conecte-se conosco


Futebol / CBF

Careca, Oscar e atletas do Guarani comandam apito em jogo de árbitros da CBF

Publicado

Partida de futebol inusitada marcou o encerramento das atividades do 4º Curso de Capacitação para Árbitro de Vídeo da CBF

Diego Cardoso

Créditos: Bruno Pacheco / CBF

Os jogadores da equipe profissional do Guarani Futebol Clube Diego Cardoso, Ricardinho e Rondinelly acordaram bem cedo nesta segunda-feira (15). Mas eles não tinham nenhum treinamento do Bugre como compromisso. O trio aceitou a missão dada pela Comissão de Arbitragem da CBF para ser árbitros de futebol por um dia. Partiram para Águas de Lindoia.

Por lá, no Eco Resort Oscar Inn, também já estavam os ex-jogadores da Seleção Brasileira Oscar (Copas do Mundo de 78, 82 e 86) e Careca (Copas de 86 e 90), e o técnico de futebol Milton Cruz. Os três também toparam participar do desafio. E com a experiência de quem já viveu tudo nos gramados, os craques ficaram na sala de operações do VAR, como árbitros de vídeo assistentes. Mas quem entrou em campo se os bons de bola estavam no comando do apito?

Rondinelly, Ricardinho e Diego Cardoso

Rondinelly, Ricardinho e Diego Cardoso
Créditos: Bruno Pacheco / CBF

Em campo, um time formado por árbitros de futebol (Roxo) contra uma equipe só de assistentes (Verde). Todos participantes do 4º Curso de Capacitação para Árbitro de Vídeo da CBF. O evento inusitado marcou o encerramento das atividades do programa intensivo que prepara os árbitros para a estreia do Árbitro de Vídeo no Brasileirão 2019.

O objetivo da Comissão de Arbitragem com a inversão de papéis no jogo foi aproximar o público da nova realidade do futebol brasileiro: o uso da tecnologia do VAR. Mostrar de uma forma lúdica as dificuldades e desafios que o recurso implica aos homens do apito.  

– Essa troca de funções permite aos agentes responsáveis pelo espetáculo – atletas, árbitros, técnicos, torcedores – conscientizarem-se sobre importância do respeito no futebol. No caso do VAR, é um recurso que chega para melhorar o futebol. Mas é preciso paciência nesse momento inicial. É uma novidade para todos – explica Ana Paula de Oliveira, instrutora de árbitros da CBF.


Créditos: Bruno Pacheco / CBF

A partida terminou em 3 a 1 para o time roxo, formado pelos árbitros. O jogo não teve a mesma velocidade e determinação tática do futebol profissional. Se faltou qualidade técnica aos boleiros da arbitragem, não faltaram lances para os “árbitros peladeiros” revisarem com o apoio da sala do VAR. Diego, Ricardinho e Rondinelly, que se revezaram nas funções do apito e da bandeira, sentiram na pele o peso da tomada de decisão correta em lances com níveis de dificuldade elevados.  

– A partir do que eu vivi hoje, posso falar aos companheiros para ter paciência, porque o VAR vai ajudar muito o futebol. Vamos continuar buscando fazer um futebol bonito porque o VAR só vai agregar ainda mais – disse Diego Cardoso.

Na sala do VAR, Oscar tentou manter a calma e seguir o protocolo em suas ações. Dono do Resort onde o curso acontece, o ex-zagueiro da Seleção acompanhou de perto as atividades da Comissão de Arbitragem e mostra conhecimento até da comunicação adequada na hora dos contatos com o árbitro de campo.

– É tudo muito rápido. Não é fácil. E a gente não pode demorar muito para olhar as imagens em todas as câmeras possíveis, porque tem um monte de gente esperando. Não pode parar muito o jogo – constatou Oscar.

Rondinelly revisa lance na cabine de campo

Rondinelly revisa lance na cabine de campo
Créditos: Bruno Pacheco / CBF

A partida teve todo o protocolo de um jogo de futebol profissional: entrada perfilada em campo, execução do hino nacional, cumprimentos entre atletas e arbitragem, presença da imprensa e troféus e medalhas para os campeões. Em campo, quem se destacou foi o árbitro Adriano Barros, do Ceará. Eleito melhor jogador e artilheiro do jogo.

– Muito interessante essa inversão. Eles perceberam dentro de campo o quanto é difícil apitar. Foi bacana. Fiz um golzinho estilo Careca (risos). O árbitro tem uma paixão muito grande pelo futebol. O VAR chegou para ficar. Temos que ter consciência que ele não vai deixar o jogo com 100% de acerto, mas vai diminuir em muito as injustiças no futebol – concluiu Adriano, que recebeu elogios do craque Careca pelo golaço marcado na partida.

Milton, Careca e Oscar, os árbitros de vídeo

Milton, Careca e Oscar, os árbitros de vídeo
Créditos: Bruno Pacheco / CBF

Time dos árbitros ( Roxo)

Time dos árbitros ( Roxo)
Créditos: Bruno Pacheco / CBF

Time dos assistentes ( Verde)

Time dos assistentes ( Verde)
Créditos: Bruno Pacheco / CBF

<!–

–>

Fonte: CBF
Comentários Facebook

Futebol / CBF

CBF Academy realiza quinto workshop de Intermediação no Futebol

Publicado

Curso começou nesta quinta (9) pela manhã e segue na sexta e sábado, com objetivo de capacitar e atualizar os intermediários, gestores de clubes e advogados

Workshop de Intermediação de Futebol - CBF Academy

Workshop de Intermediação de Futebol – CBF Academy

Créditos: Laís Torres/ CBF

Workshop de Intermediação de Futebol - CBF Academy

Workshop de Intermediação de Futebol – CBF Academy

Créditos: Laís Torres/ CBF

Workshop de Intermediação de Futebol - CBF Academy

Workshop de Intermediação de Futebol – CBF Academy

Créditos: Laís Torres/ CBF

Workshop de Intermediação de Futebol - CBF Academy

Workshop de Intermediação de Futebol – CBF Academy

Créditos: Laís Torres/ CBF

Workshop de Intermediação de Futebol - CBF Academy

Workshop de Intermediação de Futebol – CBF Academy

Créditos: Laís Torres/ CBF

Workshop de Intermediação de Futebol - CBF Academy

Workshop de Intermediação de Futebol – CBF Academy

Créditos: Laís Torres/ CBF

Workshop de Intermediação de Futebol - CBF Academy

Workshop de Intermediação de Futebol – CBF Academy

Créditos: Laís Torres/ CBF

Workshop de Intermediação de Futebol - CBF Academy

Workshop de Intermediação de Futebol – CBF Academy

Créditos: Laís Torres/ CBF


A quinta edição do Workshop de Intermediação no Futebol começou na manhã desta quinta-feira (8), na sede da CBF, no Rio de Janeiro, e segue na próxima sexta (10) e sábado (11). O curso promovido pela CBF Academy busca capacitar e atualizar os intermediários cadastrados na CBF, gestores de clubes e advogados quanto as normas regulamentares referentes a atividade. Além disso, também tem como propósito expor conceitos éticos e de conduta a serem seguidos pelos profissionais no meio.

O Workshop teve em sua primeira manhã uma palestra conjunta entre André Sica e Américo Espallargas sobre a regulamentação CBF-FIFA. Em um auditório cheio com os 100 alunos do curso, os dois explicaram sobre o trabalho dos intermediários e tiraram diversas dúvidas dos participantes. Presente na primeira edição do Workshop, André reiterou a importância dos cursos da CBF Academy. 

– Eu acho que é um dos grandes cursos do futebol brasileiro. Ele se presta a educar o mercado, atualizar o mercado e fazer com que o ambiente mercadológico fique muito mais sadio. Então, pra mim, este curso, assim como os demais cursos da CBF Academy, são de suma importância pro engrandecimento do futebol nacional – destacou.

Na parte da tarde desta quinta-feira (9), o Workshop de Intermediação no Futebol segue com Roberto Barracco falando sobre o futebol nos EUA e Vantuil Gonçalves, expondo os casos CNRD de intermediários. Nos próximos dias, ainda serão debatidos questões como: técnicas de negociação, profissionalização do futebol feminino, questões práticas de intermediação, análise de desempenho e transição do atleta pós aposentadoria. 

Confira abaixo a programação completa.

Quinta-feira (09/05)

9h – 10h: Welcome Coffee

10h – 13h: André Sica / Américo Espallargas – Regulamentação CBF-FIFA

13h – 14h: Almoço

14h -16h30: Roberto Barracco – Futebol nos EUA

17h – 19h30: Vantuil Gonçalves – Casos CNRD de intermediários

Sexta-feira (10/05)

10h – 13h: Carlos Viveiro – Técnicas de Negociação

13h – 14h: Almoço

14h -16h30: Amauri Nascimento / Romeu Castro – Profissionalização do Futebol Feminino 

17h – 19h30: Victor Eleuterio / Stefano Malvestio – Questões práticas de intermediação

Sábado (11/05)

9h – 11h: Carlos Thiengo – Análise de Desempenho

11h30 – 13h30: Tinga/Fábio Braga/Magrão – Mediação: Amilar Fernandes – Mesa Redonda: Transição do Atleta Pós aposentadoria 

<!–

–>

Fonte: CBF
Comentários Facebook
Continue lendo

Futebol / CBF

Série B do Brasileirão: Vila Nova e Ponte Preta empatam sem gols

Publicado

No Serra Dourada

Série B do Brasileirão: Vila Nova e Ponte Preta empatam sem gols

Pela terceira terceira rodada da Série B, Tigre e Macaca ficam no 0 a 0 em Goiânia. Equipes seguem sem vencer na competição

Vila Nova e Ponte Preta ainda não sentiram o sabor da vitória na Série B do Brasileirão. As duas equipes mediram forças na noite desta sexta-feira (10), e não saíram do zero no Serra Dourada, em Goiânia, pela terceira rodada da competição. Com o resultado, ambos chegam ao segundo empate da Série B. A Ponte vai agora para a 14ª posição, com dois pontos. O Vila vem logo à frente, em 13º colocado, com o mesmo número de pontos.

Confira a tabela completa da Série B do Brasileirão!

Sobraram chances, mas faltou gol na primeira etapa. Os dois times travaram duelo disputado, com oportunidades para os dois lados, mas as redes insistiram em não balançar. Dentre momentos quentes, cada equipe teve ao menos uma chance claríssima de abrir o placar. A primeira foi da Macaca: aos 14 minutos, Matheus Vargas aproveitou vacilo da defesa do Vila, invadiu a área e finalizou cruzado na trave. O Tigre respondeu no minuto seguinte: Juninho recebeu na pequena área e, livre de marcação, mandou para fora.

A etapa final foi um tanto quanto mais lenta em relação ao primeiro tempo. As duas equipes pareciam se estudar um pouco mais, e não repetiram o ímpeto ofensivo de antes. Aos 26, no entanto, a Macaca ficou em vantagem numérica dentro de campo. Isso porque Alan Mineiro recebeu o segundo amarelo – por falta em Edson – e foi expulso pelo árbitro.  O time dono da casa seguiu tentando, mesmo com um a menos, porém a Ponte Preta não deu chances ao rival e saiu do Serra Dourada com a igualdade.

Fonte: CBF
Comentários Facebook
Continue lendo

Ouça Agora

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana