conecte-se conosco


Esportes

Atacante campeão da Libertadores com o River Plate se aposenta aos 31 anos

Publicado

A carreira de um jogador de futebol normalmente termina após os 35 anos. Em raros casos um atleta decide pendurar as chuteiras antes disso, mas foi o que aconteceu com o atacante uruguaio e bicampeão da Libertadores com o River Plate, Rodrigo Mora.

Leia também: Neymar fica atrás de Mbappé e Kane na lista de jogadores mais valiosos do mundo


O atacante Rodrigo Mora com o troféu de campeão da Libertadores 2018 com o River Plate
Reprodução/Twitter/romorita11

O atacante Rodrigo Mora com o troféu de campeão da Libertadores 2018 com o River Plate

Por meio de suas redes sociais, o atacante de 31 anos anunciou que não jogará mais futebol por conta de constantes dores que sente no quadril, perado de junho de 2017. “Eu tenho que viver um dos dias mais tristes da minha vida”, iniciou.

Nos destaques de seu WhatsApp e também em seu Instagram, Mora, bicampeão da Libertadores da América com o time argentino, disse que “sofrimento e dor são constantes” e que por isso ele não conseguia mais jogar. Ele agradeceu aos familiares, amigos, companheiros de clube, comissão técnica e fãs pelo apoio.

“Eu desisti do que tinha e hoje tenho que encarar a realidade. Eu não posso continuar jogando futebol. Eu tenho um nó no peito e uma sensação impossível de explicar. Eu gostaria de me aposentar de outra maneira”, escreveu.

Leia também: Registros mostram que Rooney foi preso e multado dias antes do natal nos EUA

A operação no quadril de Rodrigo Mora aconteceu em junho de 2017, porém ele nunca ficou 100%. Ele ficou afastado mais de oito meses após a cirurgia e voltou a jogar em janeiro de 2018.

Foram 28 jogos e quatro gols marcados. A partir de outubro do ano passado as dores ficaram muito fortes e ele não entrou mais em campo. Sua última aparição foi pelo Campeonato Argentino, contra o Aldosivi.

No River Plate , onde atuou desde 2012, com breve períodos de empréstimo, Mora jogou 184 vezes e conquistou duas Copas Libertadores (2015 e 2018), uma Copa Sul-Americana (2014), duas Recopas (2015 e 2016), uma Copa da Argentina (2016) e uma Supercopa da Argentina (2018). O clube agradeceu o ‘Pulga’ em suas redes sociais.

Leia também: Arthur revela sensação após elogio de Messi: “Como tomar um choque na tomada”

Além do River, o atacante jogou pelo Juventud, Defensor Sporting, Cerro-URU, Benfica, Peñarol e Universidad de Chile. Como conquista individual, o uruguaio fez parte da seleção ideal da Copa Libertadores de 2015.

Comentários Facebook

Esportes

Campeões mundiais com a França ganham anel de diamantes do meia Paul Pogba

Publicado


Paul Pogba e Antonie Griezmann confeccionaram anéis de diamante para seus companheiros de seleção
Reprodução

Paul Pogba e Antonie Griezmann confeccionaram anéis de diamante para seus companheiros de seleção

O ano de 2019 começou para as seleções de futebol masculino ao redor do mundo com uma novidade brilhante na França. Para comemorar a conquista da Copa do Mundo da Rússia, no ano passado, Paul Pogba resolveu presentear seus companheiros de equipe com um anel de diamantes.

Leia também:  Eliminatórias da Euro 2020 começam nesta quinta-feira com favoritos claros

O meia do Manchester United repete uma tradição de ligas como a NBA e a NFL que entrega anéis de campeões para os donos dos títulos. O ‘presente’ de Paul Pogba teve ajuda de Antonie Griezzman e custou 12 mil dólares (R$ 45 mil na cotação atual) cada unidade e foi comemorado pelos jogadores.

O anel tem o símbolo da Federação Francesa de Futebol (FFF) e as cores da bandeira do país. Na lateral as palavras ‘Champions’ (campeões) e World Cup Champions, além da taça do Mundial, são os demais detalhes da peça.

Durante coletiva de imprensa em Clairefontaine, onde a equipe faz sua preparação para as Eliminatórias da Eurocopa 2020 , Pogba explicou o motivo do presente.

Leia também:  Mãe de Rabiot diz que jogador está sendo refém pelo PSG e alfineta Neymar

“O presente chegou e nós o demos aos jogadores, a reação foi boa, eles me agradeceram, é um pequeno gesto depois de ter vencido uma Copa do Mundo com jogadores formidáveis. Eu os considero como minha família, é um pequeno presente meu”.


Antes de entrar em campo para as Eliminatórias da Eurocopa 2020, a seleção francesa enfrentou o Uruguai nesta quarta-feira (20) como amistoso preparatório e venceu por 1 a 0, gol de Giroud.

Após a partida e o agrado de Pogba, a equipe volta a campo nesta sexta-feira (22) para a disputa da primeira rodada das eliminatórias. Os comandandos de Didier Deschamps enfrentam a Moldávia, fora de casa, as 16h45 (horário de Brasília).

Leia também:  Jorge Sampaoli confirma em coletiva a devolução de salário no Santos FC; veja

Ainda na Data Fifa de março, na próxima segunda-feira (25), Paul Pogba e os demais atletas enfrentam a Islândia no Stade de France. Os atuais campeões mundiais estão no Grupo H com Moldávia, Islândia, Albânia, Andorra e Turquia.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esportes

Sampaoli confirma devolução de salário no Santos: “Todos devem receber juntos”

Publicado


Jorge Sampaoli, técnico do Santos, durante coletiva de imprensa após o jogo contra o Botafogo-SP
Reprodução

Jorge Sampaoli, técnico do Santos, durante coletiva de imprensa após o jogo contra o Botafogo-SP

A situação financeira do Santos FC não é das melhores e, em coletiva na noite desta quarta-feira (20), o treinador Jorge Sampaoli afirmou que devolveu seu salário em respeito aos jogadores que ainda não receberam os pagamentos do mês.

Leia também:  Coluna do dia – Presidente Leco precisa explicar erros no comando do São Paulo

“Sobre os salários, a comissão recebeu e qualquer um teria feito o mesmo. Todos devem receber na mesma data”, disse Sampaoli após a derrota do time por 4 a 0 para o Botafogo-SP na última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista.

Perguntado se sabia dos problemas financeiros do Santos antes de fechar com o clube, no fim do ano passado, o treinador argentino foi bem claro.

“A condição financeira do clube não tenho motivo para saber. Cheguei com o conhecimento do elenco, da necessidade que tinha, da necessidade da equipe. É uma realidade que o clube tinha que resolver. Santos é um clube de grande história, e o clube tem que estar à altura, os dirigentes também”, comentou.

Leia também:  Afastado da equipe, goleiro Jean desabafa nas redes sociais e alfineta Mancini

Sob o comando de Sampaoli, o Santos foi sensação do Paulista por algumas rodadas, mas terminou o campeonato em terceiro na classificação geral, atrás de RB Brasil e Palmeiras. O desempenho no jogo de quarta, inclusive, foi comentado pelo treinador durante a coletiva.

“Queríamos jogar a bola com variantes para tudo que vem pela frente e não tivemos o jogo que pensávamos. Agora é pensar na partida de daqui três dias e nos prepararmos bem. Eles [Botafogo] jogaram tudo, jogaram pela permanência e a verdade é que foram superiores”, disse.

No próximo fim de semana começam as quartas-de-final do Campeonato Paulista e o Santos enfrenta o RB Brasil. Data, local e horário do jogo ainda não foi divulgado pela Federação Paulista de Futebol. O Santos joga a primeira em casa e a segunda como visitante.

Leia também:  Taça do Mundial de Clubes do Corinthians volta a ser penhorada pela Justiça

Além da decisão do fim de semana, o time de Sampaoli tem no meio da semana que vem a primeira partida da terceira fase da Copa do Brasil contra o Atlético-GO. O primeiro jogo será fora, no dia 04, as 19h15. A volta no Pacaembu será no dia 11 de abril.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana