conecte-se conosco


Brasileirão Série A

Análise: amistoso mostra com quem Dorival Júnior pode contar no Santos

Publicado

Fabián Noguera - Santos (Foto: Ivan Storti/Divulgação Santos FC)Fabián Noguera comemora o gol de empate do Peixe
(Foto: Ivan Storti/Divulgação Santos FC)

O amistoso do Santos contra o Benfica foi marcado pela festa pelo centenário da Vila Belmiro e pelas homenagens aos ídolos Léo e Giovanni. O empate em 1 a 1, porém, pode trazer boas lições para o técnico Dorival Júnior na sequência da temporada.

Os primeiros 30 minutos, que antecederam as primeiras substituições de Dorival (foram 18 ao todo), mostraram equilíbrio entre os titulares do Peixe e o time misto do Benfica. Os portugueses começaram melhor, marcando forte, pressionando a saída de jogo na defesa santista, mas o Alvinegro equilibrou as ações.

Os torcedores presentes viam um jogo de bom nível e bem disputado. Em um dos lances, aliás, o meia Cervi “esqueceu” que era amistoso e fez falta dura em Renato, que foi substituído. O zagueiro Luisão foi defender o companheiro, e os atletas se desentenderam.

Veja no vídeo abaixo.

 

A partir da primeira alteração – a entrada de Giovanni no lugar de Ricardo Oliveira aos 30 minutos -, o jogo perdeu intensidade. Cinco minutos depois, Dorival fez seis substituições de uma vez e começou a testar os reservas. E dentre os seis, um merece destaque: Fabián Noguera.

O argentino fez a sua estreia pelo Santos depois de chegar em julho e ficar três meses só treinando. A partida deste sábado foi a primeira em um ano. Seu último jogo foi em outubro de 2015, ainda pelo Banfield, da Argentina, antes de não renovar o contrato e ser afastado do elenco principal.

E o defensor, de 23 anos, superou a falta de ritmo e fez boa partida. Ele se mostrou seguro atrás, e ganhou quase todas as disputas no jogo aéreo quando foi o ataque. E foi assim, aos 42 do segundo tempo, que ele se aproveitou de falha do goleiro Ederson, para empatar o amistoso.

Assista.

 

Outra boa surpresa para o Alvinegro foi a atuação de João Paulo, a quarta opção para a meta santista. Com a lesão no dedo indicador de Vladimir, ele foi relacionado para o jogo, e entrou aos 25 minutos do segundo tempo no lugar de John, que já havia substituído o titular Vanderlei.

E João Paulo, revelado na base santista, mostrou que tem estrela. Aos 39 minutos, o jovem de 21 anos defendeu pênalti cobrado por José Gomes. Três minutos depois, o Peixe empatou. E, aos 43, o goleiro voltou a fazer grande defesa em chute de fora da área de Dálcio.

Veja os lances abaixo.

 

 

Outros reservas que entraram bem foram Rafael Longuine e Walterson. Eles deram boa movimentação ao ataque. O jovem Matheus Oliveira, do sub-20, que fez a sua estreia como profissional aos 19 anos, poderia ter tido maior destaque se fosse menos individualista na hora de definir as jogadas.

E se alguns aproveitaram as chances, outros decepcionaram. O caso mais gritante é o do zagueiro Lucas Veríssimo. Ele entrou no intervalo e fez dois pênaltis em 45 minutos, os dois no atacante José Gomes e os dois ao ser driblado no um contra um.

Confira o segundo cometido.

 

Elano, que foi titular no lugar de Vecchio, praticamente não apareceu nos 25 minutos em campo. E o próprio argentino, que ficou em campo por 40 minutos, também não foi bem, mostrando a dificuldade que Dorival tem para achar substitutos para Vitor Bueno e Lucas Lima (na Seleção). Sorte a dele que Vitor já voltou a treinar em campo após lesão muscular. 

No melhor lance de Vecchio, ele faz jogada individual e é derrubado dentro da área. O árbitro Raphael Claus errou e assinalou apenas a falta. Tire a dúvida no vídeo abaixo.

 

Outros reservas não citados que ganharam chances no amistoso – John, Daniel Guedes, Caju, Yuri, Fernando Medeiros, Léo Cittadini, Joel e Paulinho -, não comprometeram, mas também pouco fizeram em campo.

O jogo era de festa, mas Dorival certamente o utilizará para selecionar as chances que vai dar no decorrer da temporada. Pensando em 2017, o Santos mostra que tem muitas opções, mas ainda precisa de reforços. O time volta a campo na quinta-feira, contra o São Paulo, no Pacaembu.

*Colaborou sob supervisão de Ivair Vieira Jr

Santos x Benfica (Foto: Ivan Storti/Divulgação Santos FC)Dorival pode aproveitar atuações em festa na Vila para tomar decisões no futuro (Foto: Ivan Storti/Divulgação Santos FC)

Comentários Facebook

+ Esportes

Quarta de Brasil x Argentina, Copa do Brasil, Libertadores e mais no SporTV

Campeonato FrancêsCopa do BrasilPrimeira LigaFutebol de areiaSul-Americano Sub-20LibertadoresA quarta-feira no Canal Campeão está movimentada com muita ação nos gramados do Brasil e do exterior. O dia tem Copa do Brasil, Primeira Liga, Libertadores, Campeonato Francês e Sul-Americano Sub-20. Internacional e Fluminense duelam às 19h30 (de Brasília). O Corinthians encara a Caldense, às 21h45. O Atlético-PR pega o Millonarios, da Colômbia, no mesmo horário, enquanto a seleção brasileira sub-20 enfrenta a Argentina, às 23h30. Confira a programação completa abaixo.

O “Redação SporTV” começa às 10h, dando vez ao “É Gol!!!” ao
meio-dia. O “Seleção SporTV” chega às 13h. O “Tá na Área” é às 17h. O “Troca de
Passes” analisa tudo que rolou nos gramados às 23h45. No SporTV2, o “Giro
SporTV” é destaque ao meio-dia, enquanto o “Planeta SporTV” começa às 16h, e o “SporTV
News”, às 23h45.

01Campeonato Francês

Em terceiro lugar na tabela, o Nice encara o Saint-Ettiene
pela 24ª rodada do Francês, à..

Publicado

  1. Campeonato Francês
  2. Copa do Brasil
  3. Primeira Liga
  4. Futebol de areia
  5. Sul-Americano Sub-20
  6. Libertadores

A quarta-feira no Canal Campeão está movimentada com muita ação nos gramados do Brasil e do exterior. O dia tem Copa do Brasil, Primeira Liga, Libertadores, Campeonato Francês e Sul-Americano Sub-20. Internacional e Fluminense duelam às 19h30 (de Brasília). O Corinthians encara a Caldense, às 21h45. O Atlético-PR pega o Millonarios, da Colômbia, no mesmo horário, enquanto a seleção brasileira sub-20 enfrenta a Argentina, às 23h30. Confira a programação completa abaixo.

O “Redação SporTV” começa às 10h, dando vez ao “É Gol!!!” ao
meio-dia. O “Seleção SporTV” chega às 13h. O “Tá na Área” é às 17h. O “Troca de
Passes”
analisa tudo que rolou nos gramados às 23h45. No SporTV2, o “Giro
SporTV” é destaque ao meio-dia, enquanto o “Planeta SporTV” começa às 16h, e o “SporTV
News”
, às 23h45.

01

Campeonato Francês

Em terceiro lugar na tabela, o Nice encara o Saint-Ettiene
pela 24ª rodada do Francês, às 16h, no SporTV3, na voz de Daniel Pereira e
análise de Carlos Eduardo Lino. O jogo acontece no Allianz Riviera – a equipe
do litoral francês tem 49 pontos, três a menos que o líder Monaco.

02

Copa do Brasil

Vitória da Conquista e Coritiba se encaram pela primeira
fase da Copa do Brasil, às 19h15, no estádio Lomanto Júnior. A narração é de
Thiago Mastroianni, com análise de Gustavo Castelucci. Confira o duelo no
SporTV2.

Jô, primeiro gol, Corinthians x São Bento (Foto: Marcos Ribolli)Corinthians encara a Caldense (Foto: Marcos Ribolli)

No mesmo canal, o Corinthians encara a Caldense, às 21h45,
com narração de Jota Jr e comentários de Wagner Vilaron. A partida rola no
estádio Ronaldão, em Poços de Caldas (MG).

01

Primeira Liga

O Internacional encara o Fluminense pela Copa da Primeira
Liga, no SporTV, às 19h30, na narração de Luiz Carlos Jr e análise de Ricardo
Rocha. O jogo é válido pela 2ª rodada do Grupo A, no Beira-Rio, em Porto Alegre
(RS).

01

Futebol de areia

Brasil e Peru duelam pelas eliminatórias da Copa do Mundo de
futebol de areia, às 20h30, no SporTV3, direto do Paraguai. A narração é de
Clayton Carvalho, ao lado do comentarista Robertinho.

01

Sul-Americano Sub-20

A seleção brasileira sub-20 encara a Argentina pela fase
final da competição, que acontece no Equador. O duelo acontece às 23h30, no
SporTV3, na narração de Guto Nejaim e comentários de André Loffredo. Mais cedo,
Uruguai e Venezuela entram em campo a partir das 21h30.

01

Libertadores

Fique ligado no duelo de volta entre Millonarios, da
Colômbia, e Atlético-PR, às 21h45, no SporTV, na voz de Linhares Jr e análise
de Maurício Noriega. O jogo é válido pela segunda fase – o Furacão venceu a
primeira partida por 1 a 0, na Arena da Baixada.

Comentários Facebook
Continue lendo

+ Esportes

Rival do Bota, Colo-Colo trava batalha além da Libertadores para salvar vidas

Bandeira do Colo-Colo é erguida entre um dos vários incêndios florestais no Sul do Chile (Foto: Divulgação/Colo-Colo)Assim como será para o Botafogo, o jogo da noite desta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Estádio Monumental, é o mais importante do ano para o Colo-Colo. Se perder a disputa, estará eliminado da Taça Libertadores da América e também ficará fora da Copa Sul-Americana. Ainda assim, o clube e seus torcedores dividiram o foco durante a preparação do time em prol de uma ação de solidariedade: ajudar as pessoas afetadas pelos incêndios no Sul do Chile, que já duram três semanas e deixaram cerca de três mil desabrigados, dezenas de povoados arrasados e mais de mil residências destruídas, segundo informe da Corporação Nacional Florestal (Conaf).

Nas últimas semanas, o Colo-Colo abriu as portas de seu estádio para receber doações. De acordo com a assessoria de imprensa do clube, cerca de sete toneladas de roupas, água e alimentos foram recebidos e enviados através de cami..

Publicado

Colo-Colo, incêndios (Foto: Diego Alvujar / Colo-Colo)Bandeira do Colo-Colo é erguida entre um dos vários incêndios florestais no Sul do Chile (Foto: Divulgação/Colo-Colo)

Assim como será para o Botafogo, o jogo da noite desta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Estádio Monumental, é o mais importante do ano para o Colo-Colo. Se perder a disputa, estará eliminado da Taça Libertadores da América e também ficará fora da Copa Sul-Americana. Ainda assim, o clube e seus torcedores dividiram o foco durante a preparação do time em prol de uma ação de solidariedade: ajudar as pessoas afetadas pelos incêndios no Sul do Chile, que já duram três semanas e deixaram cerca de três mil desabrigados, dezenas de povoados arrasados e mais de mil residências destruídas, segundo informe da Corporação Nacional Florestal (Conaf).

Nas últimas semanas, o Colo-Colo abriu as portas de seu estádio para receber doações. De acordo com a assessoria de imprensa do clube, cerca de sete toneladas de roupas, água e alimentos foram recebidos e enviados através de caminhões para a cidade de Constitución, no início do mês. Até mesmo a rivalidade com a Universidad de Chile, a La U, ficou de lado durante a tragédia. As duas equipes chilenas mais populares se uniram para promover um amistoso beneficente, que só não aconteceu ainda por falta de datas devido à participação na Libertadores. A expectativa é que o jogo para levantar fundos seja em março, no Sul do país.

Colo-Colo, incêndios (Foto: Diego Alvujar / Colo-Colo)Clube abriu as portas do Estádio Monumental para receber doações nas últimas semanas (Foto: Divulgação/Colo-Colo)

– Colo-Colo e Universidad de Chile, arquirrivais, estão comprometidos com a ajuda para os prejudicados pelos incêndios no Sul do Chile. Ofereceram amistosos para arrecadação, mas também realizaram ações concretas como por exemplo: juntaram muita água, roupa, coisas para habitação em caminhões… E os próprios jogadores foram entregar pessoalmente – explicou o jornalista chileno Eugenio Salinas, da "Rádio Bio Bio" e "ESPN" em Santiago.

O GloboEsporte.com chegou a marcar uma entrevista com o presidente do Colo-Colo, Aníbal Mosa, para falar sobre o assunto, mas o dirigente não apareceu. Questionado se a preparação para a Libertadores acabou prejudicada pelo foco nos incêndios, Salinas refutou a ideia.

– Não creio (que tenha atrapalhado). Acho até que ajudou, porque toda a atenção está sobre os incêndios. Então a própria imprensa não estava preocupada com o que o Colo-Colo estava fazendo. Creio que tiveram menos pressão – opinou o repórter chileno.

Colo-Colo, incêndios (Foto: Diego Alvujar / Colo-Colo)Colo-Colo arrecadou cerca de 7 toneladas de água, alimentos e roupas para doação (Foto: Divulgação / Colo-Colo)

Outros países também se solidarizaram, entre eles Brasil e Estados Unidos, que enviaram aviões-tanque para jogar água sobre as chamas. Mais de 11 mil bombeiros voluntários, brigadistas (bombeiros florestais), militares, policiais, funcionários públicos e vizinhos combatem o fogo nas zonas afetadas, e 43 suspeitos já foram presos pela polícia chilena. Após passar por situação crítica, aos poucos a força-tarefa vai conseguindo reverter o quadro. Fevereiro começou com 118 incêndios ainda ativos, sendo 59 combatidos, 51 já controlados e oito extintos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Esporte Amador

Estadual

Mais Esportes

Mais Lidas da Semana