levar a luta para o chão e perdeu por submissão.

Na segunda luta, o brasileiro Thiago Alves “Pitbull” enfrentou Laureano Staropoli na categoria Peso Meio-Médio. Depois de uma disputa muito apertada, o argentino venceu por decisão unanime dos juízes.

Leia também:  Athletico Paranaense é notificado pela Conmebol por doping de jogadores

A terceira luta do card principal foi de José Aldo contra o australiano Alexander Volkanovski no Peso Pena. O lutador manauara foi ovacionado ao entrar na Jeunesse Arena, mas perdeu por decisão dos juízes após disputa dos três rounds.

Pela penúltima luta da noite, o brasileiro Anderson “Spider” Silva enfrentou Jared Cannonier no Peso-Médio. No primeiro round, o lutador americano chutou a perna direita de Anderson e lesionou o joelho do lutador brasileiro. Imediatamente o juiz encerrou o confronto e a vitória ficou com Jared.

No momento da entrevista pós luta, Anderson Silva pediu desculpas aos torcedores presentes na Arena. Ele explicou que estava com uma lesão no joelho e a pancada foi no mesmo local.

O principal evento da noite ficou com a luta pelo cinturão da categoria Peso Palha feminino entre a brasileira Jéssica Bate-Estaca e Rose Namajunas. O primeiro round foi difícil para a brasileira,  mas no segundo round ela jogou Rose no octógono e conquistou o título mundial na categoria.

Leia também:  Piloto belga sofre acidente impressionante na etapa do mundial de rally

Confira mais detalhes e toda a cobertura do UFC 237 clicando aqui .

Comentários Facebook

Esportes

Pandemia: Pan-Pacífico de natação é adiado de 2022 para 2026

Publicado

source

Os organizadores do Pan-Pacífico de natação anunciaram o adiamento das competições, que seriam disputadas no Canadá, inicialmente marcadas para o início do segundo semestre de 2022 para 2026. Os quatro países responsáveis pelo gerenciamento do evento, Austrália Candá, Estados Unidos e Japão, decidiram por unanimidade o adiamento.

A decisão foi tomada devido a alterações sofridas no calendário internacional, por causa da pandemia do novo coronavírus. Com as mudanças, dois eventos de grande porte estão confirmados para ocorrer próximo a este período do ano: os Jogos da Commonwealth, previstos para 27 de julho a 7 de agosto de 2022, em Birmingham, na Inglaterra; e o Campeonato Mundial de 2021, que ocorreria em maio, em Fukuoka, no Japão, mas também foi adiado.

De acordo com a nota divulgada no site da Swimming Canada, a federação de natação canadense, um terceiro campeonato traria grandes desafios.

“Estamos ansiosos para sediar este evento, mas, em geral, todos podem se beneficiar da decisão de adiar o Campeonato Pan Pacífico por quatro anos. Continuará sendo um evento de referência no futuro. Agora, estamos ansiosos para sediar um grande evento em 2026, acolhendo nossos colegas Austrália, Japão e Equipe EUA, bem como outros convidados de todo o mundo para uma celebração do nosso esporte da melhor forma possível”, disse a presidente da Swimming Canada.

Os quatro países responsáveis pelo gerenciamento do evento, Austrália Candá, EUA e Japão, decidiram por unanimidade a alteração da data. Por outro lado, o local das disputas permanecerá em solo canadense.

Outra competição afetada foi o Pan-Pacífico Júnior, que ocorrerá em 24 e 27 de agosto de 2022. A princípio aconteceria em 2020.

Edição: Denise Griesinger

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

COI aprova novo calendário de classificação do Skate para Olimpíadas

Publicado

source

A federação internacional de skate World Skate anunciou a aprovação da mudança de calendário das competições esportivas pelo Conselho Executivo do Comitê Olímpico Internacional (COI), devido alteração dos Jogos Olímpicos de Tóquio de 2020 para 2021. De acordo com o novo cronograma, todos os eventos classificatórios para as Olimpíadas vão encerrar em 29 de junho do ano que vem, diferentemente da previsão inicial, que determinava o prazo até amanhã (31).

Em nota publicada em site oficial, a entidade explica que “todos os resultados já alcançados serão preservados e que as mudanças foram feitas apenas em relação à pandemia(novo coronavírus). Nenhuma alteração foi feita no sistema de classificação de eventos e nenhuma alteração no sistema de cotas.”

Ou seja, os dois melhores resultado obtidos na primeira janela, em 2019, serão mantidos. Restam ainda 4 eventos que serão levados em consideração. As pontuações conquistadas através de campeonatos nacionais de cada país serão atualizadas trimestralmente no Ranking Mundial de Skate. Já aquelas alcançadas via competições continentais sofrerão alteração no término delas.

Ao todo serão 20 skatistas de cada gênero disputando o ouro olímpico em Tóquio. O masculino e feminino utilizam o mesmo critério de classificação: uma vaga destinada ao país-sede, 16 pelo Ranking Mundial e três alcançadas via Campeonato Mundiais.

Edição: Denise Griesinger

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana