conecte-se conosco


Esportes

Bottas passa Hamilton na largada, controla corrida e vence GP da Austrália

Publicado


Finlandês controlou a prova e venceu de ponta a ponta o GP da Austrália
Reprodução/Twitter

Finlandês controlou a prova e venceu de ponta a ponta o GP da Austrália

Na madrugada deste domingo, foi dada a largada para a temporada 2019 da  Fórmula 1 com a disputa do GP da Austrália. A expectativa era de um controle absoluto das Mercedes, principalmente após o que se viu nos treinos. Porém, o personagem principal acabou sendo outro: ao invés do pole Lewis Hamilton, quem roubou a cena foi Valtteri Bottas.

Logo na largada do GP da Austrália , o finlandês aproveitou a chance e pulou na frente, de onde não sairia mais. Com um início ruim, Hamilton caiu para segundo e, volta a volta, acabou tendo que se preocupar mais com Verstappen, que vinha logo atrás, do que em buscar o companheiro.

Controlando bem, e pisando fundo no acelerador, Bottas não correu perigo em momento nenhum. No fim, além da vitória, garantiu também o ponto extra pela volta mais rápida da corrida, inovação inserida neste ano.

Mesmo com todas as dificuldades ao longo da prova, Hamilton conseguiu manter a segunda posição, seguido de Verstappen. Vettel, que fez prova bem abaixo do esperado, e Leclerc completaram o Top 5 na Austrália.

Leia também: Hamilton quebra recorde da pista e garante pole position no GP da Austrália

Resultado final – Top 10 GP da Austrália

  1. Valtteri Bottas (Mercedes)
  2. Lewis Hamilton (Mercedes) + 20,886
  3. Max Verstappen (Red Bull) + 22,520
  4. Sebastian Vettel (Ferrari) + 57,109
  5. Charles Leclerc (Ferrari) + 58,230
  6. Kevin Magnusse (Haas) + 1:27,156
  7. Nico Hulkenberg (Renault)
  8. Kimi Raikkonen (Alfa Romeo)
  9. Lance Stroll (Racing Point)
  10. Daniil Kvyat (Toro Rosso)

Veja os melhores momentos da prova


Pódio do GP da Austrália teve Bottas em primeiro, Hamilton em segundo e Verstappen em terceiro
REPRODUÇÃO/F1

Pódio do GP da Austrália teve Bottas em primeiro, Hamilton em segundo e Verstappen em terceiro

Volta 1 – Logo na largada, Bottas consegue pular na frente de Hamilton, que largou mal, e assume a liderança. No pelotão de trás, Ricciardo escorrega para a grama e acaba danificando o bico de sua Renault. Com isso, acaba indo para os boxes.

Volta 4 – Mostrando excelente desempenho, Bottas vai abrindo cada vez mais vantagem para Hamilton. Na última marcação, a diferença já era de mais de um segundo. Entre os pilotos que estão no meio, Grosjean e Hulkenberg batalham pela sétima posição.

Volta 9 – Primeira “passeada na grama” da temporada de 2019. Charles Leclerc perdeu o controle de sua Ferrari e acabou saindo da pista. Por sorte, conseguiu retomar a direção e voltou rapidamente.

Volta 11 – A Renault de Carlos Sainz é a primeira a abandonar. O motor estourou e chegou até a pegar fogo, mas nada que trouxesse perigo ao piloto.

Volta 13 – Tranquilo na frente, Bottas já abre mais de 3 segundos para o companheiro Hamilton. Além disso, os dois vão trocando “voltas mais rápidas”, algo que deve se manter assim até o final. Mais para trás, Raikkonen faz sua primeira parada.

Leia também: Dirigente da Fórmula 1 é encontrado morto a poucos dias do início da temporada

Volta 14 – Nico Hulkenberg também faz seu primeiro pit stop e volta para a pista com pneus médio branco, deixando para trás o supermacio vermelho.

Volta 15 – É a vez de Vettel (Ferrari), Magnussen (Haas) e Albon (Toro Rosso) fazerem suas paradas. Na volta à pista, o dinamarquês disputa posição com Hulkenberg.

Volta 16 – Hamilton, Grosjean e Norris também vão para os boxes. Com isso, agora é Max Verstappen quem segue o líder Bottas.

Volta 17 – Buscando o ponto extra que será dado ao piloto com a melhor volta, é a vez de Sebastian Vettel cravar um bom tempo. No mais, vale ressaltar que os três primeiros ainda não pararam: Bottas, Verstappen e Leclerc.

Volta 20 – Agora é a vez do líder Bottas anotar a melhor volta da corrida. Mesmo sem ter parado nos boxes, o finlandês segue voando baixo e vai aumentando a diferença para os rivais.

Volta 24 – Depois de fazer três voltas mais rápidas na sequência, Bottas enfim vai para os boxes. Mesmo assim, a vantagem é tão grande que ele volta em segundo, atrás apenas de Leclerc, e com mais de 10 segundos de vantagem para Hamilton e Vettel.

Volta 29 – Stroll, Giovinazzi e Leclerc enfim fazem suas primeiras paradas. Com isso, Bottas volta para a liderança e recomeça sua estratégia de seguir pisando fundo para abrir vantagem dos rivais.

Volta 31 – Daniel Ricciardo é mais um piloto a abandonar a corrida. Logo na sequência, Romain Grosjean segue o exemplo e também encosta sua Haas. O problema do francês foi exatamente na roda que havia dado problema no pit stop.

Volta 38 – Daniil Kvyat foi o segundo a dar um passeio fora da pista. Ele vinha na 11ª primeira posição quando perdeu o controle e acabou indo parar na brita. Por sorte, conseguiu voltar, mas deve acabar perdendo posições quando fizer sua parada.

Leia também: Após boa pré-temporada, Ferrari inicia ano como favorita na Fórmula 1

Volta 39 – Faltando menos de 20 voltas para o final da corrida, Bottas anota mais uma volta rápida e já abre 20 segundos de vantagem para Hamilton. A vitória vai ficando cada vez mais próxima.

Volta 44 – Fazendo uma corrida abaixo do esperado e em ritmo lento, Sebastian Vettel começa a ser pressionado por Leclerc na batalha pela quarta posição. Os dois já estão bem distantes do terceiro colocado Max Verstappen, mas devem brigar entre si até o fim.

Volta 46 – A vantagem de Bottas para Hamilton já bate a casa dos 25 segundos. Com isso, o finlandês poderia até arriscar uma parada nos boxes para colocar um pneu mais novo e ainda assim voltaria à frente do companheiro.

Volta 49 – Forçando muito o carro, na tentativa de alcançar Lewis Hamilton, Verstappen acaba errado e é mais um a comer grama no GP da Austrália . Com isso, as chances de uma ultrapassagem diminuem muito.

Volta 52 – Nessas últimas voltas, os pilotos que ainda têm chance vão tentando marcar a melhor volta da corrida para ficar com o ponto extra. Bottas, Hamilton e Verstapeen são os que mais se aproximam nessa batalha.

Volta 55 – Como prometido, Verstappen enfia o pé no acelerador e marca a melhor volta da corrida. Vai ser difícil alguém conseguir tirar o ponto do holandês.

Volta 57 – Valtteri Bottas! Se alguém ainda duvidava que ele podia sair da Austrália com todos os 26 pontos, não duvida mais. O finlandês fecha a volta em 1min25s580 e vai garantindo o ponto extra.

Volta 58 – Vence Valtteri Bottas. Sem dificuldades, o finlandês lidera de ponta a ponta, controla muito bem todos os rivais e confirma a vitória no GP da Austrália em 2019. Além de tudo, ainda fica com o ponto extra pela volta mais rápida.

Comentários Facebook

Esportes

Bicampeão com a escuderia, Niki Lauda é homenageado pela Ferrari em museu

Publicado


niki lauda
Reprodução

Nikki Lauda foi bicampeão com a Ferrari nos anos 1970

Niki Lauda foi um dos maiores pilotos da história da Fórmula 1 e isso não dá para negar, ele deixará saudades aos fãs e às escuderias do automobilismo.

Leia também:  Williams anuncia britânica líder da W Series como piloto de desenvolvimento

Bicampeão com a Ferrari , Niki Lauda recebeu uma homenagem simples e emocionante no museus da escuderia italiana. Na sessão em que estão expostos todos os carros que já foram campeões da Fórmula 1 no Museu Maranello, as luzes foram apagadas e iluminaram apenas a Ferrari 312T com que Lauda venceu o campeonato de 1975.


homenagem da ferrari
Reprodução

Ferrari iluminou o carro em que Niki Lauda venceu seu primeiro mundial de pilotos na F1

O carro tem um significado importante para a equipe, já que o pódio de Niki Lauda rompeu uma série de 11 anos que a Ferrari não vencia um campeonato na F1. O último título tinha sido em 1964 com o britânico John Surtees.

O austríaco de 70 anos, que faleceu no último dia 20 de maio , venceu por três oportunidades o mundial de pilotos da Fórmula 1 . Nos anos de 1975 e 1977 ele conquistou o troféu correndo pela Ferrari, já em 1984 o caneco veio com a McLaren.

Leia também:  Consórcio Rio Motorsport construirá autódromo do Rio de Janeiro; veja mais

Niki Lauda somou 52 pódios em sua carreira, sendo 24 pole positions e 25 vitórias. Encerrou sua carreira nas pistas em 1985. Trabalhou com aviação por um tempo antes de retornar à F1 como consultor técnico extraordinário da Ferrari nos anos 1990. Também atuou como diretor na Jaguar e Mercedes.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

CSA não perdoa indisciplina de trio gringo e demite Pablo Armero

Publicado


Torcida do CSA
Reprodução/Instagram

O CSA não perdoou a indisciplina de Armero e o afastou do elenco do clube.

Nesta tarde, a diretoria do CSA definiu o destino do trio de estrangeiros do clube, composto por Armero, Maidana e Manga Escobar. Em nota publicada hoje, a diretoria do time alagoano confirmou que o colombiano Pablo Armero não faz mais parte do elenco da equipe. Os outros gringos foram multados, mas segurião atuando no clube. Confira a nota abaixo:

“O Centro Sportivo Alagoano comunica que, depois do clube tomar conhecimento dos últimos fatos com os atletas Maidana, Manga Escobar e Pablo Armero, tomou a decisão de multar os três atletas em 20%, e afastar o Pablo Armero do seu quadro de funcionários após um entendimento amigável. Maidana e Manga Escobar seguem seus respectivos trabalhos no CSA

Leia também: Trio de estrangeiros deverá deixar o CSA após mau comportamento

A decisão do CSA vem após o trio de jogadores ter sido flagrado por torcedores em um bar na véspera do embarque da equipe para Porto Alegre, onde enfrentaria o Internacional. Maidana e Manga estavam machucados e não seguiriam com o clube.  Já Armero estava relacionado para o jogo que seria disputado.

O trio inteiro foi multado em 20% do salário. Porém, apenas o lateral colombiano foi desligado do CSA . Aos 32 anos, Armero chegou no clube alagoano este ano e disputou apenas quatro partidas, sem marcar nenhum gol. Já Maidana e Manga serão aproveitados pela comissão técnica assim que se recuperarem das lesões que os afastaram dos gramados.

Comentários Facebook
Continue lendo

Ouça Agora

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana