conecte-se conosco


Basquete

Após partida acirrada, Flamengo vence o Franca e se consagra hexacampeão do NBB

Publicado

Em jogo 5 histórico, o Flamengo travou uma batalha com o Franca no Pedrocão, em São Paulo, na tarde deste sábado (08), e se isolou como hexacampeão do NBB. A vitória rubro-negra por 81 a 72 encerrou uma série de cinco jogos marcada por muita força em casa por ambas as equipe. Venceu, afinal, quem quebrou o mando de quadra.

Leia também: Mundo vence Brasil no Jogo das Estrelas do NBB e “Showmell” é  MVP mais uma vez

Registro do embate entre Flamengo e Franca
Igor do Vale/ Agência O Globo

Registro do embate entre Flamengo e Franca

O primeiro quarto foi protagonizado pelo Flamengo . Com defesa muito forte e ataque eficiente — aproveitamento de 50% em arremessos de três pontos — , os cariocas aproveitaram o bom momento de Anderson Varejão e terminaram vencendo a partida do NBB por 24 a 10.

Leia também: Clássico carioca agita as semifinais do NBB. Confira os confrontos

O time de Franca só viria a acordar no segundo período, quando equilibrou o jogo. Com muita raça de André Gomes e brilho de Didi, a equipe paulista endureceu pra cima da rubro-negra, que, com muita competência, mantinha a vantagem acesa. O ala Marquinhos, em grande forma, foi peça importante ao garantir pontos valiosos em arremessos de média e longa distância.

Talvez o pote de sal grosso colocado ao lado do banco francano tenha feito efeito, já que, após o intervalo, a maré praticamente virou para o lado paulista. Mesmo sem Didi, que saiu machucado no fim da primeira metade, os paulistas promoveram uma sequência de 11 pontos seguidos. O Fla via sua vantagem se esvair e só marcou restando quatro minutos, com Marquinhos.

O grande duelo, porém, viria no último quarto. O técnico Gustavo de Conti estancou um dos maiores problemas defensivos no terceiro quarto e promoveu marcação individual no ala-armador americano David Jackson, principal foco de criatividade ofensiva francano.

Se o candidato a MVP da fase de clssificação do time paulista foi anulado, o indicado rubro-negro brilhou. Em uma atuação gigante do armador argentino francano Balbi, o Rubro-Negro duelou ponto a ponto com o adversário, que, valente, ficou próximo de tomar a frente no placar algumas vezes.

À medida que Jimmy, Alexey e Hettsheimer pontuavam com arremessos de três, o armador do Fla colocava a bola debaixo dos braços, infiltrava no garrafão de seu oponente e garantia a vantagem sempre viva. Foi Olivinha, porém, quem deu números finais à partida: o ala-pivô pegou rebote, sofreu falta, e decretou a vitória do Fla em dois lances livres.

Leia também: Astro do NBB, Shamell Stallworth visita estudante ferido no ataque de Suzano

“As pessoas não têm noção do que nós passamos, as dores que sentimos. Entramos em quadra e todo mundo acha que está tudo 100%. É muita coisa por tras que ninguém vê. É comemorar, eu tô muito feliz. A gente sabe da dificuldade que é ganhar aqui dentro e ganhamos dois títulos aqui”, declarou um torcedor do Flamengo , lembrando a conquista da Copa Super 8.

Comentários Facebook

Basquete

Tiroteio durante comemoração do Toronto Raptors deixa duas pessoas feridas

Publicado

Comemoração do título do Toronto Raptors lotou a Nathan Phillip Square
Reprodução / Toronto Raptors

Comemoração do título do Toronto Raptors lotou a Nathan Phillip Square

Duas pessoas ficaram feridas após um tiroteio na tarde desta segunda-feira (17), na Nathan Phillip Square, em Toronto, durante a comemoração do primeiro título da NBA do Toronto Raptors, conquistado na semana passada.

De acordo com informações da Polícia local, as duas pessoas estão gravemente feridas, mas não correm risco de vida. As autoridades informaram também que outras duas pessoas foram detidas e duas armas foram apreendidas durante a comemoração do titulo do Toronto Raptors . Além dos policiais, equipes de emergência estão no local. Há relatos de tumulto e correria após o tiroteio .

Comentários Facebook
Continue lendo

Basquete

“Gastei cerca de 100 milhões de dólares em drogas”, revela Lamar Odom

Publicado

lamar odom
Reprodução

Lamar Odom lançou autobiografia no dia 28 de maio

No dia do lançamento de sua autobiografia intitulada “Darkness to Light: A Memoir” (Das trevas à Luz), o ex-jogador da NBA, Lamar Odom, concedeu entrevista ao programa americano Entertainment Tonight e fez diversas revelações sobre sua vida.

Leia também:  Estivemos lá! Confira tudo sobre a NBA House 2019 que está em São Paulo

Bicampeão com o Los Angeles Lakers, dono do prêmio de ‘melhor sexto homem’ de 2011 e medalha de prata com a seleção dos Estados Unidos na Olimpíada de Atenas 2004 e na Copa do Mundo de basquete de 2010, Lamar Odom falou muito sobre seus problemas com drogas.

“Se eu tivesse que dizer o quanto gastava com drogas, eu diria que cerca de 100 milhões de dólares (R$399 milhões na cotação atual)”, confessou o ex-atleta, que atribuiu o vício ao pai. “Ele passou o gene para mim”.

Lamar comentou que seu problema com drogas se agravou muito no ano de 2006, quando o seu filho caçula, Jayden, faleceu aos seis meses de idade. A causa da morte foi sufocamento quando o bebê dormia em seu berço.

Depois desse episódio, o ex-atleta se afundou nas drogas e se envolveu em diversas confusões fora das quadras. Em 2009 ele se casou com a socielity Khloé Kardashian. Por causa do vício, o relacionamento dos dois acabou em 2015, meses antes de Lamar quase morrer por overdose num bordel. Nesse meio tempo, ele também foi preso por dirigir embriagado e pagou uma finança de 15 mil dólares (R$ 59 mil).

lamar odom e khloé kardashian
Reprodução

Lamar Odom foi casado com Kholé Kardashian de 2009 a 2015

“Khloé levou muito tempo para descobrir o meu vício . Você não quer que sua esposa veja-o cheirando cocaína e dormindo com outra mulher”, comentou.

Além de Khloé, Lamar Odom teve outras muitas mulheres em sua vida. Trabalhando hoje com música e filmes, ele afirmou ao apresentador do programa que era viciado em sexo. “Eu não podia ir para casa sozinho. Com todas elas eu tive relações sexuais desprotegidas, e é por isso que tive que pagar por muitos abortos durante toda a minha vida”, disse.

Lamar atuou na NBA pelo Miami Heat, Dallas Mavericks, Los Angeles Clippers e Los Angeles Lakers.

Leia também:  Oscar ‘viras as costas’ para Neymar e detona: “Não é melhor que ninguém”

O livro de Lamar Odom está disponível no site da Amazon, em inglês, pelos preços de 16 dólares (R$63) capa dura e áudio/cd e por 23 dólares (R$ 91) no eBook. A biografia foi escrita em colaboração com Chris Palmer e tem 240 páginas.

Comentários Facebook
Continue lendo

Ouça Agora

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana