conecte-se conosco


Esportes

Coluna – O que você está jogando nesta quarentena?

Publicado

source

A quarentena para conter o avanço do novo coronavírus (covid-19) nos deu algo muito precioso na nossa vida moderna: tempo. Mesmo quem está trabalhando em esquema home office está conseguindo tirar algumas horinhas para um momento de lazer, ainda que dentro de casa, seja pela escala de trabalho reduzida ou, simplesmente, pelo fim do delocamento para o local de trabalho. 

Atualmente, a gente vive em um mundo de hiperinformações e oferta absurda de entretenimento em casa, o que é, com certeza, um alívio para espantar o tédio, em tempos de quarentena. Imagine um fã de videogames ficar confinado na década de 1990, tendo que aguentar o mesmo jogo durante semanas? Só no Steam, atualmente, já são 36 mil títulos disponíveis, mais de 2 mil deles lançados só neste ano de 2020, segundo dados do site SteamSpy.

Depois que o mundo entrou em pausa, dá até para, finalmente, conhecer sucessos do passado sem ser atropelado pelas novidades. Com as recorrentes promoções e oferta gratuita de jogos digitais na Steam, Epic, Xbox Live e PSN, entre outras, é muito provável que você já tenha uma lista de jogos pronta para ser experimentada. Junte dois games longos como The Witcher 3 ou The Legend of the Zelda: Breath of The Wild e você já tem material para curtir semanas a fio. Os assinantes de serviços de assinatura, como Origin Access e Xbox Game Pass, também podem desde já apreciar uma biblioteca bem generosa de títulos disponíveis. Só no Xbox, já são mais de 100 games, incluindo lançamentos muito recentes como Ori and the Will of the Wisps.

Quem procura novidades, por enquanto, está bem servido. Enquanto a avalanche de adiamentos e cancelamentos não invade o mercado de games, o calendário de lançamentos segue a pleno vapor. Na semana passada, os destaques foram os lançamentos de Animal Crossing: New Horizons no Switch e Doom Eternal (PC, PS4, Stadia, Xbox One). Na última segunda-feira (23), tivemos o aguardado lançamento de Half-Life Alyx (PC) e hoje (26) saiu o DLC The Foundation para o game Control (PS4, PC).  Para o mês de abril, se não houver mudanças de planos, são esperados Resident Evil 3 (PS4, Xbox One, PC), Final Fantasy VII Remake (PS4), e Trials of Mana (PS4, Switch, PC), entre outros.Vale também desenterrar os antigos videogames do fundo do armário e relembrar aquele game especial que marcou uma outra época de sua vida.

Eu, como jornalista, ainda estou na rotina de trabalho diária. Mas, claro,  sempre arrumo um tempo de jogar videogame. No momento, estou curtindo New Super Mario Bros.U Deluxe. Uma das poucas jóias do Wii U que ainda não havia terminado, e que agora estou jogando até o fim no Switch. Jogos de plataforma da série Mario nunca envelhecem mal e, portanto, são sempre uma ótima pedida, não importa em que geração ou o quão moderna a indústria de games esteja agora.

Depois de New Super Mario Bros. U Deluxe (e o DLC New Super Luigi U), já coloquei na lista de prioridades Metal Gear Solid: Revengeance (no PC), Undertale (PC), Uncharted: The Lost Legacy (PS4), Black Mesa (PC), Sonic Adventure 2 (PC), Luigi’s Mansion 3 (Switch), Untitled Goose Game (PC)… ufa, melhor parar por aqui.

 

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Comentários Facebook

Esportes

Covid-19: Jogos Pan-Americanos Masters Rio 2020 são adiados

Publicado

source

O Comitê Organizador dos Jogos Pan-Americanos Rio Masters 2020 e a Associação Internacional de Jogos Masters (IMGA) adiaram a realização do evento na capital fluminense, em decorrência do avanço da pandemia do novo coronavírus (covid-19). A expectativa dos organizadores era reunir de 10 a 15 mil atletas, de 24 modalidades, no período de 4 a 13 de setembro, na cidade do Rio de Janeiro.

O diretor-executivo do Comitê Organizador, Fábio Fleischhauer, justificou o adiamento, anunciado por meio de nota oficial, publicada ontem (30), no site da entidade. “É difícil, justamente, porque lidamos com o principal grupo de risco do coronavírus. Dependendo da modalidade esportiva, o nosso público alvo começa com a faixa de 30 anos. Mas a média geral dos atletas é de 50 anos. Podendo ter alguns com idade superior a 100 anos. Então, não teve jeito. Foi difícil tomar a decisão. Mas o adiamento, sem uma nova data prevista, foi a postura mais correta “

O impacto financeiro do adiamento pode girar em torno de RS$ 150 milhões. “Os atletas sempre viajam com seus familiares. Então, teríamos cerca de 30 mil pessoas circulando pelo Rio de Janeiro. Não temos uma decisão oficial ainda, mas é quase certo que o evento ficará para 2021. E esse valor seria transferido para o próximo ano, o que impacta a arrecadação de impostos em 2020 “ pondera o dirigente.

Leia  a íntegra do documento divulgado no site oficial do evento:

“Depois de monitorarmos cuidadosamente o atual surto de Covid-19 (Coronavírus), o Comitê Organizador e a IMGA (Associação Internacional dos Jogos Master), conjuntamente, decidiram adiar os Jogos Pan-Americanos Masters Rio 2020, Rio de Janeiro, Brasil.
Foi uma decisão muito difícil, mas entendemos que é fundamental que o evento possa ser realizado em um ambiente seguro e agradável para todos os participantes da região e do mundo.
Devido à complexidade de mover um evento desse tamanho, uma nova data de abertura ainda não foi estabelecida. Informaremos a todos as novas datas assim que soubermos quando o evento ocorrerá.
Enquanto isso, encerraremos as inscrições e reembolsaremos todos os atletas que já pagaram e fizeram a sua inscrição. Por favor observem que nenhuma taxa de administração será adicionada, mas certas taxas bancárias e de transferência podem ser aplicadas.
O Comitê Organizador e a IMGA agradecem aos Atletas Masters, Co-organizadores, Apoiadores, Patrocinadores, Organizações de Apoio, Parceiros de Mídia e todos os nossos amigos pelo imenso apoio a esses Jogos até agora, e expressamos nossas sinceras desculpas pelo inconveniente causado por essas imprevistas circunstâncias.”

 

Edição: Cláudia Rodrigues

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Justiça dos Estados Unidos concede liberdade a José Maria Marin

Publicado

source
Enquanto a população mundial recebe orientações para permanecer em isolamento social devido à pandemia do novo coronavírus (covid-10), um brasileiro vai ganhar sua liberdade. Trata-se de José Maria Marin, ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Aos 87 anos, ele recebeu permissão para sair da prisão, em Allenwood, no estado da Pensilvânia (Estados Unidos).

A juíza distrital Pamela Chen, do Brooklyn, concedeu a liberdade na noite de ontem (30). As informações são do site de notícias Bloomberg. Os advogados de Marin pediram emergência para a libertação, citando sua idade avançada e seu histórico médico, alegando que ele tem saúde significativamente deteriorada, com risco elevado de graves consequencias para a saúde devido à pandemia da covid-19. Além disso, Marin já cumpriu maior parte da pena e é um infrator não violento. O ex-presidente da CBF deve ser liberado após a conclusão de trâmites burocráticos.

Ouça na Rádio Nacional

José Maria Marin presidiu a CBF entre os anos de 2012 e 2015. Em maio de 2015, Marin foi detido na Suíça em um hotel de luxo em Zurique (Suiça), junto com outros dirigentes da Federação Internacional de Futebol (Fifa), a pedido da Justiça dos Estados Unidos. Depois de cinco meses na prisão, ele foi extraditado para os Estados Unidos, pagou uma fiança de US$ 15 milhões e passou a viver em prisão domiciliar em seu apartamento em Nova Iorque. No fim de 2017, a justiça norte-americana condenou o ex-dirigente a quatro anos de prisão por lavagem de dinheiro, fraude bancária e participação de organização criminosa.

Em abril de 2019, o Comitê de Ética da Fifa considerou José Maria Marin culpado por recebimento de propina e baniu o ex-presidente da CBF de qualquer atividade relacionada ao futebol, pelo resto da vida. A Fifa também impôs uma multa de 1 milhão de francos suíços. Segundo a federação, Marin se envolveu em diversos esquemas de pagamento de propina de 2012 a 2015, em relação a contratos com empresas de mídia e marketing de direitos de transmissão de eventos esportivos da CBF, da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) e da Confederação da Américas Central, do Norte e Caribe (Concafaf).

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana